Minha "Chubby" - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

domingo, 11 de novembro de 2018

Minha "Chubby"

Olá amigos e inimigos! Tudo bem com vocês? Eu estou ótimo! 

Hoje vou falar sobre meu segundo casamento.

Tive a burrice de cometer o mesmo erro duas vezes e hoje, posso dizer que estou me arrependendo de ter tomado a mesma decisão errada...

Minha segunda esposa quando a conheci era uma verdadeira ninfeta russa, apesar de ser filha de italianos de Milão: muito branca, magra sem ser esmilinguida, quadril avantajado e redondo, cintura de menina e carinha de moleca sapeca com os cabelos loiros encaracolados, era o sonho de qualquer tetudo betoso...

Nosso namoro foi gostoso e feliz, o período de noivado meio tenso pois eu estava ainda me recuperando do meu primeiro casamento desastroso, mas no fim, ela se mostrou uma mulher batalhadora, fiel e com objetivos bem definidos como eu.

Ela era como eu: focada nos objetivos, trabalhadora, gostava de ler, estudar e praticar esportes.

Mas, o tempo passou e tudo mudou: após engravidar e ter nossa filha, ela começou a ficar com a famosa síndrome de burnout e depressão, começou a engordar e me dar muito trabalho.

Seu corpo se transformou após a gravidez, nem foi durante, foi depois mesmo. Não ficou gorda monstruosa, mas engordou alguns quilos o que para mim não tinha nenhum problema, mas depois, conforme a doença avançava ela engordou mais um pouco ficando irreconhecível.

Pesquise no google sobre BURNOUT


Eu como sabem, fui praticar musculação e sempre nadei e andei de bike, o Gordo Tetinha faz muito tempo que morreu, já minha mulher, ficou realmente gorda, isso acabou gerando crises terríveis de ciumes nela.

Saiu do emprego, parou de trabalhar e quando seu pai deu para ela um salão comercial que ela aluga foi o começo do fim de tudo: passou a ficar cada vez mais depressiva e sequer cuidava direito de nossa filha que tive que deixar com minha irmã, sogra e cunhadas nos períodos mais tensos da síndrome de burnout dela. Foram dias tensos.

Nenhuma mulher podia se aproximar de mim num raio de 30 metros que ela começava com barracos sem fundamento nenhum.

Por fim, fui procurar ajuda para ela que finalmente aceitou se tratar com médicos profissionais e não com crentelhos idiotas que eram da família dela.

Já se passaram 1 anos desde que começou o tratamento e está evoluindo, até perdeu peso e está voltando à forma novamente para meu alívio e para o bem estar dela também.

De vez em quando tem uma recaída leve mas depois volta ao normal. 

A gravidez dela foi de risco pois ela teve crise de hipertensão mas não era hipertensa, ela e nossa filha quase morreram, a nossa filha ficou quase 2 meses no hospital antes de vir para casa. 

Essa tensão de ficar no hospital em coma, de ter que apressar o nascimento prematuro da criança com uma cesárea de risco e ter que sair do hospital sem levar a filha nos braços destruíram o psicológico dela, hoje, está se recuperando aos poucos.

O problema para mim não foi por causa do ganho de peso, mas sim por causa do emocional dela que ficou terrível. Por pouco não arrumei minhas coisas e fugi dela apenas com o número da conta corrente dela para ir pagando a pensão nossa filha mensalmente.

HOMENAGEM AO MEU PROTETOR QUE ACABEI POR VISUALIZAR QUANDO FUI ATROPELADO:

Cansei do Judaísmo, como meu pai e avô, voltei-me para religiões mais extremistas.


Enfim amigos, esse é o meu relato. Uma dica: não se iluda pensando que você por ser conhecedor da famosa REAL nunca irá se aventurar em morar junto com uma mulher ou que vai fazer "marriage strike" ou ser um "MGTOWN". A nossa natureza pede para que nos juntemos com uma mulher, no fim, desde que você não seja um retardado que baba e usa fralda, você com certeza vai se meter a viver, morar ou casar com uma mulher, alguns vão se juntar com mães solteiras, largadas do marido, velhas azedas, gordas chatas, rodadas, santas, vadias, trabalhadoras, arlequinas ciclonadas ou etc. 

Minha dica: pense muito, mas muito mesmo antes de se casar, você está pronto para assumir tamanha responsabilidade? Você confia no seu taco, mas e a outra parte? Está preparado par agir de forma racional e moderada após uma traição, decepção ou infortúnios de doença como foi o meu caso? Pense bem, pois um dia iremos nos encontrar e eu gostaria muito de chama-lo de HOMEM HONRADO.

Att Gerson Ravv





12 comentários:

  1. Vou relatar minha história que teve um desfecho recente.

    Namorei com um a loirinha nota 7 dos 14 aos 18 anos que terminou em casamento quando ela atingiu a maior idade, totalizando 5 anos de namoro, os 3 primeiros anos foram uma delicia só praias, bons restaurantes e ostentação ao máximo, até pq ela logo se desenvolveu e ascendeu profissionalmente traalhando como cabelereira e ganhando razoavelmente bem, junto ao meu poder aquisitivo que era de dar inveja em qualquer um, gastávamos 1k reais por final de semana somente com coisas supérfluas .

    Quando resolvemos casar o inferno começou, foram 2 anos de noivado com muitas brigas, ofensas e picuinhas, deveria ter encerrado tudo por ali, mas fui muito além e comprometi todo meu futuro.

    Casamos em 2015, fiz 500 mil reais com trades, comprei apartamento, já tinha um veloster e uma gsr 750. Daí pra frente meu amigo eu derreti em 1,5 anos após casado estavamos indo morar em 1 comodo de madeira improvisado na cada do meu sogro, escrevendo assim parece que estou mentindo mas a mais pura realidade.

    Como vivia de trades não cosegui emprego bom e me submeti a trabalhar de servente de pedreiro, ganahndo 50 reais para não passar fome. Nesse intervalo copulamos e geramos 2 filhos.



    Resumindo, a 9 meses atrás consegui um emprego razoavel e alguei um apartamento para morarmos; mas após muito desgaste, brigas, agressão e ameaças resolvemos nos divórciar pelo em das crianças.

    Tenho 28 anos e tive que voltar para a casa dos meus pais, deaixo de muita humilhação e dormir provisoriamente em 1 sofá.

    Hoje pago 1,1k de pensão e ganho 2.200,00 bruto. Deixei tudo para ela e meus filhos, ando de pé mas confiante que irei me reerguer. Mas mal sabem eles que estou me levantando com meus trades e estimo que dentro de 6 meses terei ganho 100k onde irei recomeçar minha vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô man! Desejo tudo de bom pra vc! Só quem é casado ou ex casado sabe o inferno que as mulheres carregam dentro delas. Não sabem viver com simplicidade e paz. Esse será meu último casamento. Se o inferno voltar juro que vou sumir. Não entendo como algumas pessoas não sabem viver em paz com os companheiros, no meu caso ela está doente mas tem horas que ela parece que não quer se ajudar, aí fica ruim. Abraços man!

      Excluir
    2. Caralho, que historia inacreditável. Sorte aí...

      Excluir
  2. Cara, na boa. Voce mereceu sim se fuder, Gerson. Casar duas vezes ainda mais conhecendo a real? Vc é um verme. E o anon ai de cima tinha uma baita grana e cagou tudo por causa de uma vagina. Seus lixos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada novo no front , a matrix sempre se encarrega de colocar o lixo no seu devido lugar.


      PAULINHO PUXABOSTA , O RETORNO DO REI

      Excluir
    2. Isso mesmo Paulinho, fui um imbecil mesmo por me casar novamente sabendo da realidade. Que sirva de exemplo para outros não fazerem igual.

      Excluir
    3. Sou conhecedor da real e estou no meu primeiro casamento, estou a 3 de casado e 4 de namoro, existem problemas mas tem sido bom, ela é guerreira q nem eu, eu fiquei desempregado ferrado eu ganhava muito e por causa dessa crise eu q ganhava 4k e tinhamos uma vida mais confortavel tivemos q reduzir nosso estilo de vida e ela continuou do meu lado e temos 1 filho, e me ajudou a me reerguer e me apoiava, tem ciumes bestas e eu fiz academia a minha mina engordou mas agora estamos malhando juntos

      Excluir
  3. Grande Gerson, meu velho tem uma teoria que as loiras(originais obviamente) são as mais propensas a apresentarem doenças mentais, e sempre ele comprova isso com algum novo caso.

    Eu venho acreditando que a doença mental, especificamente os transtornos de personalidade, se confundem com a psiquê feminina. Venho crendo mais e mais que elas já possuem isso de fábrica, e como em toda doença mental, quando são expostas ao estresse a bomba explode e elas surtam de vez.Quase toda mulher hoje toma algum tipo de remédio controlado, é impressionante.

    Por essa razão, eu sempre digo, o cara que decidiu "empoderar" a mulher foi um tremendo de um sacana, pois impôs a elas um fardo de estresse que elas biologicamente não foram feitas para suportar. Colocando-as em um conflito sem fim, onde não conseguem cumprir com a expectativa mas também não podem se reservar ao direito de delegar isso ao saco de pancadas da natureza(vulgo homem) para viverem em paz em uma vida míope.

    PS: Você tá perdoado cara, com uma mulher dessas que você descreveu, até eu caía na arapuca kkkkkk. Não adianta dizer o contrário, o loiro original com seu dourado resplandecente é inigualável.

    ResponderExcluir
  4. Já pensou em separação? pense nisso... talvez seja melhor para vc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Stifler! Já tem 30 dias que tudo voltou ao normal, mas sei que é passageiro pois as crises dela são cíclicas. Estou esperando nossa filha crescer um pouco mais, a menina fica doente só de passar um dia longe de mim, muito apegada comigo. Por enquanto vou poupando dinheiro usando contas no nome da minha irmã ou do meu pai, investindo usando o nome deles e não falando nada para minha mulher. Até meus sogros apoiam nossa separação pois percebem que sua filha além de estar mal ainda não quer se ajudar e eu não mereço viver com uma pessoa que não quer nada com nada.

      Excluir
  5. Acompanhando meu brother. Mantenha o blog. Já ouviu falar que nosso intestino é o nosso segundo cérebro e logo influencia as nossas decisões?

    ResponderExcluir
  6. Beta jamais deveria casar. Somos párias da sociedade e não estamos destinados as melhores coisas que o mundo pode proporcionar. Somente uma coisa nos salva: dinheiro. E junto dele a liberdade de poder ter o que quiser, ir pra onde quiser e ser praticamente o que quiser.

    Lutem por DINHEIRO. Tenham honra, não sejam inescrupulosos. Mas estudem, trabalhem, poupem e invistam e guardem dinheiro porra. Ele traz sim felicidade. Traz bens materiais, conforto e até aprovação social. Usem-o com sabedoria. Esqueçam casamento tradicional. Isso acabou. Quando casam estarão entregando suas vidas a juízes psicopatas que te deixarão na merda uma hora ou outra. Você não pertence ao estado. Sua vida é sua e sua liberdade é inegociável.

    Jamais cometam essa bobagem. Não sejam esse pobre idiota que vos escreve.

    ResponderExcluir

Comentários liberados, porém, se exagerar e postar discursos de ódio, preconceitos e spam vai levar bam! Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot