Prevejo que em poucas décadas  99% as pessoas vão brigar por um emprego braçal simples.
Com o desenvolvimento da IA e hiperconexão, a automação já está destruindo empregos da área tecnológica que ninguém acreditava que seriam assumidos por máquinas.

Hoje, ao definir umas poucas regras, qualquer leigo com alguns clicks cria um aplicativo ou software simples em ferramentas novas que substituem um programador, claro que para sistemas complexos usar essa ferramenta não é viável por enquanto, mas com a velocidade de tudo, em questão de anos os programadores serão descartados também.

Suporte, service desk e atendimentos de call center telefônico  e chat já podem ser assumidos 100% por máquinas inteligentes. 





E para manter essas máquinas inteligentes basta um homem apenas para controlar remotamente dando manutenção ou aprimoramento periódicos. 

Por um lado isso é ótimo pois libera de atividades tediosas as pessoas, mas com isso vem o desemprego em massa, e não, não serão criados novos empregos. Como dito acima, para manter uma máquina inteligente que faz o trabalho de 5 mil pessoas, basta apenas uma  pessoa devidamente capacitada.

Enfim, as atividades braçais simples que envolvem a limpeza de sujeira em objetos delicados ou locais "sensíveis ", o preparo de alimentos e outras atividades simples que não justificam o emprego de máquinas caras, serão procuradas por esses novos desempregados do setor tecnológico piorando mais ainda os índices de desemprego.

Até entregadores e motoristas serão trocados por máquinas. 

Prevejo multidões de catadores de reciclados nas ruas disputando uma garrafa pet vazia. E todos com uma graduação técnica, conhecimentos em programação  ou formação  acadêmica da área tecnológica. 

Att Gerson Ravv