Dias de ócio - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Novidades:

Post Top Ad

16 de mar. de 2019

Dias de ócio

Breve relato sobre minha rotina livre do trabalho e do mundo corporativo


Essa é a primeira vez em que estou em casa sem estar fazendo nada que seja relacionado à trabalho formal, das outras vezes eu estava empreendendo com minha loja ou prestando serviços como PJ por aí, dessa vez risquei da minha vida tudo o que seja relativo ao "trabalho" ou "negócios". 

Acordamos às 06:10 da manhã (minha mulher, nossa filha e eu), tomamos banho ao mesmo tempo em banheiros separados, elas no banheiro de mulheres e eu no banheiro de homens, nós tivemos o cuidado de construir dois banheiros diferentes que atendem as necessidades dos gêneros, o banheiro masculino usado por meu pai e eu possui até mictório além da privada.

Tomamos um café da manhã bem simples composto de pão do dia anterior, um ovo, leite e café, eu tomo somente café e como um ovo frito na manteiga. Eu leio as notícias no smartphone enquanto aguardo as duas se arrumarem.

Saímos de casa às 06:45 para levar nossa filha na escola que abre às 06:50, moramos na mesma rua da escola. Deixamos nossos smartphones desligados em cima da mesa. 

Nossa filha pega sua mochila e nós pegamos nossas garrafas com água.

Deixamos nossa filha na escola e vamos para uma caminhada que pode durar de 2 até 3 horas com espaços de descanso para esfriar o corpo e tomar água com cloreto de magnésio para evitar cãibras e arritmias.

Caminhamos lentamente, respirando calmamente e conversando sobre diversos assuntos corriqueiros de nossas humildes vidas, sentimos o frescor da manhã diminuindo conforme o Sol se levanta esquentando o ar e iluminando tudo.  

As pessoas ao redor parecem não sentir nada, apenas correm como zumbis apressados, muitas olhando hipnotizadas para um pedaço de vidro na mão (smartphone) e com grandes fones de ouvido na cabeça seguem seus caminhos alienadas de tudo. Lembro que até pouco tempo eu era assim também.

Após a caminhada voltamos para casa e fazemos um sexo gostoso sem medo de ser feliz, depois tomamos um outro banho juntos e vamos deitar, ficamos assim até o meio dia que é hora em que vamos buscar nossa filha na escola, somente olhamos o relógio quando o alarme toca anunciando que faltam 5 minutos para o meio dia. 

Nossa filha volta da escola exausta e já vai direto para a cama em seu quarto dormir profundamente, como já almoçou na escola apenas troca de roupa, toma leite morno e dorme até as 14:30 mais ou menos, minha mulher e eu aproveitamos esse tempo entre 12:15 até às 14:00 e vamos para mais um round de sexo demorado e gostoso. Exaustos dormimos por mais 45 minutos ou até 1 hora. 

Depois após um banho rápido e de um almoço simples com arroz integral, frutas, verduras e uma porção de carne, meu almoço dura quase duas horas, como bem devagar saboreando os alimentos, mastigo devagar enquanto absorvo os aromas de uma comida fresca feita na hora, fazemos o almoço juntos em porções que não vão sobrar, o mesmo fazemos para a janta. Como é libertador não ficar olhando para o relógio enquanto nos alimentamos!

 Depois vamos cuidar de nossas rotinas particulares: minha mulher vai auxiliar nossa filha em seus deveres de casa (nos revezamos nisso) e depois vai com ela na casa da minha irmã que é na mesma rua em que moramos apenas um quarteirão para cima. Eu vou ler algum livro não técnico: estou lendo o Fausto de Goethe e um livro de Sociologia do nível médio, finalmente consigo ler alguma coisa com prazer depois de quase dois meses longe do inferno!

Ao fundo em êxtase usando uma guirlanda branca o iluminado e desapegado santo Jada Bharata: nessa cena ele estava  sendo "animalizado" por sacerdotes que o iriam sacrificar para a Deusa Kali em busca de riquezas e honras, a Deusa vendo tal absurdo interveio em pessoa e exterminou os gananciosos que pretendiam matar Jada Bharata por motivos tão ilusórios. Pesquisem sobre ele, a alegoria seria: a ambição por riquezas, prazeres egoístas e títulos desumaniza a humanidade e causa destruição.    


Detalhe: nossa filha pratica capoeira e técnicas circenses duas vezes na semana e tem aulas de música uma vez na semana em um projeto social do bairro muito bom.

Após a leitura de algumas páginas vou cuidar das minhas plantas: verifico a umidade da terra, mato a sede delas, se preciso podo os bonsais de Leucena, Ipê-amarelo e de Pitanga que cultivo desde o ano de 2000 quando os plantei de sementes. 

Colho alguns araçás amarelos que plantei à pouco tempo mas que estão dando muitos frutos sem parar! Colher e comer frutas brasileiras do próprio pé em seu próprio quintal dá um prazer indescritível amigos. 

Dou uma olhada no meu aquário tanque e vejo que vou ter que doar alguns peixes pois a população de Lebistes explodiu após um dos caranguejos ter matado os outros 2 machos e 6 fêmeas do bando e os filhotes de libélula sumiram, com o sumiço dos predadores os peixes não param de se reproduzir.

Vejo se o Gustavo (o Caranguejo matador) está precisando de trocar a água de seu tanque e volto pra dentro de casa para ler mais um pouco. Olho para o meu computador e sinto um desgosto... Nem passo perto dele mais. 

Somente ligo meu computador para conferir o pagamento das contas que coloquei em débito automático e quando vou postar algo aqui no blog.

Pego minhas flautas doces e começo à tocar alguma melodia qualquer, brinco de tocar melodias "étnicas": chinesa, japonesa, judaica, medieval, etc. Tenho uma flauta Hering profissional e outra da Yamaha, o som sai limpo, firme e forte.

De tarde tomamos um café em casa ou na casa da minha irmã enquanto conversamos banalidades entre nós ou com nossos respectivos sobrinhos, tenho dois sobrinhos muito inteligentes por parte da minha irmã, os moleques são um barato! Adoram ler o blog aqui e sempre fazem perguntas ou dão opiniões inteligentes pra mim sobre os assuntos tratados aqui.

Quase à noite vou comprar pão, às vezes vou comprar DESCALÇO, meu sogro uma vez me disse que andar descalço em locais públicos põe à prova o quanto você é seguro de si mesmo e não depende de aprovações alheias, acho que já passei no teste, no começo eu sentia uma ponta de constrangimento e preocupação com os olhares dos outros, agora, NÃO ESTOU NEM AÍ! Claro que não pretendo fazer disso um hábito mas foi interessante a experiência! kkkkkkk! 

De noite assisto um History Channel no canal 594 o History 2 que passa mais assuntos históricos pois o outro canal 593 só passa bobeira de Alienígenas e teorias malucas.

Por volta das 21:00 colocamos nossa filha para dormir, antes conversamos com ela, brincamos um pouco, conta alguma lenda brasileira para ela ou um resumo bem tosco de algum romance da literatura mundial, muito bom ser pai, muito gratificante ver uma vida se desenvolvendo para o mundo com a sua ajuda. Amor, carinho e responsabilidade são fundamentais para ser pai ou mãe.

Por volta das 22:00 eu volto à ler um pouco: folheio alguns livros religiosos como a Bíblia Judaica, leio somente as partes que um não judeu pode ler pois fui devidamente orientado por um rabino talmudista responsável, de vez em quando leio outros livros também como o Bhagavad Gita ou algumas partes do Srimad Bhagavatan que tratam sobre a vida de Jada Bharata.   

Três vezes por semana faço exercícios de musculação, tenho pesos, halteres, barras e bancos. Cargas bem leves apenas para não enferrujar e não perder a firmeza dos músculos, sempre faço de noite. Musculação é saúde amigos, mas sem essa paranoia adolescente de querer "ficar monstro", tsc! tsc! Que tosquice! E tem gente que se mata tomando venenos ou morre de exaustão com cargas exageradas por ai em busca de uma ilusão...

Vou me deitar por volta das 23 horas e geralmente fazemos novamente sexo com muito amor, hoje dou graças à mim mesmo por nunca ter bebido ou usado entorpecentes na juventude, hoje com 41 anos me sinto mais jovem e saudável do que nunca, tenho aparência de no máximo 29 anos e pique de um garoto de 18 anos, minha mulher tem 36 anos e segue o mesmo padrão que eu: nunca foi em baladas, nunca bebeu, sempre se cuidou e gosta de simplicidade e paz.

Essa é uma pálida descrição da minha rotina no ócio, ainda não decidi o que vou fazer nos próximos meses, apenas vou deixar acontecer. Não estou rico mas o que ganho mensalmente é o suficiente para viver sem sustos. Quando sobra algum dinheiro saio por aí e dou para o primeiro que pede sem fazer julgamentos.

Enfim, agora depois de muitos anos sofrendo correndo atrás de ilusões, descobri que: o prazer e o sofrimento são inevitáveis, não devemos correr atrás deles, tudo é transitório, apenas relaxe, faça o que tem que fazer mas sem obstinação, apenas relaxe, a vida é curta demais para viver precariamente fazendo o que não se gosta em busca de ilusões. 

Att Gerson Ravv

ÓCIO CRIATIVO...

Meu canal falido no YouTube, apenas zueira, não levem à sério.



40 comentários:

  1. parabéns, vc merece man!

    ResponderExcluir
  2. Nossa!! sua escrita transmite a paz que acho que voçe esta a viver neste momento.
    3 em um dia? esta igual o Lula! Tesão de 20!
    Seria pedir muito para divulgar o meu blog?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou vivendo o consumo frugal e consciente. Amo trabalhar mas no momento não está valendo a pena, infelizmente. Eu queria saber de onde vem esse mito de que mulher casada nega ou raciona sexo para o marido! Nunca tive esse problema com a minha. Pode deixar que vou agregar seu blog na lista amigo. Abraços.

      Excluir
    2. considere se um abençoado! valorize e estime sua amada.
      a minha não me procura a 45 dias, e eu cansei de mendigar.

      Excluir
  3. Muito legal o seu relato de sua rotina! Um pergunta: você ainda tem uma loja? Quem administra? Sua mulher não tinha um cabeleireiro? Abraço do RJ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho mais a loja, aluguei o espaço, minha mulher tem salões comerciais como eu e os aluga também, nós dois temos salas comerciais alugadas em SP e Curitiba. Vivemos com pouco mas vivemos felizes sem carro, sem luxo e sem ilusões.

      Excluir
    2. Era loja de que? Qual tipo de comércio? Varejo de comidas, roupas ou serviços? Abraço

      Excluir
    3. Era um mix de Lan house, copiadora, artigos e serviços de informática, vendia também sorvetes, Milk shakes, geladinhos, chicletes importados, açaí, material escolar, roupas, cacarecos modinhas, modinhas, plastificação e gráfica rápida. Hoje virou um café, meu inquilino está prosperando pois o ponto é ótimo com muito movimento, fica na sombra no verão e iluminado no inverno, minha rua toda virou rua comercial, aqui tem clínicas, lanchonetes, escritórios, óticas, bares, temakerias, lojas de roupa, galpão de Hortifruti, etc. Quem viu esse bairro aqui 30 anos atrás e vê hoje nem acredita como evoluiu tanto o lugar.

      Excluir
    4. Interessante Gerson. Você diversificava mesmo os negócios! Dava lucro? Por que fechou? E o cabeleireiro de sua mulher, que fim levou? Abraço do RJ

      Excluir
    5. Dava lucro mas tinha que trabalhar 3 vezes mais que um emprego CLT. Fechei por não ter paciência com clientes folgados e por causa da criminalidade. O salão em que minha mulher tinha 25% da sociedade faliu, hoje virou uma oficina de estofados ou sei lá o que é aquele muquifo que o inquilino dela abre quando quer, mas pelo menos paga em dia o aluguel.

      Excluir
  4. As vezes parece fantasioso demais seus relatos, vc deve ser muito rico pra conseguir ficar de boa sem trabalhar ou é dono do seu negocio empresario, eu sonho com uma vida assim mas até pra ficar de boa precisamos de dinheiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo, não é preciso muito para viver bem, infelizmente somos bombardeados pelas mídias desde o berço sobre estilos de vidas surreais para que estejamos sempre rastejando atrás de riquezas, mas quanto mais aumentamos nossos rendimentos mais aumentamos nossos padrões e assim nunca ficamos satisfeitos e você sabe que nenhuma fortuna dura para sempre conforme a usamos. Viver frugalmente não é viver passando fome, é viver a vida real e plena, sem consumismo inútil estimulado pela indústria do consumo descartável. Vivo de aluguéis somente isso, gosto muito de trabalhar mas no momento, não está valendo a pena pois só vejo muita exploração predatória por parte das empresas e muita falta de respeito, ética e falta de consideração pelos contratos de trabalho e pela vida de quem faz o trabalho. Vida de milionário? Que baboseira... A vida é muito mais do que viver comprando coisas, pessoas e experiências por preço de ouro. A sua vida está na respiração que alimenta seu cérebro onde vive sua mente que produz o mundo ao seu redor. O grande mal hoje é que cada pessoa pensa que somente será feliz se tiver uma vida de astro do futebol com muitos euros,mulheres, festas, entorpecentes e fama. Abraços man.

      Excluir
  5. Mas que caralhas foi essa que acabei de ler? hahahaha
    Ainda prefiro as estórias do Nelson Rodrigues, isso aí tá muito perfeito até pra ficção.

    Abraços e sucesso financeiro!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é a verdade, estou em paz agora, minha mulher sarou do Burnout e minha mente voltou ao normal, estou vivendo frugalmente e até o momento estou curtindo muito man, conheço gente próxima de mim cujos rendimentos de aluguéis ultrapassa os 20 k mensais mas mesmo assim o sujeito tem que trabalhar pra cobrir as dividas que ele e sua família faz com consumo absurdo de produtos símbolos da "elite" e lazeres caros, o cara me confessou que está afogado em dívidas até o pescoço. Abraços man!

      Excluir
  6. Gerson, está de parabéns. Já vinha dando uma lida nos seus relatos mais antigos, pois em parte me identifiquei - "vida" de TI ='(
    Esse post aí foi sensacional hahahah, 3 cruzos no dia, GG.
    Comecei a adotar o frugalismo a consideravelmente pouco tempo (alguns meses), já não era gastador, mas vi que mesmo assim gastava com muita coisa totalmente dispensável. Me vejo - e espero que muito em breve - levando uma vida mais leve, fora da área de TI, aproveitando meus finais de semana e feriados. Sinceramente, apesar de ainda ser jovem, me sinto sempre esgotado, estressado e tendo algumas pequenas crises de ansiedade, acho que se não fossem os esportes que pratico e a alimentação boa, meu corpo já teria dado algum bug.

    Att,
    http://goblinvestidor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado man, amo TI e amo trabalhar mas no momento sinto que não está valendo a pena, sei lá, parece que a ética e o respeito por quem trabalha sumiram do mundo corporativo, estou cuidando de mim mesmo e da minha família, nunca vi meu pai, mulher e filha tão felizes! Frugalidade é a chave para solucionar esses males modernos que nos assolam como ansiedade por exemplo, boicotar mídias que exaltam estilos de vida surreais baseados no consumismo e esbórnia é a prevenção da depressão moderna que ataca o homem ocidental que desde cedo aprende que deve ser um "vencedor" um "macho alfa milionário" e quando cresce percebe que nunca vai alcançar esses padrões doentios então se afunda em dívidas, trabalho escravizante, drogas, sexo sem amor e álcool. Pode deixar que vou agregar o link do seu blog na minha lista. Abraços man!

      Excluir
    2. Pois é, eu também gosto de TI (até que "sou bom" no que faço - ao menos clientes e chefe nunca reclamaram ou precisaram chamar atenção de algo), a pouco tempo não me via fazendo outra coisa além disso, mas passei a criar resistência contra minha área. Hoje em dia é praticamente apagar incêndio, o mercado sempre vai querer mais, com menos e para ontem, isso acaba com o sujeito. No começo da carreira é tranquilo de aguentar, mas no médio a longo prazo - sei lá - vai corroendo a gente, até chegar ao ponto de começar a odiar antes o que você amava fazer. O pior é que criei um laço emocional muito forte com meu emprego, justo por estar ali a tempo e considerar meu chefe um ótimo mentor (no lado profissional e de negócios), agora eu tenho um puta receio de sair e decepcionar ele e equipe. Cometi um grande pecado, que não recomendo a ninguém - se envolver emocionalmente com o emprego.

      Abraços e sucesso ao blog. Ganhou um leitor assíduo eheheh

      Excluir
  7. Aí Gerson, tô vendo que vc está numa boa, tranquilao! Parabéns pelo estilo de vida alternativo. Você ganha algum dinheiro com o blog? Adsense?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado man, estou curtindo essa fase sem apego. Somando Janeiro, Fevereiro e Março até o momento o blog só rendeu de ADS U$66,00, bem pouco mesmo, mas não ligo mais pra isso, meus outros negócios digitais estão na mesma, tipo um venda a cada um ou três meses, mas tá tranquilo, não lancei o site pra me estressar, quero é paz. Abraços man!

      Excluir
  8. Mas é melhor do que nada. Então de vez em quando vc tira algum do blog?Já chegou a ganhar 100 dólares por mês? Você vende hardware? Ou programas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pego mixariazinha no fim do ano, ADS não dá mais nada fixo. Vendo adesivos, código fonte pra estudo e sementes de Araçá amarelo, em breve vou vender mudas de Araçá pois tem mais procura e saída.

      Excluir
  9. Que relato interessante, Gerson. Deve ser mesmo muito bom levar uma vida de relativa tranquilidade financeira! E é bom saber que você, ainda por cima, pratica alguma caridade. Continue assim, man, ou daí para cima!

    ResponderExcluir
  10. Isso é é forma mais feliz de viver, essa é a vida real que acontece offline, hoje somos escravos de smartphone, passamos o dia olhando para uma tela e acabamos escravos disso, eu notei isso com a atualização Android 9 ele mostra o tempo de uso do smartphone e fiquei chocado quando aplicativo me mostrou que fiquei 9 horas daquele dia nele, quero me desapegar disso, percebi que sou um pai de merda minha filha fica no jogo free fire ou no celular e eu por ja estar cansado do trabalho deixo ela lá no mundinho dela e eu fico no meu sendo que eu devia dar mais atencao, agora que estou na T.I e comecei a trabalhar com isso minha vida é olhar pra telas não acho que Steve Jobs foi herói como dizem, ele apenas criou uma nova forma de vício e criou uma necessidade que antes naontinhamos, parabéns por seu blog me fez ter uma reflexão profunda sobre a vida e meu relacionamento nada sadio nas redes vc faz o bem e ajuda simplesmente com seus textos, sucesso

    ResponderExcluir
  11. Respostas
    1. Obrigado man! Frugalidade é a chave para superar as ilusões financeiras que nos escravizam.

      Excluir
  12. Pô! que da hora essa nova vida que vc tá levando.
    Espero um dia, antes dos 50, pelo menos, caso assim eu queira, viver somente dos rendimentos. Realmente, as vzs a gente leva a vida no automático só pra satisfazer necessidades que, muitas vezes, nem são nossas (pressões externas de parentes, familiares e amigos) e achamos que temos que ser "vencedores", ou seja, ganhar acima de R$10.000,00, andar com o carro do ano, morar em um imóvel localizado em bairro nobre, smartphone da moda, roupas, etc, etc. Porém, tudo isso tem um preço, e muitas vezes o preço que se paga por isso é a nossa saúde. Conheço diversas pessoas que têm esse estilo de vida desenfreado em busca de não sei o quê e nem por isso são felizes.
    Enfim, boa sorte e continue postando. Muito bom ler os seus textos.
    Abs,

    Anon.desprivilegiado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou vivendo com bem pouco man , bem pouco mesmo, nem classe média sou, mas nunca estive tão saudável e feliz com minha família. Em breve vou voltar a trabalhar pois AMO trabalhar, estou sondando algumas empresas, conversando com os funcionários, pesquisando sobre os donos, fundadores, ética , história e etc. Obrigado por ler e comentar amigo!

      Excluir
    2. Gerson, boa sorte no novo emprego. Espero que seja mais tranquilo e que você seja valorizado. Quem é frugal, sabe viver com pouco, tem reservas e renda passiva não é escravo de chefes ridículos opressores. Mas, me diga, seu pai te ajuda financeiramente? Ele mora com voce? Vc disse que seu pai tem uma aposentaria tranquila e é mulherengo. Abraço carioca

      Excluir
  13. Tempo pra se exercitar, caminhar, ler livros, ter hobbies. Essa é a vida que entendo como uma vida de qualidade e próspera.

    Parabéns man, que continue sempre assim. Paz de espírito a todos nós.

    ResponderExcluir
  14. " rabino talmudista responsável," - o que ele disse?

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um bom rabino passa orientações para não judeus como por exemplo: a maior parte da bíblia judaica (os 5 livros), são somente para o estudo de judeus, um não judeu que lê, estuda ou aplica mandamentos dados somente para os judeus pode danificar seu corpo, mente e alma. O mesmo vale para os demais livros como o Talmude e Zohar. Aprendemos também sobre ajudar os outros de verdade.

      Excluir
    2. blz. ele indicou algum livro para não judeus?

      Excluir
    3. O Livro de Jó, Provérbios e Eclesiastes e Gênesis. Ler e recitar o livro dos Salmos somente após a meia noite.

      Excluir
    4. além desses livros bíblicos, ele recomendou algum autor posterior?
      " somente após a meia noite. " - qual o significado?

      Excluir
    5. Não, e na dúvida busque por uma Beit Chabad para conversar com o rabino sobre esse e outros assuntos, não tenho competência para explanar sobre.

      Excluir
  15. fala Gerson bumbum guloso..kkkkk
    Parabéns pelo estilo de vida meu camarada, espero chegar na sua idade vivendo uma vida assim,bem tranquila.
    Um abraço e parabéns !!

    ResponderExcluir
  16. Belo Relato, Gérson. Sorte para vc. Ninguém merece aquele massacre que é o mercado de trabalho. Poste sempre, sou um admirador seu.

    ResponderExcluir

Obrigado por ler o blog! Obrigado por comentar! Show! Compre um dos meus ebooks na Amazon: "Merda Total!" e "Livro Supremo do Analista de Suporte". Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot