Conheço muita gente que está desempregada, a maioria já se arrastava em desemprego crônico muito antes da pandemia.

Se auto denominam como "desalentados ", acreditam que são vítimas do sistema que não valoriza seus esforços pois "fizeram " faculdade e hoje, não conseguem nem estágio não remunerado.  

Mas será que é isso mesmo?

Vamos examinar um fator que salta aos olhos sobre esses "desalentados".

Todos de cursos de humanas. Enquanto isso, sobram milhões de vagas para trabalhar com TI, desenvolvimento de sistemas, BI, Banco de dados, blockchain, inteligência artificial, machine learning, sistemas de automação, mineração de dados, etc.
O mundo mudou e muda a todo momento, a mentalidade de um desalentado mostra um desajuste da percepção deles sobre o atual mercado de trabalho.

Hoje a computação e desenvolvimento de novas formas de alterar o mundo físico dominam as atividades humanas.

O profissional da área de humanas precisa se adaptar a essa nova forma de trabalhar.



Não há mais a necessidade de ter um executor de tarefas simples e bem definidas, hoje o que o mercado mais valoriza e procura é aquele trabalhador que sabe usar as novas ferramentas tecnológicas na criação de novas ferramentas que solucionam problemas complexos e imprevisíveis que nada mais são do que o reflexo da atual sociedade tecnológica que apresenta uma dinâmica de mudanças ultra rápidas  nunca antes vivida pelo ser humano.

Um cara de humanas quer que o mundo pare de girar ou que gire mais devagar, pura ilusão!

Não existe mais o emprego padrão do passado que consistia em sentar a mesa e ficar carimbando documentos ou assinando papéis e tudo bem, hoje, ou você cria soluções e vai pra cima do problema ou você está fora do mercado. 

E você? É desalentado mesmo ou apenas está se iludindo querendo um mundo que não existe mais?

Att Gerson Ravv PS leiam meus livros por favor