Uma mensagem de otimismo e esperança: você pode mudar para viver melhor, acredite! - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Novidades:

Post Top Ad

23 de set de 2019

Uma mensagem de otimismo e esperança: você pode mudar para viver melhor, acredite!

Você pode mudar para viver melhor, acredite!


Bom dia amigos! Hoje o texto é especialmente dirigido para os amigos que estão sem esperança, que sentem que estão parados no tempo.

Nunca vi tantos jovens pessimistas como agora na blogosfera. Parece até que vocês estão nos anos 80! Aquela época foi punk amigos! Só quem passou pela década perdida sabe das limitações, desespero e falta de fé no futuro que sofremos entre 1984 e 1994.

Boa parte dessa cultura do fracasso se dá por causa de alguns blogs que pregam que a vida só vale a pena ser vivida se você viver como um Neymar ou outra figura caricata, que aparece na mídia torrando dinheiro com futilidades.

Todos nós sabemos que esses caras na verdade são pagos pela elite dona do mundo para ficar entretendo a massa idiotizada, massa essa sem senso crítico que ao ver seus ídolos torrando fortunas, acabam acreditando que a vida é apenas sexo, muito dinheiro e poder.

Questionem todas as informações que vocês consumirem, não engulam tudo sem examinar antes. 

Seja positivo e tente mudar


Reflexões, relatos e dicas para sair da síndrome do orgulho de ser um fracassado


Evitem blogs que o conteúdo é focado naquela velha fórmula batida do finado Pobretão: reclamação do emprego, complexo de inferioridade, reclamação da vida, obsessão por sexo e assim por diante.

Se você está neste momento se sentindo inferiorizado por ganhar pouco, ao invés de ficar em blogs espumando ódio e sendo espancado por haters idiotas, direcione sua revolta para ações concretas que objetivam a mudança, nem que isso se resuma num primeiro momento em rabiscar num pedação de papel seus objetivos futuros.

Ficar perdendo tempo em blogs que te puxam para baixo, só piora sua situação.

Vejam meu caso, comecei em subempregos terríveis, trabalhei em lugares insalubres, convivi com pessoas que subsistiam no  nível de subsistência mais simples possível.

Ao invés de ficar cheio de ódio, o que eu fazia? Reservava parte do meu magro salário para fazer cursos de informática e inglês, os meus colegas de trabalho, a maioria nem tinham terminado o primário e estavam naquela rotina de trabalhar só para pagar contas e beber cachaça e ir nos vintão do centrão de SP.

Não estou dizendo que os betosos não devem se divertir, muito pelo contrário, devem se divertir muito nas horas vagas, mas sem confundir diversão com alienação da realidade, buscar passatempos construtivos e não atividades para fugir da realidade, geralmente o betoso médio confunde diversão com ingestão de álcool e outros tóxicos que só vão piorar a qualidade de vida, enfraquecer o corpo e a mente.

Convites para fumar maconha, cheirar um pozinho, beber cachaça e ir em vintão não me faltavam, até se ofereciam para pagar tudo pra mim! Mas eu temia que se eu passasse a andar demais com esses caras, começar a fazer tudo o que eles faziam, eu com certeza ficaria igual a eles, preso num subemprego e levando uma vida sem objetivos maiores.

Quatro meses depois, fazendo o JOGO SOCIAL com os encarregados, demonstrei minhas habilidades nas planilhas do Excel num primitivo terminal de uma máquina da IBM que tinha a tela verde do monitor. Outra vez o dono da empresa viu eu fazendo cálculos de metros cúbicos e assim, por causa dos comentários dos encarregados e por causa do dono que viu meus cálculos, acabei sendo promovido 3 vezes dentro de um ano.

Passou um ano, pedi demissão sem medo de ser feliz e fui em busca de um emprego melhor.

Passados mais de  20 anos desde que sai de lá, ainda tem caras que estão lá subsistindo exatamente como estavam 20 e poucos anos atrás, quer dizer, os que ainda estão vivos pois a maioria morreu precocemente por causa da atividade insalubre e ingestão de álcool e tóxicos pesados.

Em certa empresa em que trabalhei com suporte de campo, conheci um rapaz chamado Raffito (aquele gay do relato das Deusas do Escritório), o rapaz em questão trabalhava com Telemarketing fazendo cobranças por telefone, uma atividade horrível e sem futuro, imagine você o que deve ser ligar para as pessoas cobrando suas dívidas, ser xingado e humilhado, tudo isso para receber milãozinho no fim do mês!

Raffito vivia chorando, reclamando mas não fazia nada para mudar, pelo contrário, se afundava cada vez mais no universo das BALADAS GAYS gastando dinheiro com perucas para bater o cabelo e impressionar as drags...

Pois bem, eu saí dessa empresa, passaram-se 7 anos, entrei em outra empresa e adivinhem quem eu encontrei novamente chorando e reclamando? Ele mesmo o Raffito, exatamente do mesmo jeito, quer dizer, mais envelhecido, desgastado sem o vigor da juventude e praticamente enterrado na mesma função recebendo milãozinho.

Tire alguns minutos do seu dia para buscar alternativas para sua vida, busque colocar no papel um plano, por mais básico que seja, já é um começo, pode acreditar que aquilo que objetificamos num pedaço de papel dá mais força de vontade para mudar.

Você não tem excesso de testosterona: você sofre de ansiedade


É comum a gente ler em alguns blogs por aí seus donos ou comentaristas, falando que "possuo altos níveis de testosterona, por isso me masturbo muito e preciso gastar muito com garotas de programa!", não amigo, você não tem altos níveis de testosterona, na verdade você sofre de ANSIEDADE AGUDA.

Não existe isso de um beta ou trabalhador comum possuir altos níveis de testosterona, ter a testosterona alta implicaria em sair por ai quebrando os queixos de quem te oprime (algo que nenhum beta tem coragem de fazer), ter a testosterona alta só levaria o betoso para a cadeia pois este jamais aceitaria as regras da sociedade e jamais acataria ordens de superiores dentro da empresa.

Na verdade, essa tão falada compulsão do beta por sexo e masturbação, nada mais é que os sintomas de uma ansiedade aguda, tão forte que o sujeito precisa desviar o foco dela para algo fugaz e momentâneo que dê alguns minutos de alívio, algo que o orgasmo, assim como as drogas, proporcionam.

Recomendo procurar ajuda médica urgente, a ansiedade atrapalha muito a vida do cara e com o tempo essa necessidade de se aliviar com sexo e masturbação vai dando lugar para a procura de vícios mais fortes e destruidores.

Para ajudar no vício do sexo siga a dieta indicada para isso: evite insetos na dieta como camarões, lagostas, crustáceos em geral, evite comer fígado de boi, não coma carne de boi mal passada, corte da sua dieta farinha de trigo e derivados pois estes contém fragmentos de insetos e ratos, essa mistura produz os desejos animais de sexo sem objetivo e ainda dão baixa auto estima e ansiedade pois você consome carne de rato e insetos que rastejam nos submundos da terra.


O que você come tem grande impacto em seu intelecto, farinhas, molho de tomate industrial e outros alimentos processados, possuem insetos e ratos, ao ingerir isso, sua mente desaba em desânimo sufocante, ansiedade e compulsão por sexo.

Se você não consegue vencer o meio em que vive, melhore o lugar, caia fora ou adapte-se

Outra atitude paralisante que alguém ferrado pode ter, é ficar parado observando neuroticamente o meio em que vive e suas misérias.

Não adianta focar nas misérias do lugar em que você teve o azar de nascer e viver, isso só suga suas energias, procure observar os pontos positivos do lugar e os exemplos de superação e evolução de lá.

Nem tudo é 100% lixo nessa vida, até nos locais mais insalubres e precários podemos encontrar exemplos que nos inspiram.

Se você não suporta morar mais no local em que está, faça planos para no futuro poder cair fora, foque no futuro, não se deixe levar pela vibe ruim do local.

O que você já tentou fazer para melhorar um pouco o seu bairro? Já plantou uma árvore frutífera no canteiro central ou na sua calçada? Já pintou o muro ou portão da sua casa ou do vizinho idoso e aleijado? Já foi na subprefeitura obter ajuda para fazer algum projeto educacional no bairro para as crianças ou idosos? Já foi no centro comunitário ou associação de bairro? Já cobrou seu deputado e vereador e prefeito?

Já fiz um projeto aqui de ensino de literatura inglesa e universal para os moradores do bairro sem a ajuda de ninguém, só eu e meus livros, foi muito gratificante poder apresentar para a galera clássicos que todo mundo já ouviu falar por causa da cultura pop mas jamais imaginavam que vinham de clássicos da literatura universal: Frankstein, Mobby Dick, O médico e o Monstro, entre outros.

Tem crianças e adultos que participaram da atividade e hoje frequentam a biblioteca do bairro e alguns até estão matriculados no EJA. Não foi muita coisa, mas pelo menos consegui causar um pouco de impacto positivo no lugar.

Enfim amigos, fujam do derrotismo, fujam das ilusões, matem esse orgulho bobo e infantil de ser um fracassado sem futuro, tenha os pés no chão, planeje, busque ajuda, faça alianças, seja positivo e acima de tudo: TENTE uma vez, TENTE duas vezes, até conseguir um pouco de melhora mesmo que seja só um pouco, com o tempo, você consegue viver melhor e ajudar os outros.

Att Gerson Ravv









28 comentários:

  1. Texto de utilidade publica, mais uma vez meus parabens, acho que poderia acrescentar ao texto para as pessoas pararem de sofrer pelo que vê na TV, vejo muita gente sofrendo e com medo da vida, medo de arriscar pq viu na TV alguem que caiu em um golpe financeiro e ate gente q tem medo de passear ou se relacionar pq viu um caso assim na TV, absurdo, a TV faz um deserviço falando só de coisa ruim a maior parte do tempo, tem mta coisa boa acontecendo tambem mas nao da audiencia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Sideghx, você é um dos meus leitores mais fiéis, obrigado mesmo por acompanhar o blog! Você sempre será bem vindo aqui, pode ficar tranquilo que aqui não deixo mais haters poluirem ou insultar meus amigos! TV nem sei mais o que é isso, só assisto às vezes um documentário na TV paga.

      Excluir
    2. Todo dia eu entro aqui no blog pra ver se tem texto novo sou um leitor frequente aqui rs, parabens pelo seu trabalho, é um blog realista e não fica vendendo falsas ilusões financeiras ou pregando o ódio, a blogosfera ta ficando uma nojeira ultimamente e poucos blogs se salvam, pregam lucros faceis em bitcoin ou investimentos faceis que vão te deixar milhonario logo, ta cheio de picareta, tem outros que ficam falando só de mulher enfim, parecem nem viver no mesmo planeta que eu, seu blog é diferenciado por bater na tecla da vida real

      Excluir
  2. Parabéns pelo post. Desde do pobretao sou contra esse tipo de blog que so faz o cara ir mais fundo na bosta da vida dele, a luz no fim do tunel e nem tudo é se ferrar pra sempre e a IF=NADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A galera não sabe, mas tudo o que lemos, escrevemos ou ouvimos tem um impacto em nosso intelecto, ficar lendo insultos, ficar escrevendo insultos, tudo isso puxa o cara pra baixo com o tempo, Pobretão começou bem mas terminou muito ruim. Abraços amigo!

      Excluir
  3. devia divulgar esse texto nas escolas, parabéns Gersetta

    ResponderExcluir
  4. Muito bom
    Gostaria q houvesse Maia projetos com literatura classica
    Parabéns pela iniciativa

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Literatura é a base do intelecto coletivo de uma nação desenvolvida, infelizmente, aqui no Brasil, os pobres demais não conseguem acesso aos clássicos, ler muda vidas.

      Excluir
  5. Vou deixar como indicação uns vídeos do David Goggins, uma ótima inspiração para mudança da mentalidade:

    https://www.youtube.com/watch?v=PO2mtNKG2B0 - vídeo longo - tem mais de 30 min.

    https://www.youtube.com/watch?v=DCh5psFxBOc - vídeo curto - menos de 5 min.

    https://www.youtube.com/watch?v=Liuvv2pon8k - vídeo curto - tem menos de 3 min.

    https://www.youtube.com/watch?v=F64wrR7fXRk - vídeo curto - menos de 3 min.


    O canal é excelente, todos os vídeos são legendados, isso não excluí o dever de vocês aprenderem inglês.

    Anon que leu o texto e resolveu comentar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo compartilhamento de boas informações e mensagens de persistência amigo! Vou assistir os vídeos com certeza!

      Excluir
  6. ótima postagem. O negócio é correr atrás e parar de reclamar um pouco. No serviço público tem muito isso. abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Beto!Não adianta reclamar, temos que ir atrás da melhora, estou oficialmente rompendo com todos os blogs negativistas e fantasiosos da Blogosfera, a partir de hoje não comentarei em mais nenhum deles, estou numa nova ase da minha vida e não quer mais ter contato com negativismo, derrotismo e fantasias.

      Excluir
  7. Muito bom, Gerson! Realmente o negativismo que alguns blogs ostentam/ostentavam é muito prejudicial para os leitores, principalmente aqueles que tentam sair da fossa e acabam encontando apenas textos tóxicos... o Pobreta era, infelizmente, um exemplo disso. Sinceramente, espero que ele tenha mudado e evoluído...
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada a ver irmão.
      Pobretão foi um dos maiores incentivadores da blogosfera de finanças, ele era a favor dos investimentos, da calistenia e do vinagre de maça para a pele.
      O pessoal tinha inveja do Pobreta pelo sucesso do blog.
      O Pobretão era reclamão? Sim, ele era, principalmente quanto a sua própria vida, entretanto, ele era autêntico, muitos por aí se fingem de good vibes, mostram um padrão surreal, mas não tem nada, lembrando que apesar de ser reclamão, o Pobetão não ficava desestimulando o pessoal, só critica o Pobretão quem não o acompanhou desde o início.

      Excluir
    2. Muito incentivador mesmo: recomendava suicídio para quem ganhava pouco, só falava em se matar, postagens e comentários que eram considerados crimes virtuais, não moderava os anônimos que divulgavam links de páginas que estavam na mira da PF e entidades regulatórias, só falava em encher a cara com álcool, lenocínio, enfim, eu gostava exatamente do inicio do blog dele quando as postagens eram menos agressivas, principalmente quando ele focava em entrevistas de empregos e o universo do mundo corporativo, de resto, o blog era um LIXO, até em finanças, qualquer um familiarizado com investimentos via que as estratégias dele eram todas furadas. Abraços man, obrigado por comentar no blog.

      Excluir
    3. concordo, pobretão não entendia nada de finanças, só sabia fazer all in e beber

      Excluir
    4. Isso mesmo Mago, o Pobretão que me inspirou a ser blogueiro mas com o tempo, o blog dele ficou intragável, só atraia gente negativa, ele mesmo ficou tóxico, tanto que perdeu o blog.

      Excluir
  8. Gerson, mais uma notícia da série investi em criptomoedas/pirâmides e me fudi:

    “Eu confiava muito e agora estou em depressão, à base de remédios por causa dos R$ 100 mil que perdi na Unick.” - https://www.muquiranas.com/piramide-ruindo-pf-rastreia-dinheiro-unick-paraisos-fiscais/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tive um radar para falcatruas financeiras desde o tempo do "Boi Gordo" e do negócio das Avestruzes. É tipo um espelho: o cara ganacioso demais olha na cara do vigarista e se enxerga nele, assim acaba sendo depenado. Trágico.

      Excluir
  9. Gerson da dicas ai de investimentos man, fui demitido do emprego sem justa causa e estou com 70 mil, não tenho nem ideia do que fazer com essa grana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, vc tem que avaliar seu perfil e pretensões à longo, médio e curto prazo. Não tenho como indicar nada, mas se eu tivesse esse valor em mãos, investiria parte em OURO,parte em PRATA e aguardaria os próximos 2 meses para investir em ações nacionais comoditizadas.

      Excluir
  10. Legal Gerson, post muito bom.
    A humanidade em geral está se tornando tóxica, infelizmente.
    Mas que bom que você fez um post positivo, ler posts edificantes faz bem para a alma.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado anônimo, fico super feliz em saber que gostou do post! Ainda acredito na humanidade, estamos muito melhor que dez anos atrás.

      Excluir
  11. Parabéns pelo texto, Gerson!
    Realmente a época atual faz lembrar muito a virada da decada de 80 - governos Sarney e Collor : Recessão economica, pessimismo, todo mundo querendo ir embora do pais, etc.
    Acompanho o seu blog já a algum tempo, e vejo que a qualidade dos seus textos está cada vez melhor.
    Considero o seu blog um dos mais lúcidos da blogosfera.
    Continue assim, evoluindo, sempre...

    L. B. Meyer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu cara pelos elogios! Tento melhorar os textos, acho que são reflexos da minha trajetória, esse ano começou muito ruim pra mim mas agora está cada vez melhor. Show! Abraços amigo!!!

      Excluir
  12. Muito bom Gérson!! infelizmente eu não sou novo, mas tenho esses pensamentos negativos (hoje ainda são a maioria para mim), espero encontrar o equilibrio assim como você encontrou...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Stifler guerreiro! Com o tempo a gente aprende a controlar a negatividade e auto sabotagem. Você é da área educacional e sabe que conforme ficamos maduros, mais controle temos sobre nós mesmos. Abraços man!

      Excluir
  13. Esse texto parece que foi feito pra mim, tenho passado por um momento muito complicado nesses ultimos 2 meses. No iníco de maio eu estava fazendo a ultima renovação de contrato na empresa que eu estava estagiando, a empresa é muito boa porém não contrata ninguém , pois sofreu duros golpes finaceiros nesses últmos anos de crises e uma funcionária muito antiga de lá foi demitida em agosto.

    Final desse ano eu iria completar dois anos anos de estágio e teria que sair ao final do contrato, então em comecei a pesquisar alternativas do que fazer pra que eu podesse sair antes de acabar o contrato e assim não ficar sem ocupação.

    Na velha estratégia de atirar pra todo canto pra tentar acertar em algum lugar acabei acertando no mestrado aqui da universidade que me formei, conseguir ser aprovado e ainda ficar numa colocação que iria me garantir bolsa, fiquei muito feliz que meu salário aumentaria de 1000 reais do estágio para 1500 da bolsa de mestrado, além disso já estava muito descontente com meu estágio, pois além da falta de possibilidade de contratação eu fazia praticamente a mesma coisa todo dia, pois meus supervisores eram acomodados e não davam oportunidades pra os estagiários aprenderem coisas novas. foi aí então que não pensei duas vezes e pedi pra rescindirem meu contrato de estágio e me matriculei no mestrado. começava aí mais uma das decisões merdas da minha vida.

    Logo que começou as aulas já comecei a achar um porre logo de cara, além disso faço escola técnica a noite, pois o lixo da minha faculdade não me habilitou a entrar no mercado de trabalho(apesar de ser um curso de exatas aplicadas), ou seja, eu tinha aula o dia todo e comecei a me sentir um inútil, outra merda que fiz foi parceria com orientador de mestrado logo de cara mesma sem ter me sentado pra avaliar se eu realmente teria afinidade com o projeto de pesquisa.

    A semanas foram passando e eu fui percebendo que se ficasse no mestrado iria passar 2 longos anos fora do mercado de trabalho aprendendo coisas inúteis que só são viáveis no mundo fantasioso das pesquisas desenvolvidas no brasil e depois disso só restaria pra mim entrar no doutorado me tornando assim a figura do eterno estudante que vive sustentado por bolsa do governo e sem nenhum direito trabalhista vivendo a espera dos cada vez mais concorridos e excassos concursos para professor universitário.

    Depois de um mês no mestrado, falei com o meu orientador e a minha coordenadora e pedir pra me desvincular e nunca mais apareci nas aulas , lá no curso técnico surgiu um oportunidade de trabalho de carteira assinada na minha área e eu me candidatei a vaga, participei do processo seletivo e cheguei até a última etapa junto com outo cara, o foda é que nas duas primeiras etapas eles deram a resposta rapidinho, mas nessa última já vão fazer 10 dias que não tenho notícias e eu conheço o outro cara que chegou na última etapa e ele disse que também não ligaram pra ele.

    Faz 10 dias que vivo numa ansiedade tremenda, não consigo estudar , dormir e nem levar minha vida direito e apesar de ter um currículo bem melhor do que o outro cara e de ter indicação e tô me cagando de medo de não ficar com a vaga dado o meu histórico de falta de sorte na vida.

    Se eu não ficar com essa vaga não sei o que será da minha vida, não tenho mais o dinheiro do estágio e nem do mestrado e apesar de ter umas economias sei que não durarão pra sempre.

    A moral da história é que a situação tá feia, o mundo não é um lugar bom pra se viver, já passamos pelo auje da civilação humana e agora é só ladeira abaixo, quarta revolução industrial já tá aí pra dizimar empregos e o futuro será parecido com algo mostrado no filme Elysium. A maior contribuição que nós betas podemos fazer é não colocar filhos no mundo.

    ResponderExcluir

Obrigado por ler o blog! Obrigado por comentar! Show! Compre um dos meus ebooks na Amazon: "Merda Total!" e "Livro Supremo do Analista de Suporte". Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot