Reunidos aqui no cemitério de todos os fenômenos 
Envolvidos pelos cadáveres de esperanças podres, falsas suposições, 
Amor decadente, posses que em breve serão roubadas;
"Sentado em meio às cinzas dos sonhos e das ambições secretas, 
O ar está sufocado pela fumaça da ignorância 
Que torna tudo ao nosso redor quase invisível;
Aqui estamos paralisados ​​pelos ventos da esperança e do medo 
Enquanto fantasmas predatórios de incerteza, dúvida e angústia se agitam".   Trecho tirado de:http://levekunst.com/an-invocation-to-tilopa/