Esses dias tivemos que realizar a exumação dos restos mortais da minha falecida mãe.



Algo que acredito ser chocante para a maioria das pessoas, desenterrar o corpo de um ente querido. 




Mas é algo que temos que encarar, afinal, a morte é um processo biológico natural e inevitável para as entidades vivas.



Enfim, o que seria a vida? O que seria a morte?



O que são os pensamentos que se formam na mente? Raios de luz que se projetam da superfície dos objetos externos que adentram nas órbitas oculares e através de impulsos elétricos e reações químicas no tecido cerebral formam imagens na mente? O que é a mente?



Somos como códigos de programas que são instanciados e com herança entre as diversas classes e instancias de infinitos outros programas?


Exumação dos restos mortais da minha querida mãe, não aconselho pessoas sensíveis e crianças assistirem, coloquei restrição de idade no vídeo. Att Gerson Ravv 



Quando morremos ficamos  como um computador sem processador, sem eletricidade e sem conexão nas redes da Internet?



Olhando a caveira da minha mãe pensei: para onde foram os pensamentos, medos, ilusões e planos que um dia se formaram dentro desse crânio? Seria possível ter um backup por aí de tudo isso? 



E se nossas vidas forem como algo impresso ou grafado nas ondas invisíveis do universo, como um código binário, seria possível rastrear como as ondas de rádio?



O que é afinal a vida? Do ponto de vista biológico apenas agregação de elementos que funcionam por um tempo consumindo energia e transformando energia.  E do ponto de vista transcendental? Se é que existe transcendência do mundo físico e biológico.



Até o mais brilhante e duro diamante um dia é desintegrado e volta ao nada. Que forças ou circunstâncias irão unir novamente as partículas desse diamante?



Do nada viemos e para o nada voltaremos.



A distância entre um átomo e outro é quase infinita,  somos todos feitos de vazio na verdade? Será que somos reais mesmo?



A mente humana é estranha, em segundos nos leva na imaginação para qualquer lugar que quisermos e o corpo físico continua no mesmo lugar.



A mente de um homem comum altera o ambiente físico em que esse homem passa mais tempo num raio de até 35 metros. Olhe para o seu quarto ou mesa de trabalho,  tudo o que tem dentro de você está refletido nesses espaços externos . Bolhas de consciência dizem os budistas. 



O wallpaper do seu smartphone, notebook ou a figura de avatar que você usa no blog fala muito sobre você, quem é você? Para onde você vai? O que forma seus pensamentos? 


Enfim,  celebremos a Vida. 


Att Gerson Ravv