Os incríveis empreendedores digitais e suas groselhas virtuais - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

sábado, 18 de agosto de 2018

Os incríveis empreendedores digitais e suas groselhas virtuais

Uma visão sobre a geração ingênua que sofre de complexo de Bill Gates e pensam que serão empreendedores digitais milionários


Já estagiei numa pequena "fábrica de software" e fiquei tempo suficiente para não querer seguir carreira como desenvolvedor apesar do tão falado status... 

Era uma micro empresa que já estava quase ficando média, infelizmente era uma daquelas empresas que faziam o mix de agência de publicidade com desenvolvimento de softwares...

95% dos trabalhos lá eram para outras empresas: desenvolvimento de pequenas aplicações para banco de dados, automação comercial, programas para sistemas industriais de controle de tempo e de máquinas, plugins para sites, sites empresariais simples, aplicativos simples voltados mais para a divulgação dos serviços da empresa, aplicativos free ou de coleta de dados através de formulários discretamente inseridos em páginas da web ou aplicativos free, etc.

De vez em quando a agência de publicidade anexa à empresa empurrava alguns malucos para a gente do desenvolvimento: só os panguados com complexo de Bill Gates...

Era cada maluco com umas ideias fracas que eu tinha vontade de pular da janela do segundo andar do pequeno prédio de 4 andares da empresa...

Se não me engano era a época de ouro das plataformas virtuais de venda de infoprodutos.

Certo dia empurram um cara para conversar conosco: o sujeito parecia o Pit Bicha de bigode, óculos escuro e cabelo chamél...

Entrou na sala com uma volumosa pasta de onde sacou um notebook e já foi ligando seu Windows e nos apresentando sua ideia no formato de slides do Power Point...

Já foi falando que era "algo muito simples", sua ideia consistia em lançar um site em que os usuários registrados pagariam para enviar seus info-cursos e ministrar suas aulas virtuais ao vivo para alunos pagantes mensalistas. Uau! Muito simples mesmo né! Pelo que sei já existe hoje em dia a tal plataforma e não, não é do nosso amigo Pit!

Como expliquei no começo do texto, nossa empresa  fazia apenas serviços triviais, simples, a parte chata do mundo da programação que ninguém fala ou divulga. 

Dia típico de um desenvolvedor...


A midia divulga muito essa ideia errada de que a vida de programador é do nerd estereotipado sempre criando programas fantásticos e revolucionários, coloridos, games inovadores etc: não meus amigos, a maior parte do tempo um programador ou desenvolvedor se debruça em telas chatas pretas, com um cursor piscando e tentando resolver um bug terrível no programa chatíssimo que regula os micro segundos que uma pinça mecânica leva para pegar uma peça na esteira da fábrica de chuveiro ou de chocolate...

Dissemos para nosso colega empreendedor digital  que até que seria possível desenvolver a tal plataforma, porém, o investimento seria muito alto por conta da infra estrutura que seria necessária para os serviços de streaming, servidores dedicados, links poderosos, time de suporte e desenvolvimento 24 horas por dia e infelizmente, nossa empresa tinha como foco projetos mais simples... 

Mesmo assim Pit Bicha queria saber o valor que gastaria mais ou menos por baixo: um colega meu desenvolvedor sênior (eu era apenas um estagiário simplório) deu o orçamento.

Pit Bicha arriscou um palpite "Quanto? Uns 8 mil reais por ai?" e meu amigo não aguentando segurar uma risada de escárnio lascou nos ouvidos do sonhador: "Quê? 8 K não paga nem  a página Home do site! Estamos falando de milhões meu caro!". 

Foi quase triste ver as ilusões do nosso amigo se desfazendo no ar...

Outro maluco que aparecia de 15 em 15 dias por lá era um estudante de Marketing que sempre vinha nos apresentar suas ideias mirabolantes e revolucionárias. Se auto chamava de "Makeline Star" que também seria o nome de sua futura Startup...

Eis algumas de suas ideias: 

*App "BrigaLícia" para reunir vendedores de brigadeiro: um tipo de facebook com cadastro e divulgação de pessoas que faziam e vendiam brigadeiros caseiros, pagariam uma taxa mensal para nosso amigo e esse se responsabilizaria na divulgação massiva dos contatos telefônicos;

*App e site "Recicla-Love": uma ideia maluca que consistia em lançar um site de reciclagem de preservativos usados para motéis: o motel faria o cadastro grátis pelo site ou App e receberia gratuitamente  mensalmente um receptáculo para colher as camisinhas usadas que seriam recolhidas periodicamente e vendidas para "reciclagem", processo que nem nosso amigo Makeline sabia como seria , se era permitido isso ou se alguma empresa fazia isso...

*Site "Bumbum Peludo": site para encontros entre rapazes marcarem encontros em banheiros de Shopping, Metrô para a prática de sodomização segura, o site teria orientações de uma psicologa descolada (prima do Makeline), ensinando que essas práticas vinham da Roma antiga e deveriam ser realizadas  discretamente para não chocar a sociedade... Cobraria uma taxa simbólica e também divulgaria campanhas sobre sexo seguro e AIDS. 

Enfim, tirando essas ideias acima, o Makeline até que tinha umas ideias interessantes de vez em quando e até possíveis de serem implementadas, porém, nosso amigo publicitário em formação nunca tinha um centavo no bolso, nem dinheiro para uma hospedagem básica e um template barato de WordPress ele tinha.  

Problemas, problemas e problemas...



Enfim, nem vou mencionar a enxurrada de piramideiros e estelionatários em geral  que apareciam por lá. Era cada ideia maluca e safada que era inacreditável. 

Eu mesmo tentei lançar alguns aplicativos na Google Store e me lasquei: o G todo poderoso não aprovou nenhum e eu admito: eram todos uns lixos!!!! 

Meses atrás anunciei um aplicativo gratuito da Blogosfera Financeira que iria reunir alguns textos inéditos meus ao mesmo tempo em que divulgaria os links dos parceiros do blog: foi rejeitada na hora pela Store. E até que foi bom: pra quê serviria essa porcaria? Adsense não está dando nada mesmo...

Todo dia sou notificado de violações de políticas nos meus textos, todo dia vejo minhas postagens indo parar nos confins do DB googleano, realmente ultimamente está muito chato agradar o Grande G...

Em breve vou desativar os anúncios aqui do blog e tentar vender algo criado por mim mesmo ou do blog, ainda assim ajudo meus amigos e colegas mantendo os links de seus blogs, produtos, canais e serviços sem cobrar nada deles. Nem posso cobrar pois meus textos assim que eu posto ficam invisíveis para as pesquisas e eu não admito ser controlado por um algoritmo sem cerébro, jamais vou alterar meus textos e assuntos de modo que fiquem completamente ao gosto dos anunciantes bilionários.

Vou vender algo meu somente para pagar a renovação do domínio anualmente e assim ficar um pouco mais animado para postar, agora tenho tempo de sobra, mas em breve vou voltar ao mercado de trabalho e os textos serão mais raros. 

Acredito no que dizia um gerente boi-ola (Charlete), do tempo que eu trampava no fast food: "Com muito dinheiro para investir em publicidade, basta embalar fezes humanas num papel dourado que vai vender como água no calor!". 

Sem dinheiro meu amigo, não adianta nem sonhar... Infelizmente é assim.

Att Gerson Ravv


Humor sério para refletir:





41 comentários:

  1. A falta de modéstia (ausência de vaidade) e humildade (reconhecer seu lugar) nas pessoas hoje em dia pra tomar iniciativa é lamentável, sei da importância da internet para divulgações de produtos, mas isso vem depois que o negócio se dá como viável, as mídias escondem da população o apoio monetário recebido por estes que enriqueceram no ramo, isso em razão de quererem vender aquela imagem de alguém que começou na "garagem", fazendo muitos betosos sonharem em subir do primeiro degrau ao último em um passo apenas, ledo engano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa lenda de micro empresa de garagem que virou grande: minha finada loja foi fechada 3 vezes durante sua curta vida por fiscais. Fui intimado a fechar as portas por burocracias inúteis e era uma canseira pra voltar a funcionar. Diferente da Apple, ao invés de um investidor milionário aparecer na minha garagem só me aparecia fiscais e outros querendo tirar uma casquinha dos meus sofridos lucros.

      Excluir
  2. O excesso de informação, a sensação de que tudo está a seu alcance separado apenas por uns cliques no mouse e a mentalidade infantil dos tempos atuais de que qualquer pessoa pode ser o que quiser na vida bastando acreditar, se dedicar de cabeça e coração, faz com que qualquer zé ruela pé de meia sinta-se capaz de criar algo inovador, disruptivo e lucrativo.

    Realmente é ridículo e chato esses nerds, geeks fãs de Star Wars falando em criar appzinhos fuleiros como se fosse a reinvenção da roda. Ninguém vai ficar bilionário ao lançar algo na Play Store, conheço gente que até conseguiu fazer algo útil e interessante porém mal passou dos cinco mil downloads e nenhum lucro obviamente. Dinheiro amigo, dinheiro. Sem ele sua ideia será apenas uma boa(ou má) ideia.

    Das coisas que fazem sucesso hoje, praticamente nenhuma é original. É apenas algo bem reinventado e com MUITO investimento. Whatsapp é apenas bate papo e antes dele já tinha ICQ, MSN, bate papo Uol, etc. Instagram não veio antes de fotologs e outras baboseiras. Facebook idem. Youtube foi onde alguém teve a brilhante ideia de agrupar vários videos num lugar só, onde as pessoas podiam postar seus registros pessoais. Certeza que os criadores não foram os únicos a pensar nisso.

    Um nerd barbudo com um notebook da Lenovo lascadão num quarto fedendo a sovaco não vai criar a próxima grande inovação tecnológica. Sejam realistas amigos. Idealização excessiva, romantização forçada de tudo e sonhos utópicos são motores eficientes para a frustração. O mundão mente pra vcs o tempo inteiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo man! Esses "sonhadores" sem noção são irritantes! "
      Um nerd barbudo com um notebook da Lenovo lascadão num quarto fedendo a sovaco..." Kkkkkkkk! Você acaba de me descrever anos atrás! A diferença era que além de suvaco, meu quarto tinha também cheiro de Cheetos!! Kkkkkk!

      Excluir
  3. Esse é o primeiro texto que discordo em partes de você, não é pq a pessoa não tem dinheiro que a pessoa não pode sonhar, eu fui na feira do empreendedor em são Paulo e conheci um cara com muita grana e eu falei pra ele que não da pra empreender sem dinheiro ai ele me falou que qualquer um com uma aplicação pequena consegue levantar um dinheiro e ainda assim se não conseguir levantar a grana a pessoa se tiver uma ideia boa pode encontrar investidores convencendo-os

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não man, pode sonhar e tentar, mas sempre com o pé no chão. Infelizmente aqui é Brasil, aqui só faz sucesso e prosperam mentirosos: empreendedor de palco palestreiro, coach fubazento que só sabe falar bonito, vendedor de cursos que ensinam a ganhar dinheiro ou a vender cursos inúteis, aplicativos inúteis que cobram taxas sobre algo que não requer um aplicativo, etc.

      Excluir
  4. Gerson, vou sair um pouco do tema do post pra comentar sobre o sistema educacional dos cursos superiores.
    Sei que não dá pra generalizar, mas como o ensino superior é cheio de enrolação...
    Cursos como Direito e ADM que tem duração de 4 e 5 anos respectivamente, poderiam durar 2,5 ou 3 anos e 4 anos respectivamente se fossem mais objetivos e não tivessem matérias meramente pra encher linguiça.
    Algumas formações poderia ficar mais rápidas e baratas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anon, até nas engenharias. Faço em federal e tem cadeiras que não tem objetivo nenhum pra profissão:
      > engenharia ambiental - tem um curso com esse nome, pra que uma cadeira a mais?
      > redação técnica-científica - até é importante pro tcc, mas se você passou no sisu pra um concorridíssimo curso de engenharia, é de se esperar que saiba escrever
      > química geral para engenharia - até útil pra cursos como eng química, mecânica, de pesca, civil, agronomia etc, mas pra engenharia de computação, de produção, o que diabos vai agregar?

      Soma essas a algumas de ética e legislação, tecnologia e sociedade, e dá pra tirar 1 semestre inteiro, ou 2 se considerar que química geral é 1 ano estudando. Daria pra se formar em 4,5 anos, talvez 4 ao invés de 5.

      Excluir
    2. Universidade deveria ser voltada somente para pesquisa,mas é algo inviável. Nossa realidade no Brasil é outra: precisamos urgentemente mais de ensinos práticos na área de exatas, a pobraiada burra só cursa humanas em áreas teóricas e defasadas e sabem que não há vagas no CLT e depois reclamam! A prioridade seria formar técnicos capacitados a empreender livres de burocracia estatal e impostos nos primeiros 5 anos após a formação. No mais, digo que do ponto de vista PRÁTICO faculdade/universidade no momento atual não serve pra nada na maioria dos cursos.

      Excluir
    3. Gerson, sou o Anon das 23:43. Concordo com sua posição, inclusive a pesquisa é a primeira linha de frente nas universidades. Muitos "professores" só dão aula porque são forçados. Não ensinam nada com nada, mas quando se vai atrás de pesquisa, são os que tem os temas mais fodas pra se estudar.

      A parte do ensino prático nas exatas, é a mais pura verdade. Tem muita gente que não sabe fazer conta direito. Os financiamentos, crediários, "carnês do baú" e todos esses esquemas deitam e rolam na população, que não faz o cálculo do quanto vai pagar pra ter casa, carro etc.

      E sobre formar técnicos capacitados, é a necessidade do país agora. Só na minha família tem 3 advogados(as) formados(as), e um não encontra emprego de jeito nenhum. O salário pra galera do direito tá caindo pouco a pouco. Acho que direito agora só pra concurso.

      "No mais, digo que do ponto de vista PRÁTICO faculdade/universidade no momento atual não serve pra nada na maioria dos cursos."
      Assino embaixo. Vai que melhora no futuro, mas agora, duvido muito.

      Excluir
  5. Nosso sistema de educação superior colapsou, a debandada dos alunos esta chegando aos catastróficos 63%,faculdades federais e municipais estão sucateadas, quase não ha mais pesquisa nessa merda de nação, as faculdades particulares estão endividadas, demitindo colaboradores, e não conseguem alunos suficientes para oferecerem vários cursos de sua grade, as uniesquinas da vida, vomitam milhares de alunos formados por mês e com o tempo eles se dão conta, que serão desempregados e estudar não adiantou para se alocarem no mercado de um pais escroto como o nosso ( ainda mais com o ensino ruim que muitas dessas faculdadezinhas oferecem), de futuro do país viram problema social, de que adianta cursos mais rápidos e baratos se essa manada de formandos não vai conseguir emprego! ACORDEM CHIMPAS! Concorrência feroz pra baixos salários, neguinho ta desistindo de estudar, e os sortudos ou esforçados que conseguiram algum sucesso, vão ser mortos em assaltos por esses caras que não conseguem emprego nenhum, o pais a cada dia fica mais violento.
    Tudo muda pra pior no Brasil e unica coisa que não muda é o mimimi das pessoas!
    BEM FEITO A TODOS, SÓ PENSAM EM SI MESMOS, TÁ AÍ O RESULTADO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te acalma aí man. Claro que a situação tá uma bosta no Brasil mas ficar só reclamando não resolve merda nenhuma.
      Eu pensava assim e cuspia ódio, e fui desistindo de terminar o meu curso. Pra que me formar se não tem emprego nessa porcaria de mercado?
      Recentemente decidi terminar, com ou sem emprego, não importa, porque o foco agora é juntar dinheiro, aprender a investir e rolar uma renda passiva no futuro.

      Quem estuda em particular, procure um trabalho de meio período, nem que seja um trabalho chulé (como o Gerson fala rs) que pague uns 150 por semana. O cara vai juntando dinheiro, aprende a aportar e depois a investir. Quando se formar vai ter algo pra começar.

      Nas federais de vez em quando tem bolsa de monitoria, ou iniciação científica, ou aparece bolsa pra trabalhar na administração, é 400 reais, uma merreca, mas ainda assim é melhor que nada. Aqui entra a mesma ideia da particular.

      O país tá mais violento, claro. E vai piorar. Se você não quer nem ser mais um assassinado, nem ajudar a mudar a situação daqui, emigra. Sai daqui enquanto pode. Pensa em algo e vai por esse caminho, nem que seja pra viver de cortar grama, pintar cerca e varrer escola no final de semana fora do Brasil.

      Eu não tô falando de discursinho de "você é especial" nem "você é capaz de tudo", porque é mentira. Trabalhe duro, gaste menos do que ganha, viva sabendo que vai morrer.

      Excluir
    2. Antes de entrar pra área de TI eu era um pobre assistente de cobrança bancária ao modo antigo, quando implementaram a cobrança estilo telemarketing e terceirizaram tudo foi um inferno, não me adaptei, por sorte quando eu estava quase surtando pintou um estágio no CIEE que pagava 350 reais como suporte field em TI: larguei meu emprego lixo apesar de estar ganhando mil e duzentos reais para ganhar 350 reais no estágio, meus colegas de faculdade que na época também trabalhavam com telemarketing, garçom, açougueiro ou vendedor de loja, estão nesses subempregos até hoje por não terem aceito os valores baixos dos estágios. Eu por persistência fui melhorando meus ganhos e funções, a única profissão que sempre terá vagas: solucionador de problemas. Agora o povo pobre só pensa em se formar em profissões de status. O que um pobretão sem um puto no bolso pensa ao cursar direito, engenharia, arquitetura e psicologia se sabe que não há vagas no regime CLT e não tem grana e capacidade para ser um PJ autônomo ou empreendedor dessas áreas????

      Excluir
    3. Anon das 23:57

      Eu admito que vacilei fazendo engenharia. Fui pelo discurso padrão da família: "estudar pra se formar pra ter um bom emprego pra ter uma boa família pra ter bons filhos pra ter uma boa vida"

      Eu perdi cabelo, fiquei sedentário, quase tive um problema no coração, ganhei um tal de transtorno de ansiedade (não consigo dormir direito nem nas férias, a mente não sossega), e ainda por cima me lasquei com um monte de cadeiras. Até a namorada foi embora, o que não foi tão ruim, porque o namoro tava uma merda a um bom tempo.

      O que me fez dar a volta por cima foi a blogosfera das finanças. Eu vi que tem esperança até pra mim que não tenho um puto no bolso. Economizar dinheiro, botar pra render e viver da renda quando tiver o suficiente é maravilhoso.

      Decidi terminar essa bagaça porque já são 3 anos e meio estudando, mesmo que não tenha mercado nem vale mais a pena desistir pra fazer curso técnico e trabalhar. Jogar 3 anos e meio de faculdade no lixo pra recomeçar é prejuízo.

      Que o curso vá às merdas se eu não conseguir emprego na área. Vou trabalhar quando me formar não importa qual seja a área. Ficar pensando só em status ou fama por ser engenheiro ou qualquer outra coisa (que não seja medicina) é coisa de mente fechada.

      Excluir
  6. Calma aí nada, toda paciência que tinha com o povo desse país se esgotou a muito,muita gente merda, alienada, conformista e ostentadora, tenta aí aportar com essas quantias que vc citou na sua resposta, vai lá!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, entendo muitas de suas queixas e análises sobre a situação brasileira.

      Não sou entusiasta de auto ajuda vazia (placebo motivacional), mas focar apenas no ruim não dá certo cara.
      Sabemos de todos esses problemas que você relatou, mais aí?
      Cada tem que se virar do jeito que pode para ao menos melhorar sua vida.

      Excluir
  7. Povo nas ruas, pressão popular por mudanças, mudança de consciência e hábitos, ter realmente amor a nação rica que herdamos e por omissao deixamos destruir, esse lance de cada um cuidar de sua vida nunca deu certo, o povo brasileiro não parece um povo, parece um amontoado de animais que falam a mesma língua, eu não foco no ruim, apenas sou realista e cansei do mímimi que nunca resolve nada!

    ResponderExcluir
  8. Criançada é foda... Exemplo de computação: Você pode ter uma boa idéia, para um produto realmente único no Brasil. Então você gasta muitas e muitas horas suas e tem toda a programação pronta. Mas precisa de outra pessoal, de alguém de eletrônica para fazer a parte dele. Mas nota que tem que ter também um terceiro membro, de engenharia mecânica. Então vem as dúvidas, vai comprar os componentes e mandar montar a placa aqui? Montará tudo fora enviando o projeto? A segunda opção é mais viável mas pode ter problemas na alfândega e demorar para ver a peça. Agora vem a usinagem, sabe quanto vão te cobrar pelo uso das muitas horas de um CNC? E as ferramentas necessárias?

    Então vem o mongolóide geek e fala "hur dur, arduíno, hur dur, impressa 3D". Cara, dá uma raiva ouvir esta mulecada milenium. Ardulixo só serve para o beabá, no máximo protótipo, nunca produto. Impressora 3d para imprimir paus para a mães destes autistas.

    Tudo é caro e burocrático, você gasta muitas horas suas e dificilmente terá algo viável.

    Tem muita gente que sonha do mito de "empresa de um homem só". Por isto tem tanto picareta de empreendodorismo de palco por aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romantizam demais a área de computação e Desenvolvimento. Esquecem do que está por trás, esquecem do money. Hoje o interesse das pessoas é passageiro, tudo que é criado logo perde a graça. Acredito que ainda veremos bizarrices novas que vão virar febre e como as outras serão mais do mesmo, depois do sucesso colapsam catastróficamente como toda febre ou modinha. Uma coisa é usar a tecnologia da informação para criar ferramentas úteis, outra coisa é criar ferramentas de alienação e animalização das massas.

      Excluir
    2. Poh, cês tão certos. Conheci o cara da Vent7 (fez um ventilador controlado por controle remoto) e ele falou que é um processo desgraçado só pra conseguir patentear o projeto. Depois que patentear, vem outro processo pra conseguir a grana pra fabricar, a fábrica, os investidores enfim, é uma luta perdida pra quem não tem tempo, dinheiro, persistência e paciência pra fazer tudo legalmente.

      Inclusive se deve patentear nos EUA, porque o sistema deles é internacional. Se você patentear no HUEBR só vale aqui. Lá fora é igual a nada.

      Enfim, sonhar mas viver de forma realista.

      Excluir
  9. Viver de Dividendos
    Nome: Damon Abdiel de Souza
    viverdeDividendos@gmail.com
    Final 06 do celular.
    Março/2011 (criação do blog)
    Email: dam•••••••••@gmail.com
    Link do youtube Damon Abdiel https://www.youtube.com/watch?v=2XaZNDP_1FU vejam que é a mesma voz !!
    Mais um blogueiro descoberto !!!

    ResponderExcluir
  10. O que vc pensa sobre trabalhar com CFTV de forma autônoma? Estou pensando em fazer isso. Será que eu poderia instalar algo nos eletrônicos que bloqueasse o funcionamento do produto para os clientes que adoram enrrolar pra pagar?
    Vlw forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal man! Se conseguir fechar contrato com um condomínio vai ganhar muito dinheiro. Fuja de clientes domésticos individuais e de birósqueiros pra não passar raiva. A concorrência nesse nicho é um pouco alta mas prestando um serviço de responsa e não querendo abraçar o mundo sem poder vai se destacar com certeza. Dica: coloque na cabeça do síndico do condomínio que para que possa ter bom desempenho o CFTV deve utilizar equipamentos robustos e se for espelhar em computadores (como costumam pedir pra gente), use sempre versões PRO do Windows com um processador poderoso e muita memória ram.

      Excluir
    2. Obg man, eu sei vender meu produto é pessoa, fora q sou um pouco inteligente( anon do עברית aqui). Desisti de design gráfico, área lixo no hostil. Acompanho vc de perto desde o começo, sou seu fã.
      Abraços

      Excluir
  11. E pessoa* área lixo no bostil* corretor fdp

    ResponderExcluir
  12. Gerson boa tarde, você conhece alguma forma honesta e que realmente funciona de ganhar dinheiro pela internet?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim man, mas é tudo dinheiro de pinga, mixaria mesmo. Minhas experiências: escritor fantasma: ganhava centavos por textos para blogs e campanhas publicitárias; social midia: perda de tempo lendo e respondendo em inglês tentando fazer uma média com clientes gringos insatisfeitos com mega empresas famosas, mixaria também; captar leads e vender as listas de e-mail para os idiotas dos vendedores de cursos idiotas: dá um pouco mais de grana mas o trabalho de manter domínio, hospedagem de site e criar textos 100% SEO para atrair visitantes é um saco. Enfim, dizem que tem gente que consegue tirar até 4 k em sites de correção de bugs de aplicações mas tem quer expert nas linguagens de programação atuais e a concorrência pra pegar projeto bom e a burocracia para receber o dinheiro são desanimadoras. Já trampei no regime CLT no modo Home Office pra nunca mais: não devemos sujar nosso lar levando os problemas da empresa pra dentro dele! Odeio Home Office, no Brasil Home Office é uma tortura man.

      Excluir
    2. https://blogdouo.blogspot.com/2018/08/o-amadurecimento-da-finansfera-x-falta.html

      Excluir
    3. Em tempo, trabalho em home office desde 2008, vida melhor não há.

      Excluir
  13. Não tenho nada a reclamar do Google. O Google é seu amigo, mas vc precisa seguir as regras, rs
    "Don't be evil"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Uó! Estou decidido a encerrar o blog mesmo, vou vender o domínio e excluir as postagens. Eu li as regras do Google e não aceito de forma alguma aquilo, mas sei como é, o Google apenas segue as regras e caprichos de seus clientes que pagam muito por cada clique e views, sei pq já anunciei muito no ads do Google pagando caro. Faz tempo que meu blog deixou de ser um blog de finanças, só queria compartilhar minhas experiências na vida nos mais diversos aspectos mas cansei! Kkkkkkkkk! É tenso receber ameaças de anônimos malucos apesar de achar hilario alguns. No mais, o que valeu foi que aprendi muito lendo os blogs dos colegas, hoje, não tenho mais vontade de aprender mais nada, sei lá, cansei do mundo virtual e da web, meu computador está abandonado, estou desenvolvendo uma repulsa por tudo que envolva computação, internet e outras modernidades, estou curtindo e aprendendo muito com minha filha e nova vida liberto do trabalho. Abraços man!!!

      Excluir
    2. Fala Gerson.

      Desculpe me intrometer na conversa, pelo jeito você acabar com o blog.
      Cara, penso o seguinte: Todo os blogueiros tem o direito de encerrar seus blogs quando for de seu agrado, quanto a isso tudo ok.
      Também acho que como quase todas as rotinas vida o blog cedo ou tarde cansa. Já que vira uma rotina para o blogueiro e vai com o tempo perdendo o ar de novidade.

      Só lamento um pouco que a blogsfera esteja meio vazia de um tempo pra cá. Muitos blogs da velha guarda já não existem e outros que existem raramente recebem novas postagens.
      Vejo como a grande qualidade da blogsfera a oportunidade de trocar ideias com pessoas de vários perfis e que os posts daqui fogem um pouco das matérias engessadas e politicamente corretas da grande mídia.

      Em todo caso a decisão do encerramento é unicamente do blogueiro. Se possível Gerson (apesar que seu blog já traz inúmeros comentários e insights sobre o tema) faça um post pra debatermos alternativas ao ensino superior, caso não seja do seu interesse entendo perfeitamente.

      Excluir
    3. Ótimo ideia man! Pode deixar que vou postar um texto para debatermos sobre educação superior, tecnité, formal e informal e vou citar sua contribuição anônima! Isso que legal! Discutir sobre assuntos polêmicos, expor pontos de vistas diferentes e não fazer textinho formatado pelas regras do Google, textinho bonitinho que fala que a vida é só vitórias, todos vamos enriquecer, o mundo corporativo é maravilhoso e outras balelas.

      Excluir
  14. Ah Gerson, você é macaco velho de TI, seus relatos são de alguém que passa este perfil, você é o tipo como se diz que mata a cobra e mostra o pau. Não fica se iludindo com as modinhas porque depois de certa idade você percebe uma modinha apenas pelo cheiro.

    A questão de blogs, concordo. Eu como leitor não tenho paciência para acessar todo dia um mesmo site, incluindo jornal, quanto mais blogs. Agora imagine ficar postando, arrumando ilustrações, moderando comentário, etc.

    Sobre a grana, bom, eu te pergunto meu camarada. Quem diabos ainda acessa algum site sem um bom bloqueador de pop-up? A galera de TI que conheço tem o navegador configuração a mão (about:config) para eliminar juntamente com os plugins toda e qualquer propaganda e ratreio Gogloniano. Mesmo quem não for da área já está usando apenas plugins e as empresas perceberam o óbvio no brasil, você realmente já comprou um produto porque viu o anuncio no youtube, site de jornal, etc? Conforme as empresas, clientes, param de dar dinheiro para o Google, este para de remunerar os divulgadores de propagandas e todos saem ganhando.

    Veja o Pobre-Diabo, o blog disparado com mais comentarios mas ele nem adsense coloca, porque sabe que tem coisa melhor para fazer na vida. Se você pagar um serviço bem feito, tipo da Amazon, não o lixo porco do go daddy, pagar para diversos serviços que pode usar, precisaria trabalhar 8 horas diárias para receber algo equivalente a um salário da nossa área, você sabe os salários tão bem quanto eu. Mas se pensar que não tem benefícios alguns, é melhor ficar na empresa que vai ganhar bem mais, não tem como comparar.

    Enfim, não gostaria que fechasse porque gosto de seus textos, mas se fechar, fica aqui meu agradecimento, talvez por compartilhar boa parte da experiência contigo. Aproveita as coisas melhores da vida. Obrigado pelo espaço!

    E verdade seja dita, Pobretão era apenas uma fachada da Real, nunca houve finansfera, mas sim PSEUDO-finanças e uma guerra de egos e furos maiores que queijo suiço nas historinhas. Todo perfil vazado não refletia os relatos contados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vou fechar o blog por enquanto pois é meu lugar de catarse e onde através dos comentários aprendo com outros pontos de vistas. Mas vou mudar muita coisa aqui, a começar alterando a categoria do blog para outra, tô caindo fora da finansfera, e outro ponto é eliminar os anúncios e me libertar das regras do Google e postar tudo o que quiser com palavrões e tudo o mais. O mundo bloguistico está ficando chato por conta dessa padronização imposta: regras SEO, conteúdo tem que bater com o índice de pesquisas e palavras chaves, por isso víamos textos tão bobos sem cheiro, sem cor e sem sabor em muitos blogs famosos, tudo para ganhar pelo AdSense... fora tecnicas malandras para alavancar as views que nem vou citar aqui. Não aceito isso.

      Excluir
  15. Esse assunto me fez lembrar da Bel Pesce, "A menina do Vale".

    Se vendia como empreendedora em série, que tinha 5 formações, que havia trabalho no Google e Microsoft. Tudo balela. Nunca teve um app decente, as formações acadêmicas eram na verdade minors e o trabalho nas grandes empresas de tecnologias eram curtos estágios facilitados por um programa do MIT que envia estudantes para trabalhar em grandes empresas.

    Acho que ainda ela esta por ai, com livros e palestras de autoajuda vazia, empreendedorismo de palco.

    Wikipedia me ajudou a escrever esse post, já que eu tinha excluido essa pessoa da minha mente.

    Abs

    ResponderExcluir
  16. Concordo com você Gerson e digo mais, O Brasil é um pais que não tem cultura empreendedora e nem de educação financeira, aqui é o pais do jeitinho e da passada de perna, para empreender honestamente nesse pais você tem que ter muita persistencia e ainda assim fazer o milagre e noites mal dormidas, existem alguns poucos que venceram honestamente como o David Camelo mas se vc ver os empreendedores brasileiros a maioria é picareta, tinha gente que faltava só chupar a pica do Eike Batista e olha ai quem era o cara, eu já me aventurei tentando montar um negocio e não aguentei, tive uma ansiedade fodida e o governo não facilita e voltei ao classico emprego CLT mas talvez eu tente de novo algum dia, claro que tem picaretas em todo lugar, Nos EUA aquele Lobo de wall street o cara iludiu e fudeu muita gente e virou palestreiro empreendedor de palco e é até heroi, acontece que nos EUA existe uma cultura empreendedora e não é só gente assim que prospera, já aqui no Brasil a maioria são picaretas assim e poucos tem milhões honestamente

    ResponderExcluir
  17. Ah gerson, vai tomar no cu, caga pra essas ameaças, vc sabe que não vão dar em nada. Mano, eu sei muito bem o que vc está passando. Trabalhei 4 anos em escritóriozinho lixoso atendendo telefone enquanto meus músculos definhavam. Hj estou liberto. Saí de lá. Construo minha casa, mecho com massa e tijolo, assento ceramica, mecho com solda, fiz toda a instalação elétrica, capino, adestro meu cachorro, asso carne no fogo feito com lenha. Faço caminhadas de 15km só com 1 cantil cheio e me desafio a ficar regrando e chegar até o final. PORRA É BOM PRA CARALHO SER UM HOMO HABILIS VIRIL E INTELIGENTE PRA CARALHO. O tipo de inteligência q eu cultivo é a inteligencia de criar, de ver materias e substancias e transformar aquilo em algo útil. Saber resolver os problemas de verdade da vida como costurar uma calça ou botar uma cerca elétrica, essas coisas sabe? Sou realizado, me alimento mto bem(paleodiet) faço levantamento de peso e dedico parte do meu tempo para ensinar valores de vida para minha sobrinha e ajudar ela na escola.
    Cara, o teu blog tem a importância q o blog do pobreta teve pra mim qnd ele postava. Não feche o blog. Poste uma vez por mês, ou a cada 2 meses. Mas porfavor, mantenha-nos relatando as suas experiências e reflexões. Porra e vai tomar no cu, pra q tu quer ganhar moedas com adsense, tira essa merda daí.
    abrç anon do hebraico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu man, obrigado por me deixar mais animado. Vou continuar com o blog sim. Nem ligo mais pra AdSense. Deixei automático e não fico mais gerando código e colando no html. Em breve vou falar sobre o que estudar antes de participar de processos seletivos nas áreas de desenvolvimento, suporte técnico, redes, etc.

      Excluir
  18. Cara, é bem isso. O que tem de gente iludida achando que vai inventar o novo whatsapp ou então o novo uber não ta escrito. Eles esquecem que 99% dessas companhias já nasceram com aportes milionários de fundos e investidores anjo. Tem como empreender?, sim tem. Mas não é nada glamuroso e nem te fazer rico do dia para a noite. Ah e sobre TI, é um lixo glamurizado mesmo, sou da área e concordo com cada uma de suas palavras.

    ResponderExcluir

Comentários liberados, porém, se exagerar e postar discursos de ódio, preconceitos e spam vai levar bam! Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot