O Mercado de trabalho como ele é: sem sentimentalismo e sem mentiras - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

domingo, 2 de dezembro de 2018

O Mercado de trabalho como ele é: sem sentimentalismo e sem mentiras

Ando por outros blogs da blogosfera e costumo ler os comentários da galera. Como bom analista de discurso (estudei essa matéria por vários semestres na minha primeira graduação), dá para perceber a falta de experiência e senso dos comentaristas quando o assunto é emprego e mercado de trabalho.

Quando o assunto é mulher e relacionamento nem vou comentar: dá para ver que a maioria sofre de problemas mentais graves ou nunca sequer chegaram perto de uma mulher que não fosse parente deles...

Entrei no mercado de trabalho com 17 anos no modo informal e somente consegui meu primeiro registro formal em carteira com quase 19 anos. Hoje tenho vários registros na carteira.

 O que vou escrever abaixo pode parecer óbvio, mas saibam que muitos juvenis sequer percebem essas verdades e muitos maduros experientes também não.



O que você tem para oferecer em troca de dinheiro, além do seu tempo?


Você precisa ter uma habilidade para trocar por dinheiro: vejo muitos caras que vivem desempregados ou subempregados com baixa remuneração em funções simples, a maioria empurrou com a barriga os anos de estudos nas escolas públicas em que estiveram, não aproveitaram os anos de liberdade quando não precisavam trabalhar. 

Sabemos que a educação pública no Brasil não é lá essas coisas, mas isso não é desculpa para não ir atrás do conhecimento, como resultado, um cara que só fez o ensino médio por fazer, sem se interessar por nada, não tem muito o que oferecer para um empresário que precisa de alguém que resolva seus problemas na empresa.

No meu segundo emprego, comecei como peão de madeireira, função tosca e brutal: ficava de um lado do outro da fábrica carregando toras de madeira e empurrando pra dentro de uma máquina que cortava automaticamente de acordo com um programa nela, num certo dia, o cara que programava essa máquina foi afastado por ser velho, os donos foram na fábrica e perguntaram quem entendia de cálculo, centímetros cúbicos, geometria e que sabia mexer em computadores. 

Ainda lembro de me ver no meio de um monte de caras de 30 e poucos anos, todos ferrados, tudo primário incompleto com caras de debiloides (tudo cachaceiros ou maconheiros) que não entenderam sequer as palavras do dono, eu timidamente levantei a mão e fui levado para uma salinha onde fiz uma provinha bem chulé de geometria, calculo de metros cúbicos e windows 95, resultado: acabei promovido e passei à trabalhar no escritório.

O mercado de trabalho moderno de funções mais bem remuneradas quer pessoas que usem o cérebro para resolver problemas, o tipo de função em que se exigia o mínimo de cérebro não existe mais, hoje em dia pinças robóticas e braços robóticos fazem esse tipo de trabalho milhões de vezes por minuto e ainda enxergam por meio de câmeras o que estão pegando e selecionam de acordo com o programa da máquina. 

Para quem não adquiriu nenhuma habilidade intelectual, sobram as funções de: motoboy, segurança, fiscal de loja, atendente de quiosque, manobrista, entre outras funções que envolvem apenas esforço físico, um pouco de inteligência espacial e emocional e o mínimo de raciocínio mais complexo.

O Mercado não liga para seus gostos pessoais e aspirações nobres e romantizadas


Outra ilusão que aprisiona a galera é a romantização do diploma de curso superior e as escolhas erradas que advém disso: quando se é jovem, escolhem os cursos mais sem utilidade e que nem os filhos de magnatas que poderiam se dar ao luxo de só viver estudando ingressam.

Já tive a oportunidade de ver ao vivo entrevistas com candidatos formados em Filosofia, Antropologia, Sociologia, História, Direito, Engenharia que sufocados pelo desemprego em suas respectivas áreas de formação partiam desesperados em busca de cargos que não tinham nada que ver com seus diplomas.

O que a galera não entende é que se você não vem de família tradicionalmente rica que fazem parte de corporações, dificilmente você vai se dar bem nessas áreas, me diga, o que leva um pobretão filho de dois ferrados semi analfabetos, se formar em "Psicologia", "Engenharia", "Antropologia" ou "Filosofia" e ainda pensar que vai ficar rico e ser paparicado pelas grandes empresas ou escolas??? Que insanidade é essa?

Quem não conhece alguém que massacrou sua família para se formar em cursos como Marketing e que depois nunca conseguiu trabalhar na área? Conheço uma chubby com cara de bebê que se formou no Makenzie, estuprou os bolsos de seus pais por 5 anos e já se passaram 4 anos desde a formação e NUNCA conseguiu emprego na área. Hoje, pelo que fiquei sabendo, está ganhando a vida fazendo bhoquethe na Alemanha, nas ruas frias de Viena.

Vejo muito se falando na blogosfera que o curso de Medicina é a panaceia para tudo, que um médico é top dos tops... Quanta ilusão! Se o cara formado em Medicina não se mexer, vai viver trabalhando como um escravo fazendo plantão na área pública, pode ganhar bem, mas não vai ter vida decente e nem todos possuem habilidades e motivações para ingressar na área, já um cara que vem de família de médicos, possui uma verdadeira corporação familiar que vai auxiliar ele na área.

Se não tiver grana para abrir um consultório e habilidade para fazer seu nome e fama crescer, vai ser mais um ferrado diplomado que massacro a família para nada, não existe isso de status profissional, o que conta é o quanto você lucra no fim do mês, a conta tem que dar o seguinte: valor recebido sempre maior que o tempo gasto na atividade.

Empresários abrem empresas para obter lucro e não para fazer caridade


Já trabalhei em empresas que a rotatividade de mão de obra (departamento de vendas) era absurdamente alto! Empregavam a pessoa, fichavam direitinho e passados 15 dias, a pessoa que não mostrava resultado em vendas era demitida sem dó nem piedade.

No começo, por falta de visão, eu ficava perplexo tentando entender isso e até ficava com ódio dos donos da empresa, mas conforme amadureci e tive meu próprio negócio, vi que manter uma pessoa, por mais que essa pessoa fosse gente boa e tivesse família para sustentar, mante-la na empresa sem gerar resultados para o caixa da empresa representaria prejuízos galopantes, algo totalmente contra a racionalidade.

Eu era da área de TI, mas realmente me sensibilizava ver mães solteiras ou rapazes com filhos recém nascidos, chorando na fila do RH porque foram dispensados por não baterem as metas mínimas de vendas semanais. Trágico porém aprendam: empresários visam lucros, caridade é só com a igreja e olhe lá.

Você não será remunerado de acordo com a quantidade de tempo e trabalho que você entrega e isso não é errado


Outra coisa que muitos não conseguem entender é que, diferente do tempo de nossos pais e avós, hoje em dia, o tempo e força física dispendida na atividade laboral quase não tem mais valor. Eu explico:

Não interessa se você passa de duas à 5 horas à mais do seu expediente se essas horas à mais não representam mais lucro para a empresa. Principalmente em funções que lidam apenas com informações, organização de dados e similares, então, porque o empresário deve pagar essas horas extras em dinheiro? Por isso, temos hoje o tão famoso banco de horas.

Entendam de uma vez: o que gera lucro são VENDAS. O que  gira o mundo são as VENDAS.

Não importa se são vendas de produtos ou serviços, somente vendas, o bussines movimenta o mundo. E aceite de uma vez: você, com seu ego, seu corpo, mente, motivações, habilidades e sonhos, você, seu pequeno aglomerado de átomos que estão em constante troca com o universo, você, meu amigo, é a mercadoria MAIS BARATA E ABUNDANTE DO MERCADO.

Att Gerson Ravv






   




30 comentários:

  1. Eu entendo os depressivos pois eu já fui um quando mais novo, eu não estava preparado para a perversidade desse mundo e tive que aprender com o sofrimento desde a epoca da adolescencia, a vida não é um conto de fadas e muitos não estão preparados para ela, meu sonho era fazer faculdade de cinema ou musica, eu sou muito bom em escrever roteiros, editar videos, compor, mas o mundo real é bem tenso fazer sucesso com um mercado como o cinema no Brasil para um pobretão da favela sem parentes na area é muitooo dificil, o plano B é tentar fazer minhas musicas e desenvolverei isso como Hobbie vai que um dia eu não estoure, mas o mercado de trabalho me da um nojo, eu odeio o networking a falsidade e o ambiente toxico do trabalho, já trabalhei em 6 empresas até agora (tenho 24 anos) e eu notei o q vc disse Gerson que esse mercado exige mais força intelectual do que fisica e estou estudando muito pra isso, só q ao meu ver não é só isso, esse mercado de trabalho exige esse puxa saquismo não consigo digerir esse networking, odeio esse negocio

    ResponderExcluir
  2. Gerson mudando de assunto do topico, tenho 26 anos nunca trabalhei ou fiz faculdade de T.I mas agora qeuro mudar de area e quero ir pra T.I, penso em fazer um tecnologo pra ingressar mais rapido em analises de sistemas, estou muito velho pra iniciar nesse curso e nessa area sem experiencia e apenas com alguns cursinhos de informatica basica de telecentro até o momento?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mesmo vc sendo um mongolóide vai pra TI que se vc tiver afinidade com a área técnica e um pouco de empatia pra passar nas entrevistas vc consegue alguma coisa minimamente que preste.

      Excluir
  3. Puta que pariu... eu estou fodido!!! Não sei fazer porra nenhuma! É melhor eu já ir aprendendo a usar chapa, porque o Mc Donalds me espera.

    ResponderExcluir
  4. Excelente post!
    O conhecimento prático, saber gerar valor, é muito mais importante do que saber milhões de teorias e ter milhares de diplomas.
    Vejo isso na prática na minha família. Eu tenho 2 primos. Um é formado em história. Se formou na federal, fez mestrado. Cara típico de humanas, metido a intelectual. Se sente injustiçado, acha que o mundo deve algo a ele. Que pq estudou deveria ter um espaço reservado entre os ilustres. Nem preciso dizer que é de esquerda, fez campanha pra Haddad e se vc falar em Bolsonaro na frente dele o cara fica nervoso. Resultado: o cara está cheio de problemas emocionais. Só dorme a base de remédio. Vive deprimido.
    Tenho outro primo, não terminou nem o ensino médio. Começou a trabalhar como barbeiro desde quando tinha 13 anos. Fez curso profissionalizante na área. Hoje tem uma barbearia num bairro da periferia.
    Trabalhar pra caralho. De domingo a domingo. Conversando com ele numa festa da família ele disse que sábado é o melhor dia dele. Que só num dia sábado ele tira mil reais. O cara é gente fina, desenrolado pra conversar. Tem bastante cliente. Resultado: mora em casa própria, quitada, tem o próprio ponto comercial e disse que tinha 70 mil na poupança. Não é rico, nem ficará provavelmente, mas vive muito melhor que muitos formados.
    Eu sugeri a ele aplicar o dinheiro em títulos públicos, mas ele disse que prefere deixar na poupança pq estava esperando a oportunidade pra comprar imóvel pra alugar.

    ResponderExcluir
  5. Fala Gerson,
    O que tem de gente incompetente tendo que se sujeitar a cada situação vexatória não é brincadeira. Cara a cada dia q passa penso que nem pedreiro vou pagar mais, é muita incompetência. Lembro de uma menina que trabalhava comigo e vivia reclamando do serviço de teleatendente ( eu era supervisor), aí ela pega e me faz faculdade de cinema (Sério, ela fez cinema); deu vontade de falar que ela iria morrer atendendo telefone mas deixei para lá. As pessoas não entendem que você recebe pelo que entrega, se entrega lixo ou faz o que qualquer um faria infelizmente vai receber muito pouco por isso.
    Um abraço,
    Investidor doméstico.

    ResponderExcluir
  6. Concordo em gênero, número e grau.

    ResponderExcluir
  7. Texto excelente Gerson.
    Estou há 13 anos como escravo da iniciativa privada e cansei dessa merda. Voltei a prestar concursos públicos. Tô estudando em média 04 horas por dia.
    A iniciativa privada é o inferno do beta antissocial. Puxação de saco, ambiente corporativo, cobranças insanas por metas, isso está me matando. Pra mim já deu.
    Abraço,

    ResponderExcluir
  8. Triste, mas verdadeiro. Nada mais que a realidade da massa que explicarei agora.

    A pergunta é: você nasceu bonito, com boa estatura e com uma genética que te deixe apto a ter um corpo escultural ? Ótimo, as carreiras de ator e/ou modelo te esperam e você levará uma vida fácil.

    Não nasceu bonito mas tem uma genética favorável e ótimo raciocínio espacial que te permite praticar futebol com maestria, treinar várias horas e chamar a atenção desde cedo? Vai jogar futebol e ter uma vida acima da média. Mesmo que você não vire um Neymar, não sendo um completo perna de pau ganhará bem e terá acesso a coisas bem restritas ao resto da população. (adapte esse tópico a outras carreiras esportivas como lutador, jogador de basquete, volêi, etc)

    Não tem nenhuma das coisas acima mas possui uma mente foda e incansável, facilidade de concentração e capacidade de sentar e estudar até perder a noção do tempo? Entrará em uma boa faculdade e um bom curso, se formará e terá conforto. Carreiras prováveis: medicina, direito concursado, professor universitário de federal, cientista, engenheiro top, arquiteto, pesquisador, doutor universitário, empresário ou sócio de uma boa empresa e outras mais.

    Não tem nenhuma das características acima? Fu-deu. Você é parte da massa de ratos humanos que se engalfinham em empregos que ninguém deseja. Quando consegue muito você passa em um concurso medíocre, se forma em uma uni-qualquer ou trabalha em uma empresa privada mais ou menos. As vezes viaja pra uma praia ou serra e se hospeda numa pousada simples e pensa como seria viajar para aquele local fodão num hotel top. Ganhará o suficiente para pagar as contas e não morrer de fome. Terá alguns bens de consumo mas sem muito exagero, luxo nem pensar. Pegará ônibus, metrô mas se tiver carro será um popular 1.0. O cansaço é tão grande ao fim do dia que você não sabe se é uma boa ideia assistir Netflix e dormir um pouco mais tarde. Isso significa bocejar no trabalho no dia seguinte e transparecer preguiça para seus coleguinhas competitivos e o chefe que te avalia com olhos de cão. Você sonha com uma carreira melhor que te pague melhor. As vezes a tristeza bate forte mas você sempre guarda uma réstia de esperança. Afinal se o zezinho ruela conseguiu você também consegue. Aquele filme motivacional que todos assistiram te disse que a vida bate forte mas permanecer deitado não é uma opção.

    E assim segue a vida e seus jogos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, vou discordar de você e mostrar como está errado em alguns pontos:

      No colegial tinha 3 amigos:

      1. um cara super lindo MODELO que as meninas todas da escola assediavam ele o tempo todo e ele inventava que era GAY pq não dava conta de todas.

      2.um cara super foda em todos os esportes, ele praticamente matava todas as aulas pra fazer educação física, tinha porte atlético genético e o chute dele no futebol sempre entortava a trave, furava redes, no volei ninguém pegava os saques dele, no basquete ele fazia cesta do meio da quadra de costas.

      3. Um cara super nerd que só tirava 10 em tudo, fazia contas complexas de matemática na memória, nem precisava escrever as fórmulas no papel, sabia tudo de cor, era imbatível no xadrez e ainda stalkeava as meninas na rua, era detetive, descobria nome, endereço, telefone e até a cor da calcinha das mulheres desconhecidas sem nunca trocar uma palavra com elas, não me pergunte como as bruxarias dele.

      O que aconteceu com eles ?

      TODOS SE FUDERAM.

      Explico: Não basta ser bom em apenas uma coisa pra se dar bem nesse mundo, tem que ter sorte, conhecer as pessoas certas, ter outras habilidades além do que você é bom e vou explicar o que aconteceu com cada um:

      1. O cara MODELO na época fez testes pra TV, apareceu em programas no SBT e na MTV, fez figuração em novelas da globo, era Youtuber mas então pq diabos não ficou RICO e FAMOSO ? Pq era um mongolóide, o que tinha de beleza não tinha de cérebro, vivia no mundo da fantasia e dos animes e até hoje se acha o peter pan de 15 anos de idade pra morar com os pais e não ter um emprego fixo. Se ele tivesse SORTE poderia ter emplacado, mas não conseguiu ter as CONEXÔES certas no momento certo e era BURRO pra tentar subir na raça.

      2. O gênio dos esportes tentou fazer o teste em diversos clubes famosos, tipo corinthias, são paulo, fez até 3 gols nos testes, era amigo do Richarlyson jogador, mas pq não foi escolhido ? Simplesmente pq nesse mundo já tem as pessoas certas e ele não tinha as CONEXÔES necessárias pra entrar nesse mundo mesmo sendo muito talentoso. Mesmo conhecendo um jogador famoso, ele não soube trabalhar a influência dele e deixou-se levar pelas festas, bebidas e pó que a amizade a tal jogador proporcionou a ele.

      3. O Nerd entrou na USP, passou fácil na FUVEST pra Engenharia, mas a falta de inteligência emocional fez ele sempre ser um virjão de 40 anos, nunca conseguiu um emprego na iniciativa privada simplesmente porque não passava em nenhuma entrevista, não consegue convencer nenhuma mulher a dar pra ele, quem diria, alguém a contratá-lo. Largou a faculdade por decepção a si mesmo e hoje é concursado em um cargo mediano que não o levou a glória nenhuma do que todo seu talento em nerdisse porderia levá-lo.

      Excluir
    2. Não dei mais detalhes no post pra não se alongar demais, porém meu comentário está completamente dentro da realidade.

      Nem todo mundo que nasce bem termina bem, há diversas variáveis envolvidas. Mas o que eu quis dizer foi que esses tipos que citei tem mais chances de se dar bem na vida. Algo em torno de 90% ou mais.

      Vamos aos pontos:

      1 - O modelo não emplacou e você mesmo respondeu porque, veja:
      "Pq era um mongolóide, o que tinha de beleza não tinha de cérebro, vivia no mundo da fantasia e dos animes e até hoje se acha o peter pan de 15 anos de idade pra morar com os pais e não ter um emprego fixo."
      O cara teve a faca e o queijo na mão. Sendo um estúpido mongolóide botou tudo a perder.

      2 - O jogador não se deu bem e você também respondeu:
      "Mesmo conhecendo um jogador famoso, ele não soube trabalhar a influência dele e deixou-se levar pelas festas, bebidas e pó que a amizade a tal jogador proporcionou a ele."
      Todo boleiro gosta de festa, mas no começo da carreira o sujeito tem que mostrar serviço, fazer aquilo que mais sabe. Sim, um pouco de sorte conta, mas esse foi outro que teve a grande chance e por burrice e impulsividade perdeu tudo. Ele nem precisaria virar uma grande estrela internacional pra ter uma vida financeira e social acima da média. Se ele chegasse a um clube da série A ou B do Brasileirão já dava pra sonhar alto. Mesmo um jogador consagrado pode fazer merda e jogar toda a vida na lama. Vide Adriano, ex-imperador.

      3 - O nerd, apesar de tudo corrobora meu comentário até certo ponto. O cara entrou na USP em Engenharia, quantos conseguem isso? Ele largou os estudos mas eu duvido que seja pelos motivos que você citou. Uma depressão, uma desilusão amorosa, algo grave que aconteceu na vida como morte de parente, etc. E outra, qual a idade desse sujeito? Acredito que ele ainda possa voltar a faculdade ou mesmo iniciar outra graduação e almejar um concurso melhor. Ele não é necessariamente um fracassado. Perdeu o rumo mas a inteligência e o conhecimento adquirido ao longo dos anos ainda estão lá.

      Existem sim caras que estiveram na marca do penalty e fracassaram mas isso nem de longe é comum.

      Excluir
    3. O engraçado dessa história toda é que eu, por ser uma pessoa de inteligência mediana, beleza mediana, porte mediano, me dei muito melhor que esses meus amigos bananas do colegial.

      Pra mim nunca foi fácil pegar mulher, mas também nunca foi difícil, então não tenho traumas por causa disso.

      Escolhi a área de TI e me formei em uma uniesquina por não ter capacidade pra passar na FUVEST e nem pai me bancando pra eu me dar ao luxo de ficar fazendo 5 anos de cursinho.

      Aliás, trabalho desde os 19 e já enfrentei desde vendas e telemarketing à controle de qualidade em fábricas e laboratórios. Isso me deu uma formação de vida muito além dos 3 patetas que eu citei, mesmo eu sendo mediano e não me destacando em nada.

      Na minha área de TI fui pra programação e depois pra Arquitetura de TI mas logo voltei pra programação, menos stress.

      Não sou um profissional MEGA capacitado com mil certificações, apenas um profissional na média que deu sorte de escolher uma área que paga bem e pude subir de cargo/salário por ter carisma, sociabilidade e inteligência emocional, coisas que não estão relacionadas na area mas que são essenciais pra se passar em uma entrevista e subir de cargo nas empresas.

      Ganho 85 reais a hora PJ como programador java em uma empresa grande de SP.

      Me considero que venci na vida mesmo sem ser especial, hoje possuo um apartamento alugado e outro que eu moro, já estou indo comprar meu terceiro imóvel em breve que será no litoral norte, onde alugarei pra temporada e usarei quando estiver vago.

      Não adiantou nada meus amigos terem nascido mais bonitos,inteligentes e esportistas do que eu se não souberam utilizar do que a natureza os deu.

      Excluir
    4. Vou contar a real do meu amigo NERD, gosto muito dele mas ele é muito depressivo. Recentemente passou em um concurso no litoral pra ganhar uns 6 mil, pra alguém que largou a graduação em faculdade renomada (ele fez um tecnólogo qualquer a distância só pra ter o diploma) até que não se saiu mal.

      O problema dele é que ele é pedófilo mesmo, até hoje é virgem e fica idealizando as menininhas, pega as meninas de 13,14 no parque e leva pra passear de carro, tomar um sorvete, até conseguiu o milagre de beijar uma delas mas nunca levou nenhuma pra cama.

      Já tentamos diversas vezes arrastar ele para um puteiro mas ele não quer, nem a gente pagando não adianta. É o proprio virgem de 40 anos do filme mas em forma de pedofilia.

      Tanta pedofilia que conseguiu um estágio em escola pública pra dar aula pro ensino fundamental, muito perigoso isso!

      O cara é muito fera, muito inteligente, concurseiro, vive com os pais ainda, mas acho que agora quando tomar posse do cargo lá no litoral e for morar sozinho as coisas vão melhorar pra ele, ele é outro que precisa sair do mundo da fantasia dos animes, crescer e largar de ser virgem.

      Excluir
    5. Tenho um amigo nerd portuga, viciado em animes que infelizmente, se juntou com uma mãe solteira que tem dois filhos pardinhos. A primeira coisa que a megera fez: fez ele jogar fora todos seus animes, mangás e tralhas de nerd... Ele está desolado e desiludido mas agora não vive sem o sexo dado pela Msol. Tenho pena dele, ele era mais livre e feliz quando era só um nerd punheteiro e virgem. Tá sofrendo como um condenado.

      Excluir
    6. Parabéns pra você anônimo mas seus comentários não invalidam o meu.

      Você com certeza enfrentou muito mais dificuldades, estresses, contratempos do que os 3 citados em suas respectivas áreas. Se realmente chegou num ponto onde pode se definir como um vencedor na vida, meus parabéns. Considerando que esteja falando a verdade, é claro.

      Agora pra cada winner que nem você, tem uma multidão de losers do último grupo citado no meu comentário. Este que vos fala é um deles. Enfim, só retratei a realidade cinza e decadente. Nascer bonito não é garantia de sucesso mas é o equivalente a começar uma corrida em primeiro lugar com o melhor carro disparado do grid. É como a Mercedes na Fórmula 1 atual, tem mais carro, vence a maioria das corridas mas tem uma ou outra que eles não conseguem. Daria um livro explicar porque a vida dos favorecidos que citei é uma vida favorável com tendência ao sucesso.

      E sobre esse nerd, seu último comentário esclareceu tudo. O cara é doente mental. Está esperando o que pra denuncia-lo ou pelo menos se afastar de um sujeito com tendências pedófilas? Fica esperto.





      Excluir
    7. Entendo o que você diz Analista, não estou mentindo não, a vivência de vida que tive no começo da minha carreira, aliada com a sorte de ter me dado bem na área de TI, junto com inteligencia financeira e emocional me fez sempre ganhar bem, ter low profile, guardar dinheiro e não gastar com consumismo exacerbado e não ter namoradas extravagantes.

      Mas veja que mesmo nascendo bonito ou inteligente, de nada adianta se não tiver outras faculdades que permitam utilizar essa beleza ou inteligência ao seu total potencial.

      Minha irmã por exemplo, é outra que por um milagre genético do destino fez ela ser extremamente bonita mas em contrapartida uma ANTA igual a magda do sai de baixo que não consegue fazer uma simples conta de matemática de 3x4 por exemplo.

      Ela teve diversos namorados RICOS que levaram ela pra Disney, Europa, até um carro ela ganhou de presente, mas a ANTA QUADRADA foi engravidar de um cafageste pé rapado que hoje paga 200 reais de pensão pra ela, virou uma mãe solteira fracassada que mora com a minha mãe, sendo que ela podia ter se casado com o cara que levou ela pra Europa por exemplo, mas botou tudo a perder porque só gosta de cafageste e maconheiro sem futuro, uma completa imbecil.

      Sobre meu amigo NERD, gosto muito dele por termos nerdices em comum e por ele ser extremamente inteligente mas o considero completamente inofensivo apesar da pedofilia, ele é tipo aqueles personagens de anime HARENS onde mesmo se tiver umas 15 meninas dando em cima dele, ele vai continuar virgem sem fazer nada.

      Excluir
    8. Gerson minha mãe já dizia que o caso dele é igual barata no melado, primeira vez q vê a coisa fica assim mesmo, eu mesmo quando arrumei minha primeira namorada fiquei completamente apaixonado por ela e encantado pelas transas frequentes na adolescência, até um dia ela me trair com um negão e me trocar por ele. Meu primeiro amor, minha primeira decepção, nunca mais confiei em mulher desde então.

      Se seu amigo portuga não virar um Cuckhold, quando ele descobrir a traição (pq uma hora né) ele acorda pra vida e vai perceber como foi tolo de aceitar essa humilhação de deixar as coisas que gosta pra trás. Infelizmente essa é a única forma de fazer ele amadurecer. (Isso se ele não se matar por causa disso ou entrar em depressão profunda). A vida é uma merda mesmo.

      Excluir
  9. Isso ai Gerson, continue lucido, doa a quem doer, a verdade liberta e a verdade nunca é bonita!

    ResponderExcluir
  10. Ótimas reflexões Gerson, mas vou abrir a caixa de pandora e contar os PODRES da área de TI.

    Cargos extremamente técnicos, como Consultor SAP, Programação Java e linguagens exóticas (PHP não conta), Arquiteto de infraestrutura AWS, até mesmo fodões DBA's Oracle são cargos técnicos altamente capacitados que demoram mais de 10 anos de estudo e experiência pra ficar bom na profissão, coisa que quem não gosta de estudar e de trabalhar (fica enrolando ou na sombra dos outros) não consegue atingir esse patamar.

    O calcanhar de aquiles pra quem quer seguir TI é Suporte Técnico e Redes. São os peões NERD que nunca vão ganhar bem e só vão se foder. Programação e Especialistas em certas tecnologias é muito mais lucrativo.

    Cargos assim são disputados a tapa no mercado e conseguem ganhar fácil acima de 100 reais a hora como PJ.

    Isso mesmo, esquece esse lixo de CLT, vamos partir para o formato de contratação Pessoa Jurídica, onde o profissional abre uma empresa e emite nota como sendo ele o sócio-funcionário da empresa que vende nada mais nada menos que ele mesmo.

    Mas a falcatrua começa por aí, qualquer um pode fingir ser bom e conseguir a vaga sem saber porra nenhuma.

    Explico, como PJ, não é necessário comprovar experiência anterior em registro em carteira, porque não houve registros anteriores, portanto dá pra forjar o CV que quiser.

    Se tiver prova elimina o falastrão, mas há sim muitas vagas onde a pessoa ganha o gerente apenas no bom papo de vendedor se não houver prova.

    Dessa forma dá pra ficar pulando de galho em galho e ficar 3 meses em cada empresa só recebendo um gordo salário, aplicando esse golpe sem fazer porra nenhuma, só no sambarilove! Porque quando perceberem que você não sabe nada, já tá mudando de emprego novamente.

    ResponderExcluir
  11. Vou dar um exemplo prático de um caso real:

    Em uma empresa que trabalhei há uns 2 anos atrás, procuravam um especialista Mobile para fazer aplicativos Android e IOS para a empresa, como não tinha ninguém na empresa que sabia, contrataram um falastrão bom de papo que disse que era TOPZERA e não aplicaram prova pois não tinha ninguém que soubesse para averiguar.

    O cara era a maior figura, falastrão, boa comunicação, mas uma coisa era estranha, ele não fazia porra nenhuma e ficava o dia todo no café, conversinha com as meninas do RH, 2h de almoço, vários cafés da tarde, chegava tarde e saia cedo, etc.

    Até que o prazo começou a apertar e o gerente foi averiguar o que ele tinha feito até o momento, mostrou uma telinha apenas que nem funcionava direito, chorou as pitangas dizendo que era muito difícil e que o prazo estava apertado e que teria que fazer horas extras (devidamente pagas, claro) para terminar o aplicativo no prazo. A gerência concordou em pagar as horas pois ele argumentou que quem tem banco de horas é CLT, PJ é no cascalho, se fossem pagar em folga ele mesmo já folgava que não precisava nem ir trabalhar.

    Aí ele começou a ficar até tarde todos os dias e entregou o aplicativo bem meia boca todo mal feito funcionando capenga pela metade. Nisso se passaram 6 meses. Até que entrou um funcionário novo na empresa que foi contratado pra outra coisa mas também sabia fazer aplicativos e pediram pra ele averiguar o que o sabonetão tinha feito.

    Era um fiasco total, acabaram descobrindo que o cara simplesmente não sabia programar, tinha errado conceitos básicos de programação, por isso o APP mal saia da primeira tela.

    Começou a investigação e a caça as bruxas e descobriram que o sabonetão não estava fazendo as horas extras, escuta só a ideia mirabolante que ele teve.

    O cara não sabia nada de TI mas era bom de papo, se vendeu como o PICA, mas na hora do aperto pediu pra pagarem horas extras, mas quem vinha trabalhar mesmo depois do horário era um outro cara contratado por ele para terminar o aplicativo e pasmem, era um estagiário.

    Ou seja a empresa pagava 140 reais a hora pra ele por 8h diárias que ele embolsava sem fazer nada.
    Aí pagavam mais 4h extras que ele não trabalhava e colocava o estagiário pra trabalhar pra ele, pagando sei lá uns 15 reais e embolsando 125 sem fazer nada.

    Nisso a empresa já tinha gasto um caminhão de dinheiro com ele durante esses 6 meses e agora que descobriram o golpe ele saiu e entrou em outra empresa para começar o ciclo novamente.

    Moral da estória:

    A falta de regulamentação em TI aliada com a falcatrua das empresas contratarem PJ's criou muitos "profissionais" na praça que não sabem nada de TI e se passam como os PICAS e ganham muito dinheiro na falcatrua e na malandragem.

    A contratação como PJ não é de todo mal, a gente ganha acima da média que um CLT, não tem décimo terceiro, férias e atestados mas em contra partida não precisamos bater ponto e nosso desconto de imposto de renda na maioria dos casos é somente de 6% ao invés dos mais de 33% do CLT.

    Quem for esperto atinge a IF fácil trabalhando como especialista na área de TI, sendo honesto ou não.

    ResponderExcluir
  12. Belo texto Gerson!

    Quanto mais cedo se aprender isso, melhor!

    ResponderExcluir
  13. Abri um blog de desenvolvimento masculino.

    Acessa aí: http://gekkodesenvolvimento.blogspot.com/

    Se puder deixar um feedback agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Pode deixar man! Nesse fim de semana incluirei seu link na minha lista e vou ler com prazer seu blog!

      Excluir
  14. No eixo Rio-São Paulo, formados na área de computação e sistemas da informação ainda ganham um salário decente. Já nas regiões Norte-Nordeste, são raros os empregos na área privada que realmente pagam um salário muito acima da média para esses profissionais.

    Muitos criticam as áreas de humanas por em geral pagarem pouco, não discordo. Porém, não vejo lá muitas vantagens escolher um curso na área corporativa ou de exatas quando o sujeito não possui gosto e prazer por assuntos e temáticas ligados à essas carreiras, para depois sair da faculdade um profissional meia boca ou com pouco domínio técnico nessas áreas, e ter de enfrentar um cenário de trabalho pouco animador, uma vez que as engenharias estão em decadência quanto aos salários, e as carreiras ligadas à administração, que já estão quase todas saturadas, uma vez que há uma infinidade de uniesquinas fabricando diplomas, e pondo novos profissionais no mercado.

    Em termos de diploma, ou formação superior, acredito que só Medicina, hoje, ainda oferece alguma estabilidade financeira aos seus formados, sem necessariamente dependerem da aprovação no serviço público, uma vez que os hospitais privados, ainda pagam em média, mais que os públicos. Porém Medicina não é um curso simples. Além da dificuldade para ingressar na faculdade, é um curso integral, com quase 10 anos de formação, e que trabalha quase que diariamente com mortes, tragédias, multilados, pacientes mal educados e violentos, entre outras situações que um profissional que não possui um carinho sincero pela sua profissão, e está lá apenas pelo dinheiro, dificilmente se adaptaria bem a tais circunstâncias adversas.

    No mais, olhando para situação que vivemos economicamente, hoje, tirando a área médica, onde até profissionais medianos ganham ótimos salários, todas as demais carreiras exigem muito esforço, dedicação e talento se quiserem ganhar um pouco acima da média, sobretudo, com alguma ideia de cunho empreendedor que seja possível de viabilizar a médio prazo, ou então, passar em um concurso público em um bom órgão estatal. Fora isso, é se submeter aos caprichos do mercado e aceitar de bom grado o que for ganhando.

    ResponderExcluir
  15. Pouxa pessoal! Muito obrigado pelos feedback no blog! Obrigado mesmo por participarem! Prometo que responderei todos os comentários nesse sábado, eu e o Brunão Bumbum Peludo estamos afogados em trabalho na empresa essa semana, tá muito corrido esse fim de ano! Não suporto mais ficar configurando Hiper V e IIS para sites/aplicações descartáveis de intranet de empresas que lançam promoções de fim de ano para seus próprios funcionários ou clientes.

    ResponderExcluir
  16. Boa Gerson.
    A empresa ta pouco se fodendo pro esforço que você fez pra ganhar o seu diploma ou pra fazer qualquer coisa da vida.
    Ela quer que você seja produtivo pra ela e gere valor pra empresa. Só isso...
    Você pode ter dado lucro pra empresa a vida toda, se você der mole 1 vez , ja vão ficar puto com você e te dar uma comida de rabo....

    Mundo corporativo é selva.

    ResponderExcluir
  17. Caramba, Gerson, estuprou os betas iludidos! Que tapa na cara, parabéns! Precisamos de mais posts assim! Ácidos porém esclarecedores.

    ResponderExcluir
  18. Cara, você é judeu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, meu avô materno era sefaradita, ele por ser transgressor e da pá virada saiu da comunidade para se juntar com minha avó uma portuguesinha da boca suja, só é judeu quem nasce de mãe judia, pela lei judaica, minha mãe é uma bastardinha e não pertence a comunidade. Frequentei sinagogas ortodoxa do movimento Chabad (asquenazitas) pois eles ensinam algumas coisas para não judeus e diferente dos sefaraditas permitem a e entrada de não judeus nas sinagogas Chabad sem acepção de raça.

      Excluir
    2. Minha mãe morava no Bom Retiro, quando seu pai ainda era vivo chegaram a morar na Alameda Santos mas depois mergulharam na miseria financeira.

      Excluir

Comentários liberados, porém, se exagerar e postar discursos de ódio, preconceitos e spam vai levar bam! Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot