A coisa tá feia em São Paulo! A ilusão de ser micro-empreendedor regular ou irregular - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

17 de abr de 2019

A coisa tá feia em São Paulo! A ilusão de ser micro-empreendedor regular ou irregular

Reflexo da crise financeira em pessoas que moram na periferia de São Paulo


Olá amigos, tudo bem? Hoje vou relatar minhas impressões sobre a crise e seu reflexo nos habitantes da minha cidade São Paulo.

A coisa aqui tá feia amigos! Nunca vi tanta gente desempregada ou subempregada como agora, parece que vivemos um apocalipse financeiro.

Por dia atendo mais de 10 pessoas na porta de casa tentando me vender alguma coisa. Muita gente desempregada vendendo pães feitos em casa, bolachas, doces, brigadeiros, cocadas e entre outras coisas e todas desanimadas, ás vezes converso com algumas delas e o papo é sempre o mesmo: perdeu o emprego, acabou o seguro desemprego, vendeu o carro e já acabou o dinheiro e não conseguem emprego, a maioria confessa que tem dias que não vende uma única coisa sequer, a concorrência  além de alta somando a crise quase ninguém compra nada na porta de casa.

Pior quando andamos de ônibus: é tanto vendedor que entra no busão que tem vez que entram até 4 de uma vez nas paradas de ônibus, falam todos ao mesmo tempo, ninguém presta mais atenção pra eles e saem sem vender nada, nos trens é a mesma coisa, os marretas chegam em grupos de 5, brigam entre eles mesmo e não vendem nada.


Brasil: campeão mundial em desigualdade social e planos de expansão da classe pobre


Como é triste ver nosso povo sendo preso nos trens e ônibus: a polícia entra no trem metendo a borrachada nos marretas, tomam as mercadorias e a grana deles e atrás o delegado algemando todo mundo e levando pro camburão. Cena muito comum de ver lá nas Estações da Lapa, Barra Funda entre outras.

Nos sinais (farol ou sinaleira) ocorre o mesmo: a guarda civil chega sem aviso, toma os carrinhos e  mercadorias da galera, o que é alimento jogam dentro de tambores e despejam água sanitária e sabão em cima, são quilos e mais quilos de espetinhos de carne, hot dogs,  milho cozido, batata frita entre outros alimentos indo pro lixo temperados com produtos químicos, parte o coração ver isso. 

A galera só quer trabalhar, a maioria não formaliza porque ou são analfabetos ou são apenas subempregados dos donos dos carrinhos e mercadorias.

Pagando para trabalhar e ficando cada vez mais pobres...


Mas quem está formalizado também está passando dificuldades, converso com meus inquilinos e vizinhos que possuem comércios como MEI ou CNPJ e eles me relatam que realmente o faturamento mensal vem caindo desde dezembro de 2018 e que só piora, por enquanto ainda conseguem manter as contas em dia mas não sabem até quando, estão rezando para a situação da economia mudar logo. Estão trabalhando somente para pagar as contas e repor o estoque, não sobra nada para eles acumular ou investir, qualquer semelhança com o regime CLT não é mera coincidência.

Tenho uma colega da faculdade de Letras (minha primeira graduação), que como nunca conseguiu passar no concurso de professor do estado, agora vende brigadeiros gourmet na rua, ela me confessa que é um porre, ela diz que no começo era até legal, já se via como grande empresaria que iria estourar e abrir franquias mas que com o passar do tempo, viu que era apensa ilusão, nas palavras dela mesma: 

"Sei lá, com o tempo você fica manjada, a novidade que você vende ninguém mais se interessa, todo dia aparece mais gente vendendo também, você tem que ir cada vez mais longe para vender uma meia dúzia de brigadeiro, ao passar nos pontos que antes você vendia bem as pessoas já te sacam de longe e se escondem, tipo, lá vem a chata dos brigadeiros, dá um desânimo, e com essa crise todo mundo pensa 5 vezes antes de enfiar  a mão no bolso para comprar alguma coisa por mais barato que seja, não sei mais o que fazer Gerson.".

Aqui no bairro localizado na Zona Sul de São Paulo, de noite antes da coleta de lixo passar, um exército de gente perambula pelas ruas revirando os sacos e sacolas de lixo que deixamos em frente de nossas casas, muitos casais jovens que moravam de aluguel mas que perderam os empregos recentemente e alguns idosos. 

Dias desses vi dois idosos que eram gerentes na empresa em que minha mãe trabalhou, vi os dois catando papelão e latinhas nas portas dos comércios aqui do bairro, lembro que eles trocavam de carro todo ano e moravam na melhor parte do bairro, hoje parecem indigentes. O belo sobrado deles no passado hoje está quase em ruínas.

Enfim, triste demais ver isso amigos, a coisa está tão feia aqui que até os pancadões de funk não fazem mais por falta de dinheiro, os babacas que ficavam aqui nas ruas fazendo barulho com pipoco de escapamentos de motos também sumiram, com o preço da gasolina lá no alto esses garotos que são motoboys durante os dias úteis, pensam duas vezes antes de sair por aí gastando gasolina cara em sua motos velhas.

E na cidade de vocês, como está a situação financeira? 

Att Gerson Ravv



56 comentários:

  1. Então Gerson.

    O ano de 2019 começou muito bem aqui na minha região, percebi um certo otimismo geral por parte de todos, pessoas investindo e fazendo planos para o decorrer do ano, mas isso foi em janeiro. Essa animação creio ter durado somente até Fevereiro, depois voltamos para a realidade.

    Nunca gostei de pessimismo, odeio na verdade. Mas tenho que confessar que também estou tendo essa mesma visão que você, parece que NÃO TEM EMPREGOS ! ta tudo muito parado , nem sei como algumas pessoas estão sobrevivendo.

    A verdade que esse corte de gastos do governo será bom para e economia futuramente, mas isso terá uma reflexo pesado na sociedade. Visto que esse dinheiro estaria sendo injetado na economia, mas agora está sendo segurado para "pagar contas" . Só o meu estado já economizou 95milhões esse ano.

    Enfim, confio nesse novo governo, acredito que as coisas ainda irão melhorar, mas a verdade que o remédio amargo está sendo tomado agora e não tem pra onde correr. E o pior de tudo é a midía jogando totalmente contra e fazendo a cabeça da maioria da população gerando pessimismo e obviamente todos se "segurando" . Colocamos ainda na calculadora que dependemos de vários engravatados chamados de "politicos" para alguma coisa acontecer de verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O corte de gastos do governo tem impacto positivo na economia. O governo não cria dinheiro do nada. O que ele gasta, ou vem de impostos ou vem de dívida que mais cedo ou mai tarde deverá ser paga. Menos dinheiro na mão do governo, é mais dinheiro na mão das pessoas e das empresas. Só muda a forma como é distribuido o bolo. Então, não se deve cair nesse argumento de que o governo deixando de gastar vai ter impacto negativo na economia. Pelo contrário, o gasto das famílias e empresas tende a ser muito melhor alocado que o gasto governamental. Esse argumento de gasto público é que move a economia que nos jogou nesse buraco.

      Excluir
    2. Espero que as coisas melhorem rápido, sempre fui otimista mas dessa vez sei lá, percebo uma apatia geral, nem fazem mais festas aqui no bairro.

      Excluir
    3. Gerson, tudo bem? Vc já está procurando emprego? Ou ainda está se desintoxicando do mundo corporativo? Abraço do RJ

      Excluir
    4. Estou sendo chamado por algumas empresas, mas a coisa tá feia: só salários baixos, falam na cara que vai ter dupla função, outros nem escondem que só podem contratar gente até os 27 anos, gestores de 20 e poucos anos ganhando mil e quinhentos reais me entrevistando (tenho 41), enfim, assim fica difícil eu me animar a voltar ao mundo corporativo, gosto muito de trabalhar mas nessas condições não dá.

      Excluir
    5. O cara é gestor e só ganha 1.500? Quanto querem te pagar? Um salário mínimo? Foda cara, mas siga em frente! Abraço do RJ.

      Excluir
    6. Pois é man, aqui em SP estão colocando moleques pra ser coordenador e gestor em empresas de TI e ganham no máximo 2 mil reais. Daí caras como eu com 41 anos e 20 de experiência vão na entrevista e somos descartados: da pra sentir o cheiro de medo dos pobres rapazes "gestores".

      Excluir
  2. Também percebi um aumento no número de ambulantes nos ônibus. Principalmente do pessoal que vende a "pomada para massagem".
    Falando um pouco mais sério, percebi também um grande aumento no número de mulheres e idosos fazendo Uber. EU pego Uber todo dia e percebi isso. Algumas mulheres me falaram que é por causa do desemprego. E parece que está feio mesmo. Nunca espero mais do que 3 minutos por um Uber, tamanho deve ser o número de pessoas que partiram pra essa.
    No mais, me dá um certo constrangimento, pois é difícil ter abundância de dinheiro (e falo isso sem o mínimo de orgulho, apenas como um balizador comparativo da minha situação) no meio de pessoas necessitadas.
    De certa forma, me dá até uma certa "raiva" das pessoas, pois como estas mesmas pessoas puderam votar e eleger seres como Quércia, Garotinho, Erundina, Maluf, Pitta, Aécio, Tarso Genro, Collor, Renan Calheiros, Lula e Dilma e tantos outros desgraçados, durante anos a fio. Desculpe entrar em política, mas o Brasil era para ser um país riquíssimo. O próprio povo ferra com si mesmo.
    No mais, grande abraço e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, ambulantes como agora eu nunca tinha visto nessa quantidade, se antigamente eram só os pé inchado que marretavam nos ônibus e faróis, hoje vemos gente formado e até com pós graduação vendendo coisas pelas ruas, na Avenida Paulista conheço vários assim. Sobre eleições essas culpas eu não carrego, nunca votei nessas tranqueiras e não votarei nunca nesses lixos.

      Excluir
  3. A questão de emprego estar diminuindo não tem mais volta.
    No mundo todo o número de empregos está diminuindo. Então, não é culpa do pt, psl, mdb ou outro político qualquer.
    Isso é uma tendência mundial. Vai haver cada vez menos emprego.
    Aí nego diz: a reforma trabalhista não iria gerar empregos?
    Não. A reforma trabalhista visa tão somente diminuir o aumento do desemprego. É uma tentativa de frear o desemprego que está rolando morro abaixo.

    Não sei realmente o que será o futuro de meus filhos, por exemplo.
    Eu sou servidor público federal bem remunerado. Trabalho em casa. Sem stress algum.
    No entanto, isso vai diminuir também. Quem entrou, entrou, agora vai ser super difícil entrar.
    E fode mais o comércio em geral, visto que servidor público têm dinheiro para circular no comércio, mas parece que haverá uma boa diminuição no número de servidores.

    Eu, se não fosse servidor público, iria para os EUA. Legalmente, of course. Pelo menos lá, com um emprego meia boca vc já consegue o mínimo para viver decentemente.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. às vezes fico preocupado com pessoas insistindo frequentemente em concurso público. Conheço 2 mulheres que estão há 5 anos estudando para concurso federal e nada de ser chamado. Eu perdi totalmente o tesao. Melhor a pessoa se especializar em algo, ser bom nisso e vender seu peixe a ficar horas e horas estudando para algo que não sabemos ao certo.

      Muitos alegam que o corte dos concursos federais seriam somente do Poder Executivo, mas o que vejo nos outros 2 poderes é diferente. Falta de caixa, crise... podem abrir concurso, contudo a certeza é que não chamarão como fizeram no período áúreo estatal de 2009 a 2013

      Excluir
    2. Não concordo com essa de "tendência mundial" , acredito que você deve estar falando de tecnologia , robôs e etc. A verdade que a maioria dos países desenvolvidos estão com taxas baixíssimas de desemprego. Acredito que o problema do Brasil é a falta de dinheiro mesmo, não tem incentivos , ninguém está construindo , fábricas não estão abrindo e o governo fechou a torneira. Enfim..

      Excluir
    3. Qual a sua fonte Peão Playboy? Países como Espanha, França e Itália que são desenvolvidos estão passando por uma recessão fodida e os jovens por lá estão desempregados. Nos EUA há uma bolha gigantesca de financiamentos estudantis com pessoas que se formam e não conseguem empregos que no imaginário deles constituíam o sonho americano. Você está confundido o poder de compra superior que eles tem nesses países com a questão de haver muitos empregos. Nesses países com o salário mínimo você consegue viver "bem" se for comparar com países emergentes e o terceiro mundo, ou seja se tem uma melhor qualidade de vida por que o serviços públicos funcionam e o custo para morar é menor para quem nasce nesses países em relação as pessoas de países emergentes. Não confunda as coisas.

      Libertador Anônimo

      Excluir
    4. Você pegou os países mais lixosos do primeiro mundo, que são os países latinos do sul da Europa. Se você ver Alemanha,Inglaterra,Japão e Holanda estão com taxa de desemprego baixíssimas, entre 2~5%,então a automatização não tem nada a ver com o problema do país. O Brasil mal produz tecnologia, o que importa sai caro e esse papo de automatização está sendo falado nos países ricos recentemente, o problema do Bostil é econômico mesmo, a crise pegou pesado todo mundo. Fico pensando no futuro,se nada for feito,seremos um país de idosos miseráveis.

      Excluir
    5. Meu DEUS esses caras vivem no mundo da lua.


      A maioria dos empregos criados são de baixa remuneração e pessimo custo beneficio.


      Os caras trabalham muito e ganham pouco a maioria precisa de ajuda governamental pra viver.


      https://epoca.globo.com/mundo/noticia/2018/06/desemprego-baixo-nos-eua-esconde-aumento-do-numero-de-trabalhadores-que-vivem-em-condicoes-precarias.html


      O que reserva pra esses países de primeiro são empregos lixosos, baixa remuneração salarial, custo de vida alto, endividamento aumentando e etc.


      A automatização veio pra arrebentar com tudo.

      Excluir
    6. Não existe isso de tendência mundial de diminuição de empregos ou automação tomando empregos humanos, o que existe é uma grande especulação financeira que drena o capital que deveria ser usado na produção de bens e artigos, para que ter o trabalho de construir uma fábrica se o cara pode investir seus milhões em ações de algum banco? Não há falta de trabalho, há falta de uma distribuição racional do capital.

      Excluir
  4. Aqui no meu Estado as coisas estão cada dia pior. Não só de fora.. Meu pai, por exemplo, teve um comercio de 1998 a 2018. Não deu conta de pagar tantos impostos e quebrou. Atualmente está parado, com uns 30k na conta sem saber o que fazer, com 64 anos. Está aguardando ano que vem para se aposentar.

    Em casa, eu e minha mãe estamos segurando as pontas (somos servidores públicos). Se fosse só uma pessoa com emprego lá em casa a situação seria devastadora. Estou buscando novas fontes de renda, pois a tendencia é piorar cada vez mais a ala do funcionalismo e olha que eu e minha mãe somos do baixo escalao (ganhamos de 3 a 4k).

    "Eu sou servidor público federal bem remunerado. Trabalho em casa. Sem stress algum.
    No entanto, isso vai diminuir também. Quem entrou, entrou, agora vai ser super difícil entrar.
    E fode mais o comércio em geral, visto que servidor público têm dinheiro para circular no comércio, mas parece que haverá uma boa diminuição no número de servidores."

    Concordo plenamente com o Anon de cima. Quem entrou, entrou no serviço público, quem n entrou vai ser mais complicado. A tendência é vermos muitos cursinhos quebrarem. Fico preocupado com a próxima geração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concursos já eram, aqui em SP quando abre algum além de poucas vagas já estão até pedindo experiência anterior na função. Com esse corte que o governo federal vai fazer prevejo empresas voltadas para concurseiros quebrando juntamente com gráficas que fazem apostilas e sites.

      Excluir
  5. Lembro de 2010 na eleição da dilma(anta), que eu sabia e falava pra mim mesmo. “Tenho que ir embora do brasil, por que essa gente vai acabar com o que resta aqui”. E não deu outra, esse povo assaltou o brasil e levou até a esperança do povo. E o pior é que eu vi acontecer isso diante dos meus olhos como contador, pois trabalhei como escravo pra essa gente roubar o brasil através de impostos. Em 10 anos eles aumentaram a arrecadação em 70% através de seus programas de controles como a nota fiscal eletrônica e sped´s da vida. Isso foi confidenciado por pessoas da receita federal em um curso que fiz um dia. Eles conseguiram arrecadar muitooo dinheiro através de impostos, mas segundo palavras de auditores da receita federal, ninguém sabe onde foi parar o dinheiro. “Na verdade todos nós sabemos”, disse um deles.
    O problema é que não fui embora do Brasil e agora vejo um país que por mais boa vontade que tenham certas pessoas do governo como, por exemplo, Sergio moro (grande pessoa), isto aqui vai uns 20 anos para começar a sair da lama, de tão grande que foi o rombo. De 40% da população mamando em tetas, a luladrão e seus 20 trilhões desviados, até colocar toda essa gente trabalhar de novo e girar o dinheiro por aqui novamente, não vejo um curto ou médio prazo de esperanças infelizmente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sertanejo Petista comedor de mamães e esposas de bolsominios babacas20 de abril de 2019 05:34

      Sergio Moro é um farsante entreguista.


      Lula roubou 20 trilhoes? Só um asno bolsominion mesmo.


      Quer saber onde vai parar seu imposto? Pergunte aos juros da divida

      Excluir
    2. O problema é que as pessoas que deixam de ser alienadas de um lado são alienadas do outro eu fico puto com isso, odeio ter que escolher o Time Lula Livre ou #Bolsonaro2022 , pra mim os dois são uns lixos, Lula roubou sim e muito não era inocente, até a alta cupula do partido sabia o que rolava e ele não? não seja inocente tem provas, já o coiso bozonaro é corrupto, a corrupção dele só não chega na casa de bilhão porque ele era do baixo clero politico mas sempre racista, homofobico de um preconceito absurdo, e tambem corrupto defensor de milicias, ridiculo é você estar certo sobre o Bolsonaro e se alienar com toda corrupção de lula

      Excluir
    3. O problema não é partido X ou partido Y, o grande problema agora é essas ideias fracas de bater continência pra bandeira de gringo e conceder favores de graça pra americano sem levar nada em troca, já não bastou o lixo do PT dando dinheiro pra Cuba e Venezuela agora vem esse lunático do PSL lamber bolas de americanos e israelenses sionistas...

      Excluir
    4. Nobre anon 05:34 comedor de capim, você é mais um dos asnos que foram criados nesses terríveis anos que passamos, mais uma mamador de tetas do governo.
      Você não sabe nem o que são juros, e se soubesse entenderia que os juros da divida aumentaram porque os jumentos que estavam no poder cometeram todos os erros que poderiam ser cometidos por um governo em termos de finanças e decisões, pois estavam somente preocupados com os seus interesses/ideologias. E sim eu sei o que estou falando, por que diferente de você que estava vomitando bostas dentro de um quarto, eu estava trabalhando. 20 trilhões é o que a gente sabe, mas pior que isso é ver gente como você que bate palma e acha lindo, seria síndrome de Estocolmo?
      E não, não acho que Bolsonaro seja santo, porem não esperem que jesus cristo venha governar o brasil tão cedo...pois acho que é isso que alguns esperam.

      Excluir
  6. Olá Gerson,

    O que você falou está igual aqui em brasília. Nada a acrescentar.
    O problema também é que o povo ainda continua votando em políticos corruptos. E com isso a maioria acaba se ferrando.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinceramente não vejo nada disso em Brasília, talvez por não frequentar a "quebrada".

      O que vejo, FUNCAS esbanjando dinheiro a torto e a direito. A casta do poderes Executivo, Judiciário e Legislativo segue a vida a todo vapor. São o 1% da população.

      Se o problema do Brasa fosse corrupção...o buraco é mais embaixo.

      O PROBLEMA AQUI: AMBIENTE DE NEGÓCIO é terrível. Isso para não mencionar a cultura da pobreza, Brasileiro Mediano é o povo mais vagabundo e acomodado que existe. Pegue um Brazuca mediano e um americano mediano, a um abismo entre os dois.

      Anôn que vive no submundo do empreendedorismo

      Excluir
    2. Olá Anônimo,

      Passe na rodoviária do Plano Piloto ou ande de metrô que você vai ver isso. Eu vou e volto do meu trabalho de metrô e está cheio de gente pedindo e vendendo coisas no metrô. Já na rodoviária e fora das estações do está cheio de vendedores.
      Eu mesmo moro em lugar bom aqui em BSB e não é "quebrada".

      Excluir
    3. Sempre ouvi falar bem de Brasilia (menos do clima seco e poeirento), mas infelizmente é isso, nós brasileiros não sabemos votar, não sabemos pesquisar o passado dos candidatos, votamos só com a emoção.

      Excluir
  7. Eu sou uma dessas pessoas fudidas em SP, eu tento tento, faço de tudo e minha vida não avança, vontade de morrer desistir de tudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma man, vai melhorar sim, pode acreditar, sobrevivi aos tempos sombrios de inflação galopante dos planos cruzados do Sarney e ao bloqueio de contas poupança do Collor. Não desista, uma hora conseguimos receber o resultado dos nossos esforços. Abraços man.

      Excluir
  8. Gerson, realmente a coisa tá feia. No transporte público e nas praças da minha cidade, além dos vendedores ambulantes de doce, água, sacolé, etc., está aumentando o número de músicos, poetas e dançarinos. Eu colaboro sempre que posso, e tenho dado preferência a comprar doces pequenos, tipo balas e paçocas, com esses vendedores ambulantes.
    O caso da sua colega vendedora de brigadeiro realmente é triste. Imagino que seja um porre ficar na rua o dia inteiro tentando vender doce. Sei lá, se eu fosse ela, além de tentar mudar de ponto, eu tentaria aumentar a variedade de doces e criaria perfis da empresa nas rede sociais, para tentar entrar no nicho de fazer doce para festas sob encomenda. Eu tenho mais de um conhecido que ganha a vida fazendo salgados sob encomenda para festas. É uma ideia.

    Vou fazer um post inspirado no seu. Forte abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, na estação Lapa o negócio é feio! Os marretas brigam entre eles de porrada e paulada. Vender mercadorias é um dos trabalhos mais difíceis do mundo, tirando os entorpecentes pois os viciados vem atrás comprar implorando por uma dose não importando o preço.

      Excluir
  9. Inacio de Loyola Brandão já havia previsto tudo isso em seu livro "Não verás país nenhum". No livro ele dizia que o único caminho para as mulheres seria a prostituição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá quase isso mesmo, conheço atendentes de loja de shopping que não ganham comissão e muito menos hora extra em dinheiro, algumas para não morrer de fome com seus filhos fazem programa nas ruas e vintões do centrão de SP, geralmente são mães solteiras ou o marido vive desempregado, a maioria é linda mas não conseguem empregos que paguem mais do que um salário minimo ou um salário e meio, muitas com graduação completa em alguma área sem demanda no momento por profissionais. É foda ver isso, gente jovem, inteligente e formada tendo que pagar boquete e dar o rabo pra poder viver.

      Excluir
    2. Caralho Gerson, sério que você viu uma pessoa específica de loja de shopping fazendo programa?

      Quanto a mulher dos brigadeiros, só dou risada kkkk

      E sai dessa de sionistas. Negócio é virar brother dos EUA.

      Excluir
  10. A situação aqui em São Paulo está feia mesmo, Gerson.
    Eu costumo pegar os trens da linha esmeralda (Grajaú-Osasco) e diamante (Itapevi-Julio Prestes), e de vez em quando a linha Brás-Ribeirão Pires.
    Sem sombra de dúvidas a pior é a linha diamante. Houve um aumento sensivel de ambulantes no chamado "shopping trem".
    Ás vezes tem mais ambulante que passageiro no vagão. Eles ficam brigando pra ver quem grita mais alto, e a coisa piora quando chega a estação final, e a gente tem que encarar os "nóia" da cracolandia.
    Creio que devemos boa parte dessa desgraça ao (des)governo da dilmanta, responsável pela maior recessão da historia.
    Somado a isso há a crônica falta de qualificação do trabalhador médio brasileiro, eternamente condenado a bicos e sub-empregos pra se manter vivo.

    L. B. Meyer

    ResponderExcluir
  11. A situação tá caótica. Hoje mesmo um colega de trabalho estava comentando em tom de lamento, o filho se formou em medicina veterinária, fez mestrado e está desempregado, vendendo geladinho (sacolé). O outro filho é terceirizado numa repartição pública, ganha menos de 2 sm. E a mulher dele está desempregada desde 2015.
    Ele tem mais de 40 anos de serviço. Disse que está contando as horas pra aposentar, mas não sai por causas das perdas financeiras e não sabe quando a situação irá melhorar.

    ResponderExcluir
  12. Gerson, aqui na minha região (Eixo Caucaia-Fortaleza, no Ceará) algumas coisas mudaram pra melhor, infelizmente quase nada para o povo pobre, mas já é alguma coisa.

    Melhoria: o ex-prefeito da Caucaia começou a ser investigado por corrupção, desvio de dinheiro e de favorecer empresas em licitações:

    https://g1.globo.com/ce/ceara/noticia/2019/04/05/pf-cumpre-8-mandados-de-prisao-contra-grupo-suspeito-de-fraudar-licitacoes-milionarias-na-prefeitura-de-caucaia-no-ceara.ghtml

    https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/editorias/seguranca/operacao-afiusas-empresa-investigada-movimentou-r-338-milhoes-em-seis-anos-1.2084011

    Espero que esse canalha pague tudo na prisão, porque ele é médico, e nesses 2 mandatos não investiu quase nada no hospital municipal.

    O prefeito atual é tão ruim quanto: ele não renovou vários contratos com clínicas de fisioterapia que muita gente pobre fazia as consultas, e ainda por cima quer fechar a ala pediátrica do hospital (que atende muita gente necessitada) por questões de "gastos excessivos". Ainda fica segurando um dinheiro que é pros professores da Caucaia, tá com 1 ano já.

    Outros pontos ruins é que o trecho CE-085 junto com a BR-222, o trajeto Caucaia->Fortaleza, tá completamente destruído. O que era asfalto virou buraco, em tudo o que é faixa de rodagem. O trânsito em si tá muito lento, o ônibus PRECISA ir devagar pra não quebrar os eixos das rodas.

    Sobre o comércio:
    A situação de ambulantes tá igual. Todo ônibus que eu pego vem pelo menos 1. Às vezes vem 3 de uma vez. Pelo menos aqui se respeitam, por enquanto. Tem gente que nem vende mais nada, só conta a situação e pede ajuda.

    Os pequenos empresários se animaram no começo do ano. Tenho um amigo que abriu uma "galeteria" (só vendia frango assado mesmo) em outubro do ano passado, mas faliu em março.
    O dono da academia que eu frequento abriu uma loja de quadros assim que o Bolsonaro venceu a eleição, mas em fevereiro fechou porque o movimento tava muito fraco. Agora a academia também vende quadros.

    Meu tio gerencia um pequeno restaurante, e nos últimos tempos reclamou do fraco movimento. Ele fala que do meio pro final do mês o movimento cai tanto que no final só dá pra pagar as contas e renovar o estoque. No shopping daqui várias lojas abrem, mas acabam fechando em 6 meses, por causa das vendas e do aluguel.

    Minha prima, engenheira química, tá fazendo um mestrado na elétrica porque emprego na área dela ou é no Pecém (fica longe demais pra ela) ou no grupo vicunha, e ela tentou 3 vezes entrar lá, sem sucesso. Agora trabalha como corretora imobiliária pra poder pagar as contas, enquanto faz o mestrado. Tem 4 caras da academia que desistiram de pagar faculdade e tão estudando pra concurso.

    Em geral a situação tá do mesmo jeito, só que um pouco pior por aqui.

    ResponderExcluir
  13. Gerson, você sabe que a culpa dessas imbecis de estarem na miséria são deles mesmos não é ?

    Se ao invés de ficar gastando com viagens, roupas da moda, carros do ano, o casal de gerentes tivesse investido a grana, hoje poderia estar vivendo de renda e não catando latinha.

    Não tenho dó de pobre burro não, porque ao invés de pouparem e investir o seu dinheiro, ficam gastando com lixos e continuam na miséria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não é culpa deles amigo. Quem ganha salário mínimo nao consegue poupar, ou paga as contas e comprar comida ou morre de fome. Meus pais foram pobres numa época em que bastava trabalhar duro que dava para poupar o dinheiro de horas extras, me mostre alguém que hoje recebemos hora extra em dinheiro? Nos outros países a classe pobre trabalhadora consegue trabalhar e poupar pois os ganhos mensais geram excedentes que o cara pode investir. O câncer no Brasil é o fenômeno da pobreza extrema que engole o povo que trabalha, a classe média encolhe a cada ano aqui. O cara trabalha pra caramba, ganha uma miséria que mal dá para pagar o básico, como ele vai ficar rico investindo? Jogando 50, 100 conto na corretora por mês? O máximo que ele vai conseguir com esses valores baixos é garantir a compra de um botijão de gás quando acabar. Hoje vemos esse marketing agressivo e mentiroso querendo empurrar todos para a bolsa, que piada! Enquanto houver desigualdade aliada a crise crônica financeira os pobres ficarão cada vez mais pobres. Os caras que ganham salário mínimo são os mais disciplinados com dinheiro pois sabem que se vacilar vão passar fome com a família. Seja menos preconceituoso e tenha mais empatia com os outros .

      Excluir
    2. Estou falando de pessoas pobres que moram na periferia onde eu moro, classe média de verdade que acaba indo pra pobreza por ser perdulário também não tenho muita dó não, veja que meu texto fala mais sobre aquele tipo de trabalhador que ganha muito pouco, geralmente semianalfabeto, aquele que vende o almoço pra pagar a janta. Um cara da classe D quando bate a crise vai parar no desemprego, albergue, subemprego ou sarjeta. Aprenda a interpretar texto e seja menos agressivo em seus discursos textuais pois sei que vc é um cara legal fora do anonimato da internet.

      Excluir
    3. A regra é clara : o pobre sempre se fode. E digo aqui do pobre real, que nasceu ferrado, estudou em escolas públicas lixosas, nunca soube o que é comer chocolate na pascoa, se veste com roupas doadas, entre outras características.
      Não confunda essas pessoas com esquerdistas vagabundos que reclamam fazendo textão em rede social, pois o cara que realmente é pobre mal tem tempo pra si, imagina perder tempo e dados de internet em facebook.
      A pessoa que tem a oportunidade de se desenvolver e não o faz, precisa se foder mesmo.
      Mais empatia e menos ódio velado é o que o anon de cima precisa.

      Excluir
  14. Moro na periferia do DF e aqui a coisa esta horrível..basta o semáforo fechar para o seu carro ser cercado por pessoas vendendo doces, agua,frutas, entregando panfletos, estendendo faixas de promoções...outra coisa que tem aumentado bastante é a quantidade de jovens que tem partido para a criminalidade vivendo de assaltos e trafico para poderem ostentar nos bailes funk..jovens em sua maioria analfabetos funcionais ,preguiçosos e que estão cagando e andando para o próprio futuro, preocupados apenas com roupas, calçados da moda, cortes de cabelos ridículos e cobrir o corpo da cabeça aos pés com tatoo...sem falar na grande quantidade de meninas engravidando...sinceramente nao consigo enxergar um futuro prospero para o Brasil.

    ResponderExcluir
  15. a mesma coisa no subúrbio do rj
    pobreza pra caramba. e ainda tem a dengue
    concurso público é para uma elite intelectual memorizadora
    a maioria mal sabe ler e escrever

    abs

    ResponderExcluir
  16. Pura realidade esse post! sou recem formado, trabalho como estágiário em uma empresa que paga até bem , mas que não tem pespectiva de contratação . Quando o período de estágio acabar não sei o que será da minha vida.

    Nesse momento estou fazendo curso técnico pra ver se consigo um emprego que pague pelo menos algo entre 1200 e 1500 reais, do meus amigos da época da faculdade a maioria correu pra fazer mestrado, passar 2 anos trabalhando pra escrever teses que serão engavetadas e depois não ter pespectiva nenhuma de conseguir emprego.

    Eu gasto cerca de 4h por dia no trasporte público pra ir e volta do estágio, por sorte a escola técnica é perto de onde eu trabalho, diariamente sobem em média 8 pessoas vendendo algo/pedindo esmola, é um número absurdo! você tenta tirar um cochilo e é acordado por alguém pedindo dinheiro. Felizmente a maioria é educado, mas não raramente alguns chegam a ser agressivos , incovenientes e alguns chegam a chorar e se ajoelhar no chão do ônibus implorando pra alguém ajudar, a que ponto chegamos !? as vezes acho que estamos nos estágios iniciais de um futuro pós apocalíptico.

    Lembro que nos meus tempos de escola era muito raro alguém subir nos ônibus pedindo dinheiro, hoje em dia é raro você conseguir fazer uma viagem completa sem alguém subir pra vender algo ou pedir esmola. No começo eu até me comovia e ajudava, mas hoje em dia se eu for ajudar todo mundo vou gastar entre 150 a 200 reais do meu mísero salário de estagiário.

    Um coisa que acho falta de estratégia de vendas desses vendedores de lanches é que a maioria só trabalha pela manhã e início da tarde sendo que as pessoas já saem de casa tendo tomado café ou almoçado e logo não estão com apetite pra comprar besteiras no ônibus, mas muitas vezes eu já voltei do estágio por volta das 17h varado de fome e não encontro um vendedor sequer.

    Um experiência recente terrível que tive com vendas for quando precisei fazer o estário curricular pra me formar na faculdade! o trabalho era com iogurte e dentre as várias partes do trabalho tinha uma onde eu tinha que servir o iogurtes de diferentes sabores pras as pessoas experimentarem e elas tinha que assinar um formulário dando suas opniões pra avaliar assim o potencial de venda dos iogurtes, mas mesmo eu servindo aquela porra de GRAÇA, era um verdadeira tortura conseguir o número de pessoas participante que a professora queria, eu passava a dia inteiro igual um retardado andando com uma bandeja de iogurte e com cara de mendigo implorando pra as pessoas participassem da pesquisa, chegou um ponto que eu não aguentei mais e comecei eu mesmo a assinar os formulário, só queria que aquilo acabasse logo, pois não ganahava nada e só queria me formar. Agora se era dificil pra mim que oferecia algo de graça imagina só pra alguém que tem que convercer as pessoas a darem dinheiro em troca de um produto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato: o empreendedor tem que oferecer o que o consumidor deseja, na hora e no local adequado. Inclusive algumas praças estão carentes de bons produtos/serviços/profissionais. Na capital mais nova do país tudo vai bem obrigado. Reclamações apenas de serviços ruins (olha aí empreendedor, concorra contra eles)

      Excluir
  17. Fala Gerson, realmente a situação ta critica.
    Minha mãe, foi demitida de um emprego em que trabalhou por 20 anos.Hoje ela se vira ganhando porcentagem em uma clinica de estética e vendendo frango assado no fim de semana. Vejo muito isso com o pessoal da rua,a quantidade de lava-jato que apareceram nas ruas por conta do desemprego é d+ na minha região.

    ResponderExcluir
  18. O futuro é sombrio.
    Moro na ZO e confirmo tudo o que o Gerson falou, a Lapa tá virando um Brás, cada vez mais marreteiros e pedintes. Chegaram também os craqueiros, que vieram do centro e agora ficam consumindo droga aqui e roubando acolá. O trem está saturado de ambulantes, a linha 8 Diamante é a pior, já vi até briga entre vendedor por causa de 5 reais de uma mulher que queria comprar umas bugigangas. Vendedores de loja só faltam se ajoelhar e implorar pra você comprar algo. O mercadão está minguando, muitos box fecharam e a qualidade dos produtos decaiu também.

    Para todos que olho, só vejo aquele semblamente de derrotismo. O que mais vejo são currículos jogados no lixo e não e mais gente virando Uber.

    ResponderExcluir
  19. Aew Gerson, Há um tempo eu vos perguntei quais eram os melhores roteadores e firmwares e tu devidamente me respondestes. Gostaria dessa informação novamente, pois não encontrei nos comments de posts antecedentes. Grato por esse blog existir e feliz por te ver bem. VC VENCEU MEU AMIGO!!! PARABÉNS E DESFRUTE MERECIDAMENTE DE SEUS LOUROS. FORTE ABRAÇO E MEOD SAMEAH LEHA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala man, atualmente uso um Intelbras N 150, bem simples, meu antigo também N 150 em que instalei um firmware Linux queimou, como oculto a rede e uso criptografia com filtro de Mac adress não vejo necessidade de usar firmware Linux, até pq só usam Pc e Notebook com Linux aqui em casa, só eu tenho um notebook com Windows 10 para ensinar minha filha e raramente uso. Quando o meu atual roteador quebrar vou comprar esse aqui: Roteador Wi-Fi Intelbras Twibi Fast - Tecnologia Mesh AC 1200 - Dual Band 2.4 GHz e 5 GHz - Conjunto

      Excluir
  20. Gordo Tetinha,

    vc sairia do Brasil se tivesse oportunidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, só se eu tivesse 18 anos, imigrar depois dos 35 anos é ilusão: vc vai se arrebentar em trabalhos insalubres e pesados, não vai ter pique pra cursar uma faculdade e sempre vai ser visto como latino invasor. Minhas cunhadas estão no exterior, todas com mais de 35, trampando em empregos horríveis, ganham bem mas será que vão aguentar essa rotina após os 40? Duas delas já foram internadas várias vezes por causa de problemas gerados pelo trabalho pesado. Imigrar somente pra quem é jovem que vai juntar uma grana e voltar pra cá para investir.

      Excluir
    2. Uma delas apanhou na França e foi chamada de macaquita, e olha que ela é branca e loira de verdade com crânio de caucasiana e nariz reto e fino.

      Excluir
    3. Nunca vi tanto pessimismo em uma única pessoa. Tudo o que o Gerson vê de ruim na economia, nos empregos, TI, imigração, religião, etc. mas TUDO eu vejo otimismo e coisas boas com as mesmas experiências.

      Acredito que você atrai o que você é, se você é pessimista, só vai atrair emprego ruim, violência e preconceitos no exterior.

      Se você é otimista, sua vida será uma brisa com empregos bons, gente bacana, sem sofrer com violência mesmo vivendo no Brasil e ser muito bem tratado no exterior.

      Digo isso pois conheço os dois lados da moeda, conheço tanto gente que se fodeu na área de TI e se fodeu no exterior, quanto gente que se dá super bem em TI e super bem no exterior.

      Qual a diferença de um para outro ? Se ambos são brancos ou pretos ? A diferença é a atitude, como essas pessoas encaram o mundo e as energias que eles atraem.

      Só como adendo na conversa, tenho uma Tia que se aposentou na Alemanha como garçonete, viveu uma vida feliz e confortável, hoje veio curtir a aposentadoria dela no Brasil. Lá isso é possível, aqui se aposentar como garçom é passar fome a vida inteira.

      Excluir
    4. Xiiii... Leitor de auto ajuda e fã do Lair Ribeiro e Napoleão Hill detectado! Kkkkkk! Também acredita na pseudociência da "física quântica" que cura tudo? Se ver alguém com câncer vai sugerir pra ela largar a quimioterapia pra ir tomar suquinho de graviola com bicarbonato de sódio? Se um dia ver um acidentado sem braço vai ensinar pra ele que basta pensar positivamente que o poder da mente vai fazer nascer outro braço? Huehuehue! Show! Abraços man.

      Excluir
  21. "Não, só se eu tivesse 18 anos, imigrar depois dos 35 anos é ilusão: vc vai se arrebentar em trabalhos insalubres e pesados, não vai ter pique pra cursar uma faculdade e sempre vai ser visto como latino invasor. Minhas cunhadas estão no exterior, todas com mais de 35, trampando em empregos horríveis, ganham bem mas será que vão aguentar essa rotina após os 40? Duas delas já foram internadas várias vezes por causa de problemas gerados pelo trabalho pesado. Imigrar somente pra quem é jovem que vai juntar uma grana e voltar pra cá para investir".

    Gordo Tetinha,

    permita-me respeitosamente discordar de vc. Apesar de eu não achar vc pessimista e sim realista quanto ao Brasil, a verdade é que só reclamar e propagar um cenário pré-apocalíptico (cenário que é verdadeiro) não ajuda em nada . Diante dessa situação que é real o aeroporto pode ser um grande aliado sim.
    Quanto a "latino invasor" eu discordo. Conheço vários brasileiros, quase todos da área de T.I, que se deram super bem no Canadá. Também tenho contatos na Austrália e EUA que trabalham em empregos mais modestos mas que só saem de lá pra cá pra visitar a família, mais nada. O CF (Conhecimentos Financeiros) sempre divulga como é "fácil" a vida em Portugal, mesmo trabalhando em Partime e ganhando pouco mais que salário mínimo. Olha que ele imigrou com a esposa depois dos 30.

    Mas enfim, tudo é uma questão de escolha e objetivos.

    ResponderExcluir

Obrigado por ler o blog! Obrigado por comentar! Show! Compre um dos meus ebooks na Amazon: "Merda Total!" e "Livro Supremo do Analista de Suporte". Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot