Rompendo com a blogosfera decadente - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Novidades:

Post Top Ad

28 de jul. de 2019

Rompendo com a blogosfera decadente

Olá amigos! Tudo bem? Eu estou ótimo! O segundo semestre começou com boas notícias pra mim: meus ebooks que pensei que não venderiam nenhum estão bem nas vendas, troquei a fiação da casa e agora tenho um sistema de rede elétrica moderno e seguro, consegui um acordo de prestação de serviços de 30 dias como consultor em TI temporário numa famosa Federal que vai terminar agora terça-feira e acredito que na quarta-feira já vou estar trabalhando em outro projeto em outro local!

Rompendo com a Blogosfera de 2019

A Blogosfera de 2019 já não é mais a mesma: mudou para pior.

Comecei a frequentar a blogosfera desde 2010 e de lá para cá venho notando um decaimento na qualidade dos blogs e principalmente, nos comentários e frequentadores: se antigamente a gente podia entabular uma conversa boa nos comentários das postagens, hoje está impossível tentar iniciar um debate produtivo nos blogs...

Hoje o que predomina são comentários carregados de ódio, negatividade, grande parte dos leitores sequer conseguem interpretar algumas poucas linhas de texto e distorcem tudo, muita babaquice, muita briga e falta de respeito com opiniões e relatos alheios.

Sinto saudades do tempo de ouro da Blogosfera de Finanças em que a regra era termos o perfeito equilíbrio entre blogueiros e comentaristas: tinha humor saudável, tinha debate produtivo, clima bom para trocar ideias e conhecimentos.

Lembro de como alguns blogs tiveram um IMPACTO POSITIVO muito grande na minha vida e que ajudaram e muito na minha formação como pessoa: Pobretão, Mestre dos Centavos, Mobral, Viver de Construção, Stifler Pobre, Pobre Sofredor, Seu Madruga, Mestre dos Dividendos, Corey, Uó, O Pobre Diabo, entre tantos outros blogs que eram verdadeiras UNIVERSIDADES.

Hoje, infelizmente temos blogueiros que não estão nem aí com a produção cultural de seus blogs,  apenas usam o anonimato para ofender, atacar e difamar os outros blogues e blogueiros.

Tomei a decisão de NÃO MAIS COMENTAR em mais nenhum blog e não manter mais na minha lista de blogs os links que direcionam meus visitantes para esses blogs, farei isso para proteger meus leitores dos comentaristas haters que estão em outros blogs cujos donos não moderam os comentários.

Xô! Sai fora odiento que não gosta de trabalhar, ler, ajudar os outros e não sabe dialogar. 


Já estou maduro o suficiente para saber que todo esse ódio que é destilado virtualmente de nada serve para quem busca uma vida mais equilibrada e mais produtiva apesar das adversidades da vida moderna. 

Imaginem um cara que está desempregado, nascido em uma comunidade carente que pesquisando numa lanhouse sobre finanças ou desenvolvimento pessoal acaba por cair em algum blog da blogosfera de finanças: ele decide postar algo para desabafar sobre sua vida difícil e pede dicas ou tenta iniciar um debate mas o pobre rapaz é detonado pelos haters de 2019 que não possuem empatia nenhuma por nada e ninguém. 

Novos rumos para o BLOCKCHAINSUPERTRADER.COM

Vou continuar com meu blog, só que com uma pegada mais voltada para a divulgação dos meus ebooks, assuntos relacionados aos investimentos que faço e principalmente, reflexões sobre o mundo do trabalho e as contradições resultantes nas relações entre as pessoas nas mais diversas situações.

Muita gente me fala: "Mas Gerson, porque você ainda insiste em querer trabalhar se recebe aluguéis e vende coisas na web?", a resposta é simples: posso sim parar de trabalhar que o dinheiro continua entrando nas minhas contas, mas aqui no Brasil, nessa economia capenga e instável, quem garante que minhas rendas vão continuar gerando o suficiente para eu viver até o fim dos meus dias? Já vi tanto disso aqui onde moro: o cara assim que consegue uma renda de um aluguel, ou uma grana preta de FGTS que vai parar num CDB, Tesouro ou Bovespa, ou uma micro birósca com um funcionário ou até uma aposentadoria conseguida por meios ilegais, o sujeito para de trabalhar e vive normalmente até o dia em que ocorre algum desastre e sua fonte de renda seca: preço do aluguel desaba, micro birósca fracassa, aposentadoria ilegal descoberta, ações na bolsa vão para análise judicial e por aí.  

Sei que as condições hoje de trabalho tanto CLT quanto CNPJ estão péssimas, mas mesmo assim AMO trabalhar, fui condicionado à gostar de trabalhar, gosto de resolver problemas, interagir com as pessoas, depois dos 35 anos deixei de ser introvertido, me libertei de um monte de complexos que tinha, abandonei um monte de preconceitos que eu tinha e passei a ver o mundo como de fato ele é, passei a valorizar as pessoas independente do ponto de vistas que elas tem ou hábitos que possuem, mas somente uma coisa eu não tolero: ser tolerante com quem vive para jogar espumas de ódio em cima dos outros, quem despreza o trabalho alheio e não ajuda os outros.

Enfim enfim amigos, vamos nos afastar dos odientos, dos que odeiam trabalhar mas gostam de dinheiro, vamos ficar bem longe dos que não gostam de ler, vamos nos afastar de quem não é humilde, saiam de perto de quem diz que a vida é somente ser jovem, fazer sexo toda hora, ter muito dinheiro e prazer ilimitado, viver com essa convicção deformada da vida gera frustrações terríveis nas nossas mentes: dessas frustrações nasce o ódio, tristeza e violência. 

Valorizem suas vidas, valorizem seus amigos, parentes e trabalhos, valorizem o trabalho dos outros, saibam dialogar com razão e ajudem os outros mesmo que você somente tenha para ajudar algumas palavras.

Gerson Ravv

29 comentários:

  1. As coisas encaminharam para a decadência da finansfera por vários fatores.
    Blogs não são mais interessantes em comparação à outras mídias. Temos podcasts, youtube e etc. que são muito mais práticas.
    As pessoas andam sem tempo coisas entediantes, tanto que inventaram audiolivros de 12 min.
    O conhecimento aprendido e/ou ensinado, estagnou. Não temos grandes novidades no mundo das finanças.
    Todos os investimentos esfriaram, não temos mais uma louca comunista no comando inflacionando tudo e pagando juros absurdos.

    Bem é isso, acho que tem mais alguns, mas não estou lembrado no momento.

    Só continuo meu blog, pois é bom para minha memória ter que ficar relembrando das merdas que passo na triste vida celetista. Obrigado pela lembrança!

    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, mas a leitura é fundamental para o desenvolvimento pessoal, por isso que hoje vemos gente em RH de empresas escrevendo: "EZAME MÉDICO". As novas gerações estão mais burras, perderam a capacidade de ler, interpretar textos e fazer exercícios lógicos e racionais mais complexos. É a geração decadente do audiovisual que engolem tudo sem questionamentos.

      Excluir
  2. Rapaz, qd não navego nos blogs mais, vez ou outra entro em algum como estou entrando agora. Acho que os blogs já não são um local mais eficiente para trocar informações com investidores, o Twitter está melhor neste sentido. Mas ainda continuam muito bom para ganhar dinheiro, nisto não posso reclamar.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Uó! Até tentei usar outras plataformas mas detestei todas elas, prefiro mesmo o formato do blog e realmente: dá uns rendimentos bons ainda!

      Excluir
  3. Gerson, já que tocou no ponto sobre ajudar aos inciantes me diga como você deixou de ser introvertido aos 35 anos detalhadamente.

    Tenho 24 anos, sou introvertido e gostaria de ler o seu relato para que talvez possa aplicar algo que funcionou com você e ver se funciona comigo também.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala mano, o primeiro passo que dei para o melhorar comportamento: procurei ajuda médica, fui em psicólogo e psiquiatra. Fiz testes com eles para ver qual o real problema e fui diagnosticado com Transtorno de Ansiedade Generalizada que estava provocando muito stress emocional que provocava síndrome do pânico. Mudei até minha dieta: cortei tudo que tinha cafeína, sal em excesso, até chocolate cortei e principalmente: troquei de emprego e voltei a praticar musculação. Depois de um ano já não precisei mais tomar medicamentos que amenizavam a ansiedade. O que ajudou muito foi analisar a relação que eu tinha com minha mãe: uma mulher muito autoritária e estressada ao extremo, depois que ela morreu mudei da água pro vinho: livre de suas críticas terríveis e olhares de reprovação consegui ser quem eu realmente era, coloquei pra fora minha criatividade reprimida, minha sexualidade, meu humor e hoje sou extrovertido! Olha como a relação dos pais influenciam nossas vidas! Rompi com todos os dogmas cristão sobre o corpo, sexo e vida, minha mãe era muito religiosa e apesar de não me forçar a seguir suas crenças mesmo assim eu sentia o peso de não seguir suas crenças e sua desaprovação sobre mim virava quase desprezo e ódios velados, disfarçado. A extroversão na maioria das vezes é resultado de baixo auto estima que por sua vez foi provocada por traumas ou relações ruins entre pais e filhos.

      Excluir
    2. ou seja, o que realmente te libertou foi morte da velha, kkkk
      Só não nos diga que você a matou gerson

      Excluir
    3. Claro que não, após a morte dela refleti muito sobre nossa relação, com a ajuda do psicanalista consegui me livrar de muita coisa pesada dentro de mim, parece bobagem, mas a opinião de mãe e pai tem um peso tremendo sob nos filhos, mesmo que a gente ignore e passe por cima, mesmo assim aquele olhar tá lá, aquele olhar pesado te fuzilando e destruindo por dentro sua mente. Minha mãe ficou órfã aos 3 anos de idade, não sabia lidar com a contrariedade alheia, ela não suportava ser questionada ou contrariada e eu desde pequeno questiono tudo e tento alterar tudo ao meu redor.

      Excluir
  4. Fala Gerson! Tem toda razão.

    Por isso decidi encerrar meu blog, vejo que a maioria das pessoas não querem melhorar e evoluir, só querem um ambiente onde possam "botar pra fora" seus pensamentos e frustrações esperando que um salvador melhores suas vidas do dia para noite e outros pior ainda já desistiram da sua vida e vivem para afundar os outros que querem sair do buraco, aquela velha história do caranguejo na panela rs.

    Se as pessoas do meio em que você está não querem evoluir, então o mais sensato é que você mude para o meio em as pessoas querem não é verdade?

    Dito isso estou participando de grupos de empreendedorismo e mercado de capitais.

    Tinha muito conhecimento para passar apesar de ser um iniciante, porém as pessoas não querem isso.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, acho que você errou o seu nicho no início, pois procurou lugares negativos para divulgar o blog, a blogosfera é ampla e você errou ao achar que alguns lugares são "bem movimentados".
      Você poderia ter continuado, era só filtrar melhor, moderar os comentários por um tempo, isso afasta os haters e continuar postando.
      Enfim, o blog é seu, postar ou não é uma decisão sua.

      Excluir
    2. Gostava muito do seu blog Gordon, era um que eu lia tudo. Tem dia que dá vontade de fechar o blog mesmo pois é cada comentário absurdo que recebo! Mando direto pro spam e lixeira.

      Excluir
  5. Porra Gerson falou tudo! No blog do PD os caras só falam em mulher o tempo todo. Os caras estão fudidos financeiramente a ponto de ameaçar sua sobrevivência e só pensam em agradar mulher e ser bonitos.
    Porra! Eu não sou viado, eu gosto de mulher também só que tem haver as prioridades não adianta sair como cavalo desgovernado, a sobrevivência em primeiro lugar.
    Primeiro tenha uma fonte de renda e uma lugar para morar que seja seu e aí começamos a conversar sobre mulher que te ajude a crescer pessoal e financeiramente ainda que seja rara, ou que pelo menos financeiramente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto muito do blog do Pedezão, ainda bem que ele passou a moderar os discursos de ódio lá. Sexo é ótimo mas realmente, um cara que nem sabe se vai ter o que comer no café da manhã do outro dia, ficar pensando só em sexo ou ficar se comparando com quem está em situação melhor, só derruba mais ainda a força de vontade, o cara fica estagnado.

      Excluir
  6. Gerson, a internet esta surreal, pessoas compartilham muitas inverdades, teoria da terra plana com muitos seguidores, fake news sem fim e comentarios cheios de odio, sinceramente a internet não é mais saudavel, não só a blogosfera, o que você disse em seu relato é o que esta acontecendo em toda a internet, redes sociais então nem se fala muito toxicas, se não fosse alguns contatos eu já teria deletado tudo.

    PS: espero um dia ser menos introvertido e estar menos na lama, tenho 26 anos, parabens ai por suas conquistas e superações, espero até os 30 ou 35 me livrar de certas correntes que me aprisionam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa onda de ódio que tomou conta da internet mundial é surreal. Nunca imaginei que um dia a web seria palco pra malucos e extremistas, o pior é ver pessoas "normais" se identificando com discursos de ódio e desinformação. Persista no bom caminho, faça caridade e ajude sempre, você vai ver que a vida fica mais suava quando ajudamos quem está em dificuldades.

      Excluir
  7. Você deveria criar um sistema de coaching ou de consultoria pessoal, com sua vasta experiencia acredito que você ajudaria muitos caras, você sempre que possivel responde os comentarios aqui com conselhos muito sabios e REALISTAS com até mesmo dica de desenvolvimento pessoal de acordo com a realidade, ao contrario de muitos coach por ai que pregam um mundo de ilusão, já pensou nisso? você se daria muito bem tenho certeza eu com certeza iria querer e participaria, Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo incentivo man, mas sei lá, ainda não é o momento, preciso melhorar algumas coisas em mim. Infelizmente eu também percebi isso: esses coachs modernosos são todos uns picaretas, não possuem empatia nenhuma com quem fracassou ou nasceu em pobreza extrema. Principalmente esses sabichões de investimentos, não suporto um minuto de ver aqueles vídeos deles, pra mim que tenho raízes na miséria extrema, esses discursinhos com cheiro de chiclete feitos sob medida para uma classe média medíocre e tosca não me seduzem, um dia vou sair pelo mundo prestando consultoria gratuita para pessoas vulneráveis e pobres de verdade que precisam de um incentivo real em suas vidas.

      Excluir
  8. Olá Gerson!

    Mais pra frente você poderia explicar como vc tem vendido seus ebooks?
    Eles são vendidos no formato digital ou impresso?
    São vendidos pela Amazon? Como é esse processo?

    Vc só divulga eles por aqui?
    Para cada venda que vc faz, vc precisa de quantos visitantes?

    Como vc escreve bem, vc poderia abordar o processo de venda dos seus ebooks em futuros posts e textos.
    Já faz tempo que leio seu blog, mas acho que nunca tinha comentado.

    Abraços e continue seu trabalho.
    Vc leva jeito com as palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Ótima sugestão, pode deixar que em breve falarei sobre minhas experiências e aventuras como "escritor" na Amazon! Obrigado pelo elogio man!

      Excluir
  9. a finasfera deve ser deprimente para o brasileiro comum

    não tem jeito: em um país de analfabetos, tudo que envolve escrita e raciocínio vai ser um sempre um produto para a elite

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil, a galera a cada 4 anos fica mais lenta, não sabem pensar direito. Sei lá, geração Netflix: só sabem engolir imagens e sons, não processam nada.

      Excluir
  10. Gerseta apareceu um estágio pra mim, mas eu trabalho em um emprego fixo de recepcionista que paga uma merreca mas é fixo, com essa onda de desemprego vc acha q é um bom negócio ainda assim trocar emprego por estágio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o estágio é de atividades pertinentes ao seu curso ou formação, não pense duas vezes em pegar. Nada mais triste que um formado que nunca trabalhou ou estagiou em sua área de formação. Cansei de ver bacharéis em direito morrendo em suas baias de telemarketing pq rejeitaram estágios que pagavam menos da metade que o salário de um operador de telemarketing e por isso, após se formarem amargam e se lamentam até hoje por isso: nunca conseguiram uma vaga CLT por falta de estágio. Se eu não tivesse agarrado um estágio em TI que pagava uma bolsa miserável eu estaria até hoje em subemprego de atividades simples e mal remuneradas.

      Excluir
  11. É triste. Cheguei agora. É e dificil para mim nao ser um troll pois vivi uma vida de merda. E os haters sebdo hatesl. Principalmente no pd. Sao idiotas no cio que merecem isso.

    ResponderExcluir
  12. Eu já tive um blog onde contava muitos aspectos da minha vida difícil, mas excluí por medo da questão de privacidade e também estava recebendo ataques de haters - eu moderava os comentários mais era impossível. Era 1 comentário e 10 spams, decidi excluir.

    Nunca fui da linha "realística" da blogosfera, porque foi justamente em blogs desse segmento - incluindo o Vida Ruim de Pobre - que esses haters extremistas e odiosos surgiram e ganharam força. Esses blogs são muito deterministas, e realmente um jovem de periferia/interior que quer crescer ter acesso a esse material, se ele não for forte, ou vai desistir (depressão/suicídio), ou vai virar um hater igual a eles, destilando ódio pelos cantos.

    Vivemos em uma era difícil, de um lado o abstracionismo e a desconstrução progressista que vai de encontro à ordem natural das coisas, do outro, o ódio e o analfabetismo funcional da nova direita, onde nada é mais verdadeiro que uma fake news de grupo de WhatsApp.

    Acho que a tecnologia estava na medida ideal entre 1991-2009, tanto que essa foi a melhor época para muitos. O excesso dela imbecilizou as pessoas, onde tudo é "lacrar" ou destilar ódio virtualmente. Por isso vivo ao máximo que posso sem precisar de rede social, etc, e minha saúde mental está bem melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, anônimo, a tecnologia estava "ideal" nos anos 90 e até mais ou menos 2005, na minha opinião. A explosão de smartphones e das redes sociais está contribuindo para imbecilizar as pessoas - por exemplo, muita gente não aguenta ler textos de mais de um parágrafo por que são viciadas em twitter e em facebook... Lamentável

      Excluir
  13. Isso aí, Gerson, temos que nos afastar dos haters. A vida já é dura, então para quê procurar papo com pessoas tão negativas? Continue com o blog!
    Forte abraço!

    ResponderExcluir

Obrigado por ler o blog! Obrigado por comentar! Show! Compre um dos meus ebooks na Amazon: "Merda Total!" e "Livro Supremo do Analista de Suporte". Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot