Empresários Picaretas e suas empresas fadadas ao fracasso - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

2 de mar de 2019

Empresários Picaretas e suas empresas fadadas ao fracasso

Como identificar um empresário picareta e pseudo capitalista com suas empresas lixosas


Hoje apresento para vocês meus amigos leitores, o meu guia pessoal para identificar empresários picaretas donos de empresinhas meia-boca.

Em tempos de crise financeira é comum aumentar o números de pessoas que tiram um CNPJ, fundam empresas de fundo de quintal e micro empresas. 

Alguns viram PJ ou MEI, nada demais, são até louváveis essas iniciativas para dar um drible no desemprego, mas nem todos que tiram um CNPJ e abrem uma empresa estão devidamente preparados para a importante e nobre ação de empreender que na base consiste em vender produtos, serviços e administrar pessoas em busca de lucro.

Lidar com pessoas, processos e dinheiro é coisa séria, não é para aventureiros imaturos que assistem programas de TV ou folheiam livros sobre empreendedorismo e grandes capitalistas e já pensam que conseguem abrir e tocar uma empresa sonhando em ficar rico.

Não vou falar de gente que vira PJ ou MEI pois esses nem se podem enquadrar na categoria de empresários e muito menos de capitalistas, quem tira um PJ ou MEI nada mais é que um "empresário de subsistência", simples assim, são pseudo-capitalistas ou capitalistas sem capital. São uma versão piorada e precária dos antigos profissionais liberais, a maioria dos PJ e MEI que conheci são apenas picaretas falastrões que sabem vender uma imagem deles mesmos e promessas vazias que encantam apenas os leigos que não querem problemas trabalhistas com funcionários no regime CLT.

Como dizia minha finada mãe: "Você quer abrir uma empresa para ganhar dinheiro sem ter dinheiro? Vai pagar seus custos com o rabo? Cai na real seu FDP!".

SINAIS DE ALERTA QUE INDICAM UM EMPRESÁRIO PICARETA

1 - A sede da empresa tem apenas uma sala dividida em micro espaços onde cada mesa é um departamento diferente e no fundo da sala fica o estoque ou outro setor importante. 


Minha experiência: já fui numa entrevista em que a empresa no site se intitulava como "A maior e melhor empresa de automação de vendas e tecnologia em banco de dados de São 
Paulo", todos os setores ficavam numa mesma sala e pasmem: o servidor central ficava jogado no chão nos fundos da sala resfriado por um ventilador todo remendado no cabo de força, dei obrigado por terem me chamado para e entrevista e caí fora...


2 - Uso de software piratas: como o empresariozinho de merdha não tem dinheiro ele corta os custos usando pirataria, isso é um perigo pois além de perder o suporte oficial dos produtos ainda corre o risco de ser processado e multado. Fora que sabemos que usar software e licenças piratas cortam a produtividade em até 80% pois vivem dando bugs monstros. 

Minha experiência: segue um texto em que falo sobre isso: http://www.blockchainsupertrader.com/2019/01/idiotas-que-usam-windows-e-softwares.html

3 - A empresa não disponibiliza telefones em seu site ou cartão de visitas, apenas e-mail: a falta dessas informações denotam que a empresa não tem estrutura para receber muitos orçamentos/pedidos e não tem competência para manter um bom relacionamento com seus clientes     
Minha experiência: contratei os serviços de uma gráfica que não tinha telefones no site e cartão de visitas dela, apenas e-mail: paguei para ter os produtos comprados em até 15 dias: atrasaram a entrega  em 20 dias e penei mais 15 dias para receber uma resposta por e-mail informando que atrasariam meus pedidos em mais 30 dias, conversando com um funcionário sincero (e insatisfeito) de lá ele me alertou que a empresa não coloca telefone de propósito pois sabem que não possuem estrutura para dar conta de todos os pedidos em tempo e os donos insistem em não melhorar os processos.

4 - O salário oferecido é muito abaixo do valor da categoria e não negociam nem um centavo à mais: dispensa comentários, apenas fuja, corra o mais rápido que puder para bem longe dessa empresa sem olhar para trás.

5 - Você percebe que os colaboradores fazem várias funções ao mesmo tempo: o motorista faz trabalho de encanador e eletricista, a moça do RH faz panfletagem na calçada, o financeiro vai pagar conta de luz e internet da casa do patrão na lotérica e o Moto Boy recolhe o lixo do escritório e passa pano no chão: se tiver o azar de não perceber isso no dia da entrevista e passar, não pense duas vezes em pedir demissão, é fim de carreira pra você entrar num barco furado desse, como está escrito no Bhagavad Gita: "melhor fazer de forma imperfeita seu trabalho do que fazer corretamente o trabalho dos outros". 

Minha experiência: gosto de ajudar outros setores sem problema nenhum, mas quando passam a desviar minhas funções para algo que não tem nada a ver com meu cargo eu pulo fora. Uma vez soltaram um barrão monstro que parecia rolo de mortadela que entupiu a privada do escritório pois ficou metade dentro da tabulação e metade pra fora, para economizar R$400,00 do encanador me deram um par de luvas de borracha, uma faca e um garfo de plástico e ordenaram: "Vai lá e picota o tôlete e não gasta muito desinfetante que tá caro!".  Com a ajuda da tia Severina da faxina consegui picar o barroso mas uma semana depois pedi demissão quando entupiram novamente a privada  com uma fralda de bebê da filha do dono e gritaram: "Ah, manda o carinha da TI desentupir, chama o Gerson!". 



6 - Os donos não confiam em ninguém: esse é o pior cenário para se trabalhar amigos! Se o cara não confia em seus funcionários e vê todos como ladrões, para que abrir então uma empresa? Fuja! Pessoas assim tem complexo de ser onipresentes e criam um clima desagastante e opressor na empresa. 

Minha experiência: trabalhei para uma família de malucos que viam tudo e todos como ladrões, instalavam câmeras em vários lugares até em cima da porta dos sanitários do lado de fora! PQP! Por qualquer centavo ou fruta que faltavam nos relatórios da controladoria saiam gritando pela empresa: "Ladrões! Estou cercado de ladrões! Ê Brasil! Canalhas!". Demitiam as pessoas das lojas só porquê perdiam uma única fruta ou porção de alimento que estragava! Os loucos queriam perdas zero e sabemos que isso não existe! Cismavam que as pessoas roubavam tipo uma maçã e colocavam como perda no relatório.

7 - Os donos não delegam nada para ninguém: é sufocante trabalhar para pessoas que nunca delegam nada para ninguém, isso mata a iniciativa e proatividade dos funcionários, vai ficando tudo engessado, chega à ser ridículo numa empresa cuja atividade depende do trabalho em equipe. Fuja de empresas em que os donos são assim.

Minha experiência: trabalhei para lunáticos que se intrometiam em tudo o que fazíamos, tudo tinha que ser perguntado para eles antes! Não sei que função tinham os gerentes lá pois estes nunca tinham autonomia nenhuma para tocar os processos da empresa, era absurdo ver eles ligando para os donos para pedir permissão até para chamar os bombeiros no dia em que uma fiação pegou fogo após um curto! Olha que loucura! A empresa pegando fogo e não podiam ligar para o bombeiro sem antes pedir permissão para os donos!!! PQP!  Me disseram que já havia ocorrido isso uma vez e como chamaram os bombeiros sem notificar os donos antes, dias depois metade da equipe foi demitida!

8 - O lucro da empresa vem mais do corte de benefícios e precarização dos processos do que da venda de produtos e serviços de qualidade: peças desgastadas, máquinas que vivem dando pau e enguiçando, insumos de péssima qualidade, locais inapropriados para armazenar produtos e pessoas,  transporte inadequado de produtos e pessoas, materiais de quinta categoria e baratos demais para o projeto proposto, tudo isso mostra que o infeliz do dono para economizar alguns centavos não pensa duas vezes para colocar a vida de seus funcionários e clientes em risco. Fuja para as montanhas se perceber isso na empresa.

Minha experiência: uma vez para economizar o aluguel de uma caminhonete adequada para transportar um tampo de mesa de mármore italiano, meu antigo patrão italiano fez eu ficar deitado sob o tampo de mármore dentro de uma van Topic! PQP! Olha que insanidade! Embaixo do tampo forraram tapetes e papelões e em cima eu deitado em forma de estrela de barriga pra baixo! nem preciso dizer que a mesa estilhaçou em mil pedaços de mármores, prejuízo de R$4.000,00 (preço de custo pois ele ia vender para o cliente final por R$8.300,00). Por sorte não sofri um arranhão.

9 - A placa de vagas vive pendurada na entrada da loja ou site de empregos: alta rotatividade de funcionários mostra que o ambiente de trabalho é sufocante e o salário baixo demais, só entre nessas empresas se realmente estiver precisando mesmo, senão, é fim de carreira.

Minha experiência: aqui perto da minha casa tem uma loja, a placa com a vaga de balconista vive quase que eternamente pendurada na frente da loja, sempre estranhei isso, um belo dia precisei comprar cera de carro e ao entrar na loja que no dia estava sem a placa de vaga pendurada, eu observei o dono humilhando o pobre balconista, o ignorantão estapeava os ombros do garoto aos gritos de "PQP! Seu arrombhado do Carahio! Eu já falei que a gente não faz nenhuma devolução! Agora esses 4 reais vão sair do seu salário seu merdha! Seu lixo! Tá pensando que seu salário eu acho na rua é? Volta pra Paraíba seu orelha seca!". Se recuse a trabalhar para racistas e ignorantes. 

10 - Atrasos de salários e benefícios básicos de vale refeição e vale transporte: quer saber se vale a pena vender seu tempo para um empresário? Procure perguntar para quem trabalha na empresa se o salário demora para cair na conta, se atrasam o vale refeição ou o vale transporte. Se notar que essa negligência ocorre fuja para longe dessa masmorra, não vai valer a pena passar stress com esse tipo de empresariozinho pobre. Muita gente abre uma micro empresa só para pagar de gatinho e bem sucedido quando na verdade não tem nem dinheiro para pagar o básico para seus colaboradores.

Minha experiência: na verdade foi experiência de um cunhado da minha atual mulher: o patrão dele começou a atrasar o salário dele alegando prejuízos e chegaram num acordo para baixar o salário dele em 30%, ele aceitou de boa, mas depois descobriu que a causa desses atrasos e achatamento de salário se dava porque o empresário bundha-suja estava desviando parte dos lucros da empresa para bancar presentes para duas secretárias casadas que ele estava comendo e para bancar a vida da filha dele na Europa ostentando passeios em locais balados. Resultado: perdeu a cabeça e deu um soco na cara do velho safado. Se você percebe que a empresa continua mantendo a margem de lucro ou aumenta e mesmo assim não te dá uma gratificação ou dá migué de que não tem lucro e que tem que baixar seu salário caia fora também, não vale o esforço trabalhar pra mesquinhos.

Enfim amigos, abrir uma empresa é algo sério, é uma nobre ação que somente pessoas conscientes do importante papel que um empreendedor tem na sociedade devem se propor à fazer. Tem que saber administrar processos, pessoas, recursos e principalmente gostar de trabalhar, ser honesto com todos, sejam clientes ou colaboradores, ter um controle emocional de monge budista e  uma ética além do comum, tem que valorizar a humanidade acima de tudo, caso contrário você será apenas mais um aventureiro picareta que só vai causar sofrimento e destruição no mundo. 

Att Gerson Ravv



24 comentários:

  1. O único blog q acompanho. Sempre q estou na rua eu penso se o gerson já postou. Houve um cataclisma, Gerson, e seu blog foi a última coisa q restou. Aqui é o galão flamejante, aonde os andarilhos se agacham para esquentar as mãos. Estou construindo minhas casinhas para me render alugueis. Faço trabalhos de eletricista e trabalho como segurança. Aos poucos vou reapropriando a minha liberdade.
    Forte abraço, amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado man por acompanhar no blog, estou quase fechando ele mas vamos em frente!

      Excluir
  2. Legal o texto, Gerson.
    Já passei por poucas e boas também.
    Uma vez vi uma vaga de "divulgador de marketing estratégico" num folheto. Chegando lá, era uma escola de informática picareta que funcionava em cima de um bar que, adivinhem, era do do dono da escola.
    Minha função era ser panfleteiro e ganharia 10 reais por cada milheiro distribuído. Quanta humilhação! Serviço indigno da porra. Era desprezado por transeuntes e donos de empresas. Depois de duas horas de serviço, joguei tudo no bueiro e sumi. Sai no lucro pois tinha recebido 24 passes de ônibus. Isso era 2002, tinha 14 anos.

    Beta do Corsa 2010.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De empresário picareta como esse tá cheio por ai man! Kkkkkkk! Em um empresinha chulé em que eu cuidava dos servidores locais queriam que eu todo dia fizesse o trampo do segurança, do marketing, do social mídia, do estoquista, do motorista e até contador! Um dia antes de pedir demissão programei uma formatação total do servidor de arquivos e de casa após ter sido devidamente demitido apaguei todas as contas de emails! Huehuehue!

      Excluir
  3. Ótimo texto Gerson! eu felizmente estou trabalhand como estagiário em uma empresa que de maneira geral é bastante organizada e tem um ambiente de trabalho normal para os padrões do Bostil.

    Só queria fazer uma adendo ao ponto 5 pois acho que ser multi tarefas é uma coisa essencial no mercado de trabalho atual infelimente, destaco isso aqui pra a mulekada mais nova não se iludir achando que depois que se formarem vão fazer só aquilo que está escrito na matriz curricular dos cursos superiores que fizerem.

    Essa empresa que trabalho mesmo passou por uma onda de demissões violenta , como nosso principal cliente é o gorveno , se o governo vai mal a empresa vai mal e assim veem as demissões. Nessa época tava todo mundo com o cú na mão de ser demitido, até mesmo o Gerente que é engenheiro e possuem vasta experiência e cursos na área estava com medo de levar o pé na bunda, todo mundo se cagando menos um dos funcionário, e ele estava em último lugar da lista de demissões pelo fato de ser um faz tudo na empresa, o cara sabe fazer tudo que está no seu contrato além de ter a capacidade de fazer manutenções básicas na estalações e nos equipamentos e manjar muito de informática , conseguindo atuar nas áreas gerenciais e de organizações de dados! isso faz o cara ser sem dúvidas o mais útil da empresa, é mais facil algum superior cair do que ele.

    Apesar desse relato que contei , eu também concordo que quando os desvio de função vai pra algo totalmente não relacionado com o que está no seu contrato a insatisfaçõe é grande. Essa empresa que trabalho passou por um processo de mudança para um prédio novo e bem maior, o porém é que no momento que nos mudamos o prédio não estava pronto, mas o chefe queria se mudar as pressas pois se não perderiamos a verba federal que bancaria os custo da mudança, então passamos 3 meses em um prédio em obras, empoeirado,barulhento,sem internet,sem copa,com peões andando pora todo lado e principalemte sem equipe de limpeza. Um dia o Chefe fez uma reunião com todos pra reclamar sobre sujeira e pedaços de papel que ele encontrava no chão, acabou que apartir daquele reunião nós ficariamos responsáveis pelas nossas funções habituais e pela limpeza do nosso espaço, nem preciso dizer que a insatisfação foi grande! Ainda bem que as coisas se estabilizaram e agora já tem equipe de limpeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ser multitarefa na área de graduação sim, mas nunca aceite por exemplo passar mais tempo fazendo o trabalho de outras áreas em detrimento da sua. Certa vez me peguei me estressando mais com estoque e contagem de grãos de arroz do que efetivamente cuidando da estrutura de informação da empresa! Isso é errado, também pedi demissão daquele chiqueiro.

      Excluir
  4. Eu me pergunto se empresarios assim são um problema brasileiro ou em todo lugar, eu li a biografia do Steve Jobs e o cara era insano com seus colaboradores, como patrão com seus funcionarios ele era um nojo, não tem jeito o poder sobe pra cabeça a pessoa deixa de ser humano muitas vezes quando vira patrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é toda pequena empresa que é assim não man, já conheci e trabalhei para empresários que eram maravilhosos e mesmo sendo humanos ainda prosperam e atraem mais clientes e parceiros, isso é de caráter mesmo.

      Excluir
  5. Eu já ia dizer que essas coisas que você escreve são invenções, mas depois de refletir um pouco, lembrei das coisas que já passei e pensei. É bem possível mesmo, isso é Brasil, já passei por bastante coisas parecidas.

    Abraços e sucesso financeiro!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece mentira mas não é, já vi dono de empresa jogar 500 reais no chão e falar pra pessoa pegar se ajoelhando em submissão e a pessoa fazendo!!!

      Excluir
  6. O mundo do trabalho é assim mesmo, cheio de sofrência, Gerson. Acho que não precisava ser assim, acho que dava para levar tudo numa boa, mas infelizmente a realidade não é do jeito que gostaríamos. Já acumulei funções de 4 pessoas (ou seja, trabalhava por 5), sem nem sonhar em receber um aumento por isso. Pelo contrário: como trabalhava até mais tarde, meu salário por hora diminuía!!
    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é isso, mas realmente não é preciso tanta paranóia e escrotização pra tocar uma empresa, isso é complexo de ditador, uma empresa moderna tem que adotar outras formas de gestão de pessoas e processos, o problema é que em tempos de crise muitos pobres que abrem empresas não sabem lidar com todos os aspectos complexos de abrir um negócio para gerar lucro e renda.

      Excluir
  7. "Minha experiência: já fui numa entrevista em que a empresa no site se intitulava como "A maior e melhor empresa de automação de vendas e tecnologia em banco de dados de São
    Paulo", todos os setores ficavam numa mesma sala e pasmem: o servidor central ficava jogado no chão nos fundos da sala resfriado por um ventilador todo remendado no cabo de força, dei obrigado por terem me chamado para e entrevista e caí fora..."

    Alguns anos atrás estagiei na área de programação numa empresa que tinha uma boa propaganda. No site diziam que tinham realizado vários projetos com grandes empresas da cidade, era uma organização mega comprometida com resultados e bla bla bla. Quando cheguei pra entrevista quase não acreditei. Toda a empresa funcionava numa salinha minúscula num prédio caindo aos pedaços no centro da cidade. Pra vc ter uma ideia era quase impossível não esbarrar em algo ao atravessar a sala. Como eu precisava muito do trampo acabei aceitando trabalhar lá. Depois descobri que o negócio era tão lascado que nem máquinas decentes tinham pra trabalhar. O dono foi arranjar computadores que eram dos filhos e sobrinhos.

    Apesar de tudo os caras tinham uma marra de mega empresários inacreditável. Andavam bem vestidos, extremamente formais, algumas vezes levavam ternos, vez ou outra aparecia um comédia de terno pra ficar falando groselha com os sócios na mesa de reunião espremida no fundo da sala. E o salário? Muito abaixo da função, mesmo pra estagiário. Uma vez quiseram contratar mais um e pediram indicações minhas. Indiquei um amigo esforçado, sem experiência profissional mas muito inteligente, com boas notas na faculdade e muito estudo em casa. O peruca de boi do chefe recusou o cara alegando que queria alguém com formação e experiência de desenvolvedor e o currículo dele era muito simples. Não tinham equipamentos decentes, a empresa era um muquifo mas na cabeça dos donos era uma mega startup do vale do silício onde só devia entrar gente ultra qualificada. Felizmente não durei muito por lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem assim mesmo Analista. Muita picaretagem, no setor de franquias tem muito mais desses casos, o pilantra se vende como gênio que tem uma mega empresa e que vai valer a pena gastar todas as economias da vida que o franqueado vai ficar milionário em pouco tempo mas na vida real vai é pagar pra trabalhar e não ter quase nada de lucro.

      Excluir
  8. Ainda vale a pena se profissionalizar em T.I no Brasil?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você tiver entre 18 e 24 anos sim, vale a pena, acima de 30 anos as empresas ignoram seu currículo e experiências, para viver de TI após os 30 anos é necessário se tornar um gestor senior com inglês mais do que fluente e muita competência para lidar com a molecada arrogante que com 20 e poucos anos já possuem trocentas certificações e nenhuma habilidade para trabalhar em equipe.

      Excluir
  9. O Gerson viado, não vai atualizar o blog mais não? Tem que postar 2x por semana, vc é bom, Ze Ruela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei lá man, estou quase encerrando o blog, não está mais rendendo, esse ano até agora só ganhei U$66,00, muito pouco, não fico motivado, e quem lê meus textos? Meia dúzia ou menos de pessoas.

      Excluir
    2. Eu acompanho sempre entro aqui pra ver se tem novos textos, vc escreve um bom conteúdo e você já disse certa vez q nao era o Lucro q o mantinha mais animado pra escrever nesse blog

      Excluir
    3. Pois é man, Sei lá, cheguei aos 40 anos e minha visão da vida, do mundo e objetivos mudaram. Algo está mudando nas profundezas do meu ser. Vou escrever sobre isso no próximo texto, hoje eu vivo de aluguéis e outros investimentos que fiz, não fiquei rico, bem longe disso que nunca foi meu objetivo, mas o estranho é que hoje, após anos de sofrimentos, quando recebo as cartas das empresas de que tenho açoes informando a distribuição de lucros e dividendos eu só olho e penso: "Que bosta... Qual o sentido disso? ", Quando sobra algum dinheiro no mês pego minha mulher e filha e vamos pela cidade e juntos distribuímos essas sobras de "riqueza" para quem nos pede sem fazer distinção ou pré julgamentos. Mudei. Percebi que o sofrimento e prazer são inevitáveis e vem pra você quer você queira ou não, quer você corra atrás deles ou não, no mais, apenas relaxe e procure ajudar os outros sem querer nada em troca.

      Excluir
    4. De fato, fora da caridade não há salvação.
      Não feche o blog. Pense nisso como uma forma de caridade também: compartilhar conhecimento e experiência.

      Excluir
    5. Gerson, você está muito bad vibes, deve ser baixa testo, não acha que é hora de começar a fazer reposição hormonal?
      E, na boa, não feche o blog, sei lá, se ele não está dando lucro não seria melhor manter um blogspot e escrever por hobby? Só pela zuera mesmo, sem compromisso.
      Flw.

      Excluir
    6. Minha testosterona está mais alta do que nunca: agora com tempo livre faço sexo 3 vezes ao dia todo dia, tenho 41 anos mas minha aparência é de um cara de 25 anos e meu pique ainda é de um garoto de 18 anos, agradeço a mim mesmo todo dia por nunca ter bebido ou usado narcóticos quando mais jovem. Sou incansável man, tenho equipamentos de musculação em casa e estou curtindo demais essa vida sem trabalho e sem relógio. Vou manter o blog pois vejo que tenho leitores fiéis e inteligentes.

      Excluir
    7. Cara então foi por isso que o dominio do seu blog é blockchainsupertrader e não gordo tetinha rs e você o renomeou, seu blog então era um clickbait pois você não é gordo era pra atrair mais leitores estrategia muito inteligente, a pessoa pensava q era putaria ou puro humor e as piadas de gordo são engraçadas e quando ia ler o conteudo era coisa seria e a pessoa acabava aprendendo algo haha, mas falando serio agora, você deveria montar um canal no youtube, blog esta cada vez menos lucrativo e (não generalizando claro) a grande maioria dos brasileiros não gosta de ler e os q gostam pegam mais livro pra ler, não é só o seu blog q esta perdendo audiencia, a internet esta se resumindo ao duopolio Facebook e Google

      Excluir

Comentários liberados, porém, se exagerar e postar discursos de ódio, preconceitos e spam vai levar bam! Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot