Demita seu empregador! Não seja explorado por idiotas! - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

13 de fev de 2019

Demita seu empregador! Não seja explorado por idiotas!

Olá amigos! Como sabem pedi demissão mais uma vez! Estou dando um tempo para me desintoxicar do ambiente nefasto em que estava...


Como sempre acontece comigo, entrei numa empresa que parecia um bom local para trabalhar mas que passados 4 meses, mudam gestão, mudam politicas e tudo muda da água para esgoto...

No começo eu estava adorando: trampo tranquilo, de segunda à sexta, sem encheção de saco, ficava circulando na cidade visitando lojas e cuidando da segurança digital de servidores locais e remotos.

Mas aconteceu de que acabei por ser "promovido" para gerenciar as equipes de suporte técnico da parte de TI da empresa. Foi o começo do meu martírio. Praticamente extinguiram o trampo que eu fazia anteriormente que passou à ser feito 100% remotamente pelos cabeças de bagre do suporte: um bando de moleques leite com pera criados em condomínios, com tatuagens de "Assassins Cred", piercings nas sombracelhinhas, barbinhas untadas com creme da mamãe  e muita vadiagem... Tinham alguma garotas também.

Apesar disso, era uma galerinha gente boa e legal, muitos nerds, geeks e micreiros da nova geração.

Até ai tudo bem, sou carismático e sei como administrar pessoas, processos e equipes, mas o que ocorreu foi que conforme mudavam as políticas da empresa as condições de trabalho da galera pioravam.

Mudou a gestão e o novo velho bafento (bafo de fezes) cortou vários amenizantes que faziam a galera do suporte suportar o trampo chato de lidar com servidores enlouquecidos dando pau e usuários leigos pedindo ajuda em sistemas escrotos e gambiarrentos de automação comercial.

O fedido cortou as horas extras em dinheiro, fechou a sala de Xbox, cortou frutas e guloseimas nas PAS, era agora proibido comer ou beber durante a semana nos postos de atendimentos, cortou a caixa de som JBL que tocava uma rádio legal ou músicas escolhidas pela galera direto do PC, trabalhar sábados e domingos virou regra, implantaram um sistema de setor de qualidade que vigiava e punia pesadamente a galera, enfim, a galera foi ficando cada vez mais baixo astral e desmotivada. 

Enquanto isso, como a empresa demitiu toda a equipe de limpeza, Brunão meu superior direto e eu fazíamos faxina limpando os banheiros da empresa e retirando os lixos! Olhem a folga desses empresários bundas sujas! 

E tiveram a cara de pau de chamar isso de "auto gestão da limpeza em que cada um é responsável por manter seu cantinho limpo e cheiroso", ARRGH! Quando eu vi uma cartolina cor de rosa com essa frase pregada na operação me segurei para avançar nela e fazer picadinho dela!

"Parabéns! Você foi promovido! Vai ter pesadas responsabilidades, desvio de função, tripla função e seu salário vai diminuir pois TI só gera despesas! Olha só que legal né!"


Isso na parte "operacional", eu apesar de fazer parte do "seleto time da gestão" também não escapei dessas políticas escrotas e me vi trabalhando fins de semana tendo que gerir uma galera cansada, desmotivada e insatisfeita que me peguntavam o que estava acontecendo com a empresa que parecia um presídio com esse novo velho gestor bafo de côcô. Detalhe: queriam me mandar embora e recontratar como PJ pagando um terço do que eu ganhava como CLT! Olhem o absurdo!

Além de gerenciar as equipes de suporte eu também colocava a mão na massa configurando servidores bugados e cuidado da segurança deles também.

Por conta dessa escrotidão ocorreu uma epidemia de gente pedindo demissão nas empresas do grupo: todo dia alguém surtava e caia fora pedindo demissão.

Eu ainda tentava amenizar o trampo da galera pelo menos nos fins de semana, consegui convencer o velho à deixar a gente ouvir música e comer algumas guloseimas nos sábados e domingos.

Lembro de um domingo em que o povo estava muito pra baixo, tédio total e em ritmo de phoda-se e eu deixei a galera extravasar e acabaram por sair dos limites: tinha um pódio na operação usado para premiar os três melhores do mês, a rapaziada colocou pra tocar no som o tema de vitória do Ayrton Senna bem alto e quando eu percebi um monstrinho estava dando um banho de Dolly nos outros monstrinhos imitando os pilotos de fórmula 1 quando comemoram no pódio estourando champanhe! PQP

Pegaram um spray de chantily que o velho bafento usava para colocar no café dele e esporrearam na boca de uma analista simulando um cumshot e a menina rindo com a boca e cara toda melada achando a maior graça com as monstrinhas e monstrinhos nerds! Observação: quem fez isso foram elas mesmas entre elas, eu fui chamar a atenção delas e borrifaram essa merdha na minha bhunda quando virei de costas, sentei na minha cadeira e senti o "molhadinho" e vi que era chantilly! PQP"! KKKKKK! 

Eu corri pra lá e pedi pra galera maneirar mas fui alvejado com toneladas de comida e frutas! PQP! Dai eu sai de mim e entrei na zona, taquei pipoca, chamei todo mundo de arrombado e viadhinhos, taquei bolo de fubá na molecada e eles tacando em mim e em uns aos outros! Aos gritos de "Vai arrombado!", "Engole essa ameixa seu arrombado! Uhuuu!", fizemos uma verdadeira farra.  Nunca me diverti tanto na minha vida! 

Mas depois nos revesamos e limpamos a bagunça enquanto a operação seguia normal, até porque não fazia sentido trabalhar nos fins de semana pois NINGUÉM entrava em contato pedindo ajuda, raros usuários entravam em contato, taí a prova de uma gestão incompetente do planejamento que fazia a equipe toda trampar em dias mortos...

Pois bem, tudo ia bem, mas eu fazendo o trampo dos outros gerentes e coordenadores que pediram demissão comecei a me sobrecarregar, estava trampando como um louco e a galera do suporte cada vez mais desmotivada e cansada só me causavam problemas e conflitos para eu ficar amenizando e resolvendo.

No dia do pagamento, vi que recebi o mesmo salário murcho do operacional e fui saber o motivo, cadê o aumento por ter sido "promovido"? E o cara de pau me fala: "Sim, foi promovido à ter mais responsabilidades, pense na experiência e valor que isso vai agregar para você! Não podemos aumentar um centavo seu salário pois estamos com queda nas vendas nas lojas! Parabéns pela promoção!".

PQP! Eu ainda tentei argumentar com os jumentos expondo que estava trabalhando muito e que conseguia manter a equipe unida apesar das condições ruins impostas e que eu sabia que as vendas estavam aumentando toda semana, tanto que os donos da empresa viviam viajando para Dubai e EUA para relaxar e comprar porcarias como Iphone e perfumes caros para suas chubbys e amantes...


Falei que eu e o Brunão estávamos com triplas funções, desvio de função mesmo e a bela resposta que ouvi dos gestores e donos: 

"Nada justifica um aumento apesar da promoção, sua função de gerente não gera lucro, só despesas, entenda Gerson, essa área de TI não agrega valor nenhum ainda mais na parte gerencial amigão, e tenho uma novidade pra você: semana que vem vamos te demitir e recontratar como terceirizado e seu salário vai cair para um terço do que ganha atualmente, mas veja pelo lado bom, seu curriculo vai crescer com isso, olha que legal!"

Amigos, confesso que me segurei para não mandar para o inferno aqueles imundos! Fiz de conta que concordei com tudo e fui pra casa para nunca mais voltar...

Pedi demissão mesmo, só posso fazer isso pois tenho outras rendas, mas mesmo que não tivesse nada não faria diferente, sempre fui assim, tenho um sensor para exploração, picaretagem e bhunda-sujismo amigos e não aceito isso de forma alguma.

Confio no meu taco e recomendo: se você faz um trabalho firmeza, tem conhecimentos, habilidades adquiridos em anos de custosos estudos em faculdades e cursos e sólida experiência na área, jamais aceite ser explorado por idiotas, demita seu patrão, mande pro inferno todo e qualquer empresário bundha suja que quer empreender mas não pensa duas vezes em matar seus empregados para economizar centavos. 

Juro que tentei negociar mas não teve jeito, não quiseram saber, foi tipo: "Seu trabalho e experiência não valem nada pra gente..."

Enfim, apenas busquem a felicidade amigos e digo, ela não está em empregos ruins.

Att Gerson Ravv

53 comentários:

  1. Vai dar um tempo de quantos meses? Quanto vc tem de renda dos aluguéis pra se segurar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou muito triste com essa desvalorização do trabalho man, não acho mais graça em nada, sei lá, parece que tudo que eu acreditava como estudos, carreira e melhoria da humanidade perderam o sentido. Meus aluguéis são mixaria, juntando com os da minha chubby mais uns investimentos que tenho vai dar pra vivermos bem, não somos ricos mas dá pra levar a vida. Enfim, nem sei se quero voltar a trabalhar depois de ver aqueles olhos de lobo famintos dos donos da empresa se lixando pro fator humano da empresa, os caras só olham planilhas, tem o cinismo de ver o faturamento crescendo e mesmo assim arrancam nosso couro sem o mínimo de empatia. Não estamos mais na época da revolução industrial.

      Excluir
    2. Valeu pela resposta. Sua chubby trabalha? Se sim, já ajuda. Pq vc não tenta concurso público? Mesmo que seja um pra ganhar pouco, é tranquilo cara. Abraços

      Excluir
    3. Minha chubby que na verdade nem é chubby só cuida da nossa filha, ela também herdou salões comerciais e casa como eu, unimos nossos ganhos e assim vamos vivendo. Estou vendo uns editais mas só tem porcaria! Já estagiei em repartição pública e detestei: muita ociosidade e fofocas.

      Excluir
  2. Se tiver paciência, faça uma denúncia anônima ao ministério do trabalho. Vamos fazer esses patrões vagabundos que fingem que estão a 1 centavo da declaração de bancarrota nos respeitarem!
    Senta o cacete neles, e se eu fosse você ainda falaria para os seus antigos empregados para saírem também que essa empresa não tem futuro.
    E achei muito engraçado tu julgando a garotada e depois se divertindo com eles kkkkk, é isso aí, tem que aproveitar enquanto estamos vivos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A galera saiu em peso, era absurdo e surreal o que estava acontecendo lá dentro, queriam arrancar nosso couro enquanto os donos da empresa postando selfies em Dubai e EUA com iPhones de carcaça de ouro incrustados de diamante, com a vitória do Bostanaro os empresários ficaram loucos.

      Excluir
  3. Bem a nova era Bockchain..

    Cara eu vou te mandar bem a real ,meu pai é empresário aqui no brasil e ele me relata oque vem acontecendo.

    O Fato é , o Brasil está passando desde que começou a crise por uma " Americanização" a concorrência aumentou , os preços diminuíram , junto a margem de lucro também , hoje só vendem no dinheiro , ninguém mais vende fiado. Com isso , os empresário foram obrigados a achar alternativas para continuar no mercado.

    E a realidade que a CLT fode com a vida de qualquer empresário , porque um funcionário de 1.200 custa 2.500 para a empresa todo mês.

    Então oque os empresários estão sendo obrigados a fazer para manter a empresa viva ? Cortando gastos ! e com isso vem aumento de funções e salários menores para quem não foi demitido.

    E a tendência é isso não melhor até que o governo faça algum plano de investimentos que aloque muitas pessoas no mercado de trabalho e falte mão de obra.

    De qualquer forma , é uma nova era no Brasil . Tanto nos EUA como no Japão ou qualquer outro país capitalista essa rotina que você relatou é totalmente normal . Então amigo , acostume-se

    e aliás add meu blog ae , abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha acesso aos dados reais de faturamento de cada loja e a cada dia aumentava mais, não havia necessidade de arrancar o pelo da galera. O que existe hoje é ambição pura e predatória amigo, pra que cortar gastos necessários e fazer a vida de quem traz lucro pra empresa ficar cada vez mais pobre e ruim?

      Excluir
    2. Essa é uma grande de uma mentira Peão Playboy, tenho acesso a conta de muitas empresas e só vejo lucro subindo mesmo cortando gastos de pessoal. Eu que sou cara de pau perguntava mesmo como aquilo ocorria e os gerentes e alguns donos ainda se gabavam que os empregados faziam oque mandavam...
      Ao menos em empresas multinacionais sei que ainda há um pouco de respeito, soube de um gerente que teve que ir para a matriz lá fora porque estava criando um ambiente "hostil" no trabalho. E além disso, já tive um dono tetinha ligando para todo mundo e para mim também, pedindo socorro porque precisava de empregados rápidos já que alguns empregados realmente saíram após ele falar que se eles não gostavam da empresa deveriam pedir demissão e tinha prazo para entregar suas coisas.

      Um patrão que tenta ser humano.

      Excluir
  4. E vou te dar uma dica Gerson.

    Se você não se acostumar nessa nova era de trabalhar muito , você vai ficar para trás. Porque as mamatas estão todas acabando e os caras que estão se sobressaindo são esses que trabalham de domingo a domingo , entram 6 da manhã e saiem 7 da noite. Logo logo essa CLT deve rodar nesse novo governo do Bolsonaro.

    Agora a pergunta é , isso é ruim ? Acredito que não , é só olhar para os Países que citei. Hoje com tudo estabilizado por lá , falta mão de obra e com isso os salários aumentam.

    Então novamente eu te digo ACOSTUME-SE para não você não sofrer e ficar para trás.

    E se não acha que tudo que falei não tem sentido , abra um empresa e comece a trabalhar por conta própria que verá a realidade que estou dizendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há necessidade alguma de trabalhar mais amigo. Tem trabalho suficiente para todos, é muito errado sobrecarregar um cara ou uma equipe com uma carga de trabalho de 5 caras ou 5 equipes sendo que o faturamento aumenta e os lucros batem as metas, está falando groselha. Já tive empresa na pior crise do mundo e mesmo assim meus lucros só aumentavam, isso é migué pra arrancar o couro de quem trabalha pra sobrar grana pra levar os filhos pra estudar na Europa e comprar presentes caros pra chubby e amantes deles. Sugar até a última gota de vitalidade dos empregados e dar em troca o básico e deixar todos insatisfeitos só produz baixa produtividade a longo prazo.

      Excluir
    2. Estamos chegando em uma era estranha. A era do trabalho de corno e o do corno feliz! Duvidam? Olha aí:

      "Porque as mamatas estão todas acabando e os caras que estão se sobressaindo são esses que trabalham de domingo a domingo , entram 6 da manhã e saiem 7 da noite."

      Todos sabem que trabalhar nesse ritmo só gera tristeza, doenças, desânimo e baixa produtividade. Mas o nosso amigo Peão acha o máximo, afinal isso vai acabar com a "mamata".

      Amigo, ninguém precisa trabalhar mais que 8 horas por dia. No MAXIMO!
      Geralmente o trabalho pode ser feito em 4 ou 6 horas. Morrer de trabalhar em jornadas exaustivas só te faz mais cansado e infeliz. E nem sequer garante uma renda maior pois em vez de pagar as horas extras em dinheiro, pagam em banco de horas. Alguém aí paga despesas com isso?

      Ninguém é feliz trabalhando em jornadas que você só para em casa pra dormir. Quem disser que é, está mentindo.

      Excluir
    3. Concordo 100%, Analista Triste! Hoje em dia não há motivos para que as pessoas trabalhem mais do que 5 ou 6 horas por dia. Aliás, ninguém ou quase ninguém rende as 8h "padrão" do mercado. Eu mesmo lá pelas 14h, 15h, já estou na descendente.

      Excluir
    4. Pois é amigo. No meu caso quando passa das 16 já começo a ficar em câmera lenta. A dificuldade em lidar com problemas e raciocínios um pouco mais complexos fica evidente e a produtividade desaba.

      Já cheguei a trabalhar até as 22 horas. O esgotamento é tão cruel que abala até mesmo o dia seguinte. Você dorme mal porque chegou tarde e o descanso é insuficiente para a jornada estafante. Chega o dia seguinte acorda com a bateria esgotada e vai se arrastando para o trabalho. Quem diz que se orgulha de trabalhar muito e acha isso um privilégio tem probleminha sério na cabeça. Afirmo categoricamente.

      Excluir
    5. Já passei por isso... Já trabalhei até depois das 22h também. Mas para mim o pior é quando não consigo sair no horário só porque "pega mal sair no horário", e ninguém sai mesmo sem ter nada que não possa ser resolvido no dia seguinte.
      Aproveitando o ensejo, por favor, visite meu blog, o qual comecei hoje mesmo, para engrossar as fileiras da blogosfera das finanças: https://magoeconomista.blogspot.com/

      Excluir
  5. Fala Gerson! Cara, ri demais da guerra que rolou no fim de semana entre vc e os arrombados. kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    É osso mesmo essa cara de pau de certas empresas no mercado de trabalho. Algumas coisas até dá pra entender. Agora obrigar a trabalhar sábado e domingo, ficar de mimimi com pequenas coisas (como música e lanche) é coisa de empresário/gerente escroto mesmo. Tem que avaliar a produtividade da galera ao invés de ficar enchendo o raio do saco.
    O profissional tem que estar disposto a se dedicar e vc provou que estava disposto. Agora a empresa tem que fazer sua parte.
    Vc fez bem de pular fora dessa empresa.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Embora eu discorde de muitas coisas do comunismo, O que Marx fala da mais valia faz todo o sentido, os caras empresários já lucram horrores e não contentes ainda querem explorar mais, devem estar rindo de orelha em orelha com o governo bonoro, já não existe mais ministério do trabalho e isso é só o começo sem CLT vai virar carnificina, pra quem o trabalhador recorrerá em casos como os narrados nessa postagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja que imbecilidade amigo: na loja física as vendedoras estavam batendo as metas diariamente, metas essas dobradas todas as semanas, quando chegou naquele inevitável ponto em que as metas estão absurdamente altas é claro que não serão batidas, daí os idiotas mesmo assim gritavam: "Troca toda a equipe da loja essa semana! Manda tudo embora e já coloca gente mais motivada!" Olha que estupidez! E as meninas davam o sangue e mesmo não batendo as metas estratosféricas ainda assim os lucros cresciam. Agora com o fim do mistério do trabalho tem que ir na delegacia primeiro fazer um BO contra seu patrão e depois arrumar um advogado pra processar.

      Excluir
  7. Falaram pra mim que após alguns anos em empresas de ti a pessoa já ganha 5 mil por mês. E é coisa de 2 ou 3 anos. Seja testador, suporte, programador...

    Porra em, não esta tão ruim pois em outras áreas o bicho pega com menos de 2k por mês.

    Uma pessoa ai com 5, 6 anos de empresa de ti beira então os 10 mil mensais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, até mais que 5 mil amigo. Mas prepare-se para não ter fins de semana livres, folgas, trabalhar horas extras e não receber em dinheiro, perder-se em milhões de micro tarefas, responder WhatsApp, Skipe e e-mails de madrugada em sua cama ou no jantar com sua mulher. Em TI quanto mais se ganha mas se é explorado e NÃO COMPENSA o salário, vc fica doente do corpo, mente e alma lentamente.

      Excluir
  8. O que vocês jovens não entendem, é que ao chegarmos numa certa idade teremos outras prioridades que não são só o trabalho e carreira, e o corpo e principalmente a mente não suportam o ritmo alucinante e maçante exigido pelas empresas mal administradas. Por isso dou a dica: se matem de trabalhar quando novos entre os 14 até os 30, guardem dinheiro, juntem patrimônio, invistam, acumulem bens que rendem dinheiro para que depois dos 30 ou aos 40 possam virar as costas pra esse sistema estúpido, não somos máquinas, não seremos jovens para sempre, trabalhar e estudar é bom mas chega uma hora que perdem o sentido, principalmente se usam nosso trabalho e conhecimentos só para gerar lucro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O caminho do empreendimento para quem tem pouca grana é tão ruim quanto CLT ou PJ: cada cliente seu será um patrão arrogante e bafento querendo comprar ouro por preço de barro , vai ganhar mais mas vai se esgotar de tanto trabalhar. Depois quando tiver grana o suficiente poderá contratar outros Mortos de fome para explorar mas sempre estará paranóico administrando seu negócio e pessoas.

      Excluir
  9. Oi gerson, tô estudando pra um concurso público de formação de oficiais, tem todo ano essa bagaça. Eu tranquei meu curso de eng elétrica no meio do ano passado com o intuito de estudar para esse concurso, por sorte e competência, acabei ficando dentro das vagas.Porém, o teste físico acontecerá daqui a 10 dias e não tô com o fisico adequado pra passar no teste de aptidão física, provavelmente vou rodar nessa bagaça. A questão é, será que compensa estudar mais um ano e ir treinando novamente para essa prova? Tô com 21 anos e ainda nao trabalho, então rola aquela pressão dos familiares, mas ultimamente acredito que a melhor coisa seja focar num concurso mesmo. Se eu passasse esse ano, já saíria ganhando como cadete e tirando uns 5k e depois de formado(3,5 anos) estaria ganhando
    9/10k, fora a estabilidade, aposentadoria e progressão na carreira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não pare de estudar e fortalecer seu corpo man, estou vendo editais de concursos mas nada me agradou até agora, em SP só função desinteressantes, quando tem algo de TI e computação é um vaga para milhões de candidatos.

      Excluir
    2. Para quem quer seguir a área de TI depois de formado no exército, abre concurso todo ano para diversas áreas:

      http://www.esfcex.eb.mil.br/

      Vai ingressar num curso básico de formação militar e depois segue trabalhando.

      Precisa estar formado na área.

      Salário Inicial após aprovado: R$10.524,60
      Idade máxima pra ser admitido: 36 anos até 31 de dezembro do ano da matrícula.

      Excluir
  10. Chorei de rir na parte dos cumshots de chantily ...kkkk. Agora, falando sério.
    Nos últimos anos senti a mesma coisa na pele. Em minha última empresa fui contratado para gerenciar um departamento pequeno, mais técnico, e ganhei outro de brinde, com uns 5 subordinados para me encherem o saco, sem ganhar um centavo a mais. Concordo quando diz que após os 30 ou 40 anos, não temos mais o mesmo pique para aguentar toda a encheção de saco de chefes idiotas. Atualmente estou planejando maneiras de ganhar dinheiro com minha expertise, mas sem depender de ser escravo do sistema. Talvez monte uma empresa de consultoria em minha área, e trabalhe somente em projetos mais curtos. Já demiti meu último empregador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tive que comprar do meu bolso outro chantilly pro véio. Os leigos de outras áreas pensam que em TI quanto mais a gente alcança cargos altos na hierarquia mais teremos benefícios e mamatas mas é o contrário! Como TI é desvalorizado e visto como despesa arrancam nosso couro mesmo em cargos altos.

      Excluir
  11. Por esses posts e outros gosto desse blog. Aqui o dedo é colocado na ferida em relação a essa área, não há papinhos coloridos de que TI é uma maravilha, paga bem e é o paraíso para crescer na carreira.

    Todo esse post reflete a precarização do trabalho que vem crescendo ano após ano. Ele me fez lembrar aquela sua outra história sobre um software maldito que monitorava até as piscadas de olho dos analistas e que reduziu a equipe em praticamente 1/5. Esse post tem uma história parecida. Bom ambiente, trabalho tranquilo, funcionários felizes. Tudo muda quando um gestor idiota resolve impor regras escrotas que ele tirou de algum lugar que diz que aquilo aumentará a produtividade da equipe. Resultado: desânimo e baixa produtividade.

    Quando você mazela o ambiente, acaba com a motivação dos funcionários. Ainda mais em uma função de cão como analista de suporte de sistemas comerciais. Se deslocar de sua casa todos os dias pra aguentar idiotas abusados, arrogantes e chorões que só fazem merda e jogam toda a culpa no sistema e na empresa é uma tarefa inglória. Requer muita força de vontade, paciência e inteligência emocional. É o dia todo recebendo chamados e suportando abusos de toda espécie. Seja do gestor bafo de bosta ou do usuário burro que liga 50 vezes pra perguntar a mesma coisa que ele deveria ter anotado ou aprendido. Um ambiente agradável, funcional e amigável seria o mínimo que essas empresas deveriam proporcionar a seus colaboradores. Mas fazem questão de fazer exatamente o contrário e o resultado é esse aí relatado no texto: loucura total. Quando abre uma brecha todo mundo extravasa o que há de mais animalesco e niilista dentro de si.

    Recado ao jovens, se é que algum vá ler isso:
    Trabalhem e acumulem DINHEIRO. Esqueçam relacionamentos, festas, vadiagens, porcarias que vocês não precisam, etc. Guardem sempre uma parte do seu salário. Junte muita grana. Porque tudo isso? Pra chegar num ponto em que vocês possam fazer render seus ganhos e mandar a merda qualquer chefinho arrogante que venha lhe promover sem ganhar um centavo a mais por isso. Pra poder não ser mais vítima desses papinhos melados de vestir a camisa da empresa e ter mentalidade de dono(mas nunca os ganhos financeiros do dono). Por trás de todo discurso motivacional corporativo tem um objetivo nefasto que sempre converge em aumentar os lucros e precarizar funcionários e funções.

    Obrigado por compartilhar suas histórias, Gerson.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou jovem e estou lendo o que você disse, Concordo com muito do que você e esse blog falam, é a realidade nua e crua, porem eu busco seguir o caminho do Buda, o caminho do meio sem extremismos e acho essa ideia ai que você passou de esquecer festas e relacionamentos certo exagero e acredito que para o Gerson também deve ser exagero, da sim pra acumular dinheiro e de vez em quando ir em festa se você gosta, relacionamentos são despesa as vezes mas se vc namora com uma pessoa alinhada com você isso pode até vir a contribuir.


      Eu quero sim mandar meu patrão a merda e ser independente financeiramente, mas eu sou jovem e tenho saúde e capacidade de curtir o HOJE, preciso viver o hoje, claro planejando o amanha mas não deixando de aproveitar o agora também, quem me disse isso foi meu próprio tio que já faleceu, empresário foda, veio do nordeste sem um puto junto com toda a familia, enquanto meu pai e meus outros tios se acomodaram no primeiro emprego arrumado aqui em SP, esse tio empresário estudou bastante, trabalhou que nem um FDP e se desgastou muito mentalmente e fisicamente pra fazer a empresa dar certo, ele morreu aos 46 anos e só conseguiu de fato viajar mesmo e curtir mais nos últimos 2 anos de vida dele e quem de fato esta usufruindo os frutos do suor dele ao máximo são as filhas que nunca tiveram que se esforçar e a mulher dele, de que valeu tanto esforço? nos últimos dois anos que ele despirocou ao saber que estava doente e foi curtir eu pedi uns conselhos pra ele e ele me disse para aproveitar mais a jornada e evitar o estresse, buscar melhorar financeiramente mas com equilibrio, meu pai diz que esse meu tio era muito estressado e ocupado, meu pai convidava ele pra um aniversario meu quando eu era criança ou algo e ele sempre ocupado se recusava, eu compreendi melhor a vida difícil de um empreendedor que vem do nada no Brasil sem nenhum capital como o caso do meu tio quando li os relatos do Gerson de suas tentativas de ser autônomo, não é fácil

      No mais é lamentável que esse sistema siga por esse caminho, era para o trabalho ser mais de boa e menos estressante, temos tudo para ter uma vida mais leve pena que existam tantos cabeça de bagre egoístas, e pra nós que somos pobres estamos tão ocupados buscando sair da miséria e da pobreza que as vezes nos desequilibramos e deixamos a vida passar sem olhar pra ela

      Excluir
  12. Daqui a pouco aparece o giromba grossa do Java, com suas mulatas, imóveis e 15k na conta todo mês trabalhando de pejotinha e botando terror nas empresas sacanas pra contestar o texto, meu post e tudo mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é caro amigo, tem gente que não tem empatia pelo sofrimento alheio pois se enxerga como beneficiário do sistema mesmo sendo mais um explorado nas galés do rei. Alguns tem a falsa esperança de um dia manejar o chicote nas costas dos outros mas o tempo passa e caem na real.

      Excluir
    2. Estavam com saudades minhas meninas ?

      Eu comentei abaixo, fiquei com muita dó do Gerson mesmo, ele deveria enfiar a empresa no pau por assédio moral, insalubridade, desvio de função (limpar o próprio banheiro wtf?), acumulo de função, humilhação, etc

      Sendo CLT ele goza de um bom respaldo da justiça.

      Todos os analistas de suporte que eu conheci sempre tentei convertê-los para programação, área de qualidade ou negócios para viverem uma vida mais digna e mansa, mas quem trabalha de suporte gosta de ser corno manso mesmo e sofrer, é perfil, não tem jeito.

      Excluir
    3. Teu nariz de pinóquio já chegou no monitor, pica master do java?

      Bota aí teu github e pelos menos 3 fotos das mulatas que vc diz pegar e alguma coisa dos teus imóveis quitados, malandrão!

      Excluir
    4. Esse reduto é 100% honesto e já foi provado! ;)

      Excluir
  13. Gerson, porque não contra atacar de forma indireta ?
    Tem que sabotar patrão assim, se eu fosse você não teria pedido demissão, teria deixado o tetinha me demitir, além disso, ia fazer com que a galera curtisse, pode ter festa na sala sim e tudo que tem direito. La garantia soy yo.

    Um patrão que tenta ser humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabotagem não, não vale o trabalho. Pra explorador dou apenas meu desprezo man.

      Excluir
  14. Esse peão playboy tá de sacanagem.

    Será que ele não sabe que trabalho precarizado leva há: sindrome de burnout, alienação,doenças, vida condicionada, consumismo, desvalorização do trabalho e etc.


    https://www.google.com/amp/s/brasil.elpais.com/brasil/2019/02/13/economia/1550088419_496910.amp.html

    Ate a decada de 70, 60 os americanos eram sindicalizados tinha crescente aumento dos salários, depois do "fenomeno" Reagan a produtividade americana aumenta mas o salarios estão estagnados há mais de 10 anos.


    É piada essa os salários estão aumentando, só nos setores de tecnologia, finanças e eletroeletrônicos no resto há precarização e jornadas insanas de trabalho pra ganhar um salário de bosta.


    A grande maioria da população americana está endividada, depressiva, sofrendo com a crise de opioides, salários baixos e etc.


    https://voyager1.net/amp/mundo/eua-regridem-e-maioria-de-sua-populacao-ja-vive-no-subdesenvolvimento/


    https://voyager1.net/amp/economia/a-superexploracao-dos-trabalhadores-dos-eua/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele mesmo disse que o pai dele é dono de empresa, logo, ele se enxerga como beneficiário e herdeiro do sistema, gente assim não tem empatia pelos outros.

      Excluir
  15. Gerson, mudando um pouco do assunto do seu tópico eu quero te sugerir um assunto para a próxima postagem que tem haver com internet e as tecnologias, você certa vez disse que se tivesse uns 20 e poucos anos de novo com toda essa internet a sua disposição sua vida seria diferente.

    Pois bem, eu tenho acesso a internet nessa faixa de idade de juventude mas nada do que leio aqui consigo por em pratica, vira e mexe me pego em entretenimento e não sei usar a internet de forma produtiva, para você como seria um uso mais produtivo da internet? qual a sua concepção de uso inteligente das redes?

    Pra falar a real me sinto mais produtivo fora da internet, eu aprendo mais na pratica com um professor ou com algum "mentor" me ensinando do que por aqui não sei porque, mas sei que a internet é uma ferramenta incrível de aprendizado, eu só "não aprendi a aprender na internet", tentei fazer faculdade EAD e foi o maior inferno, agora que faço faculdade presencial tem sido de melhor aprendizado, gostaria de te pedir uma postagem de conselho de como usar as redes para aprender e não pra ser um passatempo improdutivo como na maior parte tem sido ou aprender a por em pratica a leitura de bons conteúdos das redes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que os primeiros contatos que tive com os computadores e depois com a internet me ajudaram muito a ver os PCs e redes como sistemas de aprendizagem: meus vizinhos japas que além de cuidar de mim enquanto meus pais trampavam, eles usavam um PC jurássico daqueles bem antigos com um disquetão pra me ensinar matemática e geometria, além de games bem toscos, mas na época a gente adorava ver na tela de tv preto e branco uma expressão numérica! Eu adorava fuçar nos PCs dia japas e depois assistia o Bozo. Depois minha mãe me matriculou em 1991 numa escola de informática em que tinham PCs com tela de fósforo da IBM, ou seja, sempre vi computador como uma extensão da Lousã do professor e dos meus cadernos, depois com a chegada da internet eu passava horas de madrugada garimpando sites de matérias da escola, desde funções, literatura até história, eu estudava praticamente pela tela do meu 486 tosco com conexão discada usando o IG discador! Depois com meu primeiro salário de primeiro emprego comprei um Pentium 1 alguns anos depois com Windows 95 e por aí vai. Já vcs mais jovens foram apresentados para os PCs e internet como algo mais voltado ao entretenimento e lazer, tente ter foco na hora de buscar conteúdo na rede.

      Excluir
  16. Que irônico isso amigos: minha mulher foi ontem declarada "curada" da síndrome de Burnout e agora sou eu quem está esgotado, sem achar graça em nada, vendo tudo como se fosse xérox do xérox do mimeógrafo. Saí do inferno mas estou sentindo as sequelas, espero me recuperar em breve. Espero não me tornar um cínico amargo e depressivo.

    ResponderExcluir
  17. Gersão,

    Foda essa fase de TI que estamos passando.

    Tenho o mesmo lema que você, aproveito enquanto é legal e bacana trabalhar na empresa, quando o chefe começa a explorar dou um vazari que ninguém fica sabendo.

    Por isso prefiro trabalhar como PJ, assim saio da empresa e dos grupos de rede social sem nem dar notícias. Essa é a grande vantagem de trabalhar em SP.

    É isso.

    Abraços da ZL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é man, fiquei sabendo que grandes empresas de TI estão passando o facão sem dó nas equipes, muito tenso!

      Excluir
  18. Fala Gerson, eu migrei para area academica, sou professor universitário (cursos de tecnologia) e vou te falar que ser docente é bem tranquilo e não paga mal... é uma alternativa boa !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Stifler, sei lá, estou desiludido com o mundo do trabalho, logo eu que sempre gostei de trabalhar. Estamos pensando em ir embora pra Italia e viver dos aluguéis e investimentos, tá uma vibe ruim aqui no Brasil, sei lá.

      Excluir
  19. Tudo bem, Gerson? Te acompanho há um ano, e hoje mesmo criei um blog de finanças, para reforçar a finansfera! Te adicionei no meu blogroll. Se puder, me adiciona também. Vou tentar dar um viés mais técnico, mas também vou compartilhar algumas histórias de trabalho por lá.
    Forte abraço
    https://magoeconomista.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Pode deixar que assim que eu voltar de Ubachuva hoje vou adicionar o seu blog! Show!

      Excluir
  20. Gerson, fiquei triste por você viu, ter que limpar o próprio banheiro ? Isso no mínimo merece adicional de salubridade. O problema é que os bonobos do Brasil gastam 100% do salário com abobrinhas da matrix e não tem um colchão de segurança, eu sempre tive grana guardada pra ficar 6 meses, 1 ano sem trabalhar, então nunca deixei nenhum chefe palhaço me explorar, sempre arrumei briga com esses escrotos e muitas vezes fui mandado embora.

    O certo eram vocês organizarem um motim e tascar o cacete nesse bafento de esgoto, se ninguém fosse trabalhar de fds o bafento ia demitir todo mundo ? Se o povo continuasse comendo na mesa o bafento ia tomar o salgadinho na força ?

    Esses bonobos gastões são muito medrosos e não podem perder o emprego porque não poupam e não tem onde cair mortos, por isso são escravos!

    A culpa pode ser do bafento que humilha e explora seus funcionários, mas a culpa maior é dos próprios bonobos que estão presos na corrida dos ratos e ficam com medinho de ser mandado embora e de tacar o foda-se, descumprir ordens, peitar o bafento.

    Triste sua estória, mas você tendo outras fontes de renda poderia ser menos medroso, burro e peitar esse bafento dando tapa de mão ao contrária, descumprindo ordens até ele vomitar.

    No final o resultado ia ser o mesmo de qualquer forma (você sair da empresa).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A empresa tem um sistema impessoal de punição: pegam vídeos gravados nas câmeras, tiram prints por exemplo da sua mesa vazia no dia em que vc faltou ou no close de vc enfiando uma bolacha na boca, daí vem um véio careca do setor de qualidade e faz vc assinar uma advertência ou suspensão, se não quiser assinar ele só vira as costas e notifica os superiores que passam a infernizar a vida do cara, no domingo em que zuamos tive o cuidado de bugar os DVRs do nosso setor. Eu não curto brigar na empresa pois por duas vezes quase matei dois caras, eu era novo, mudei mas sei lá, quando conheci o budismo indiano passei a evitar violência. Sai com com classe mas ferrei com eles: meus monstrinhos me contaram que minha ausência provocou um caos total na empresa por umas duas semanas! Kkkkkkk! Só de saber disso compensou pedir demissão friamente!

      Excluir
  21. O problema é que estamos no Bostil. Aqui as coisas são assim mesmo. Já passei por várias empresas e em todas tinha problemas parecidos. Você sai de uma achando que está melhorando de trampo, mas cai em outra igual.

    ResponderExcluir
  22. Engraçado como você vê TI ao redor, internet, as pessoas comentando... Parece mil maravilhas, algumas mulheres inseguras reclamando de machismo na área visto que só tem betas inofensivos e os mesmos betas batendo palmas. Quem trabalha nessa área tem 2 tipos: o gordo cervejeiro barbudo que faz piadinha sem testosterona e aquele magrelo soyboy da voz fina(0 testo). Ambos com essas camisetas ridículas de super herói e cultura pop.
    Eu particularmente à uns 2 anos evitei TI por que já não aguentava olhar pra esse reduto de p4u molice, pessoalmente sou extrovertido, carismático e me dou muito bem mas antes sempre gostei de zoa amigos e da o foda-se pras coisas não importantes(coisas que os programadorezinhos soyboys se ofendem).
    Quando quis sair dessa carreira, sempre via o quão a mente de alguém que trabalhasse de maneira braçal(pedreiro, encanador, eletricista etc) era leve, fiz cursos de pedreiro, eletricista, drywall etc com a finalidade de trabalhar com isso(que por opção não trabalhei) e tive experiência de me relacionar de homem pra homem e não com millenial, trocar papo de verdade e não novo filme da marvel, foi uma ótima experiência. Hoje voltei à trabalhar na área, estudando pra caralho mas ainda sim mantenho meu pensamento de deboche à comunidades de programação e afins.

    ResponderExcluir

Moderando os comentários para a segurança e bem de todos. Nem todos os alfabetizados com acesso ao mundo da internet possuem maturidade e bom senso ao emitir opiniões. Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot