Mergulhando de cabeça na realidade - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Mergulhando de cabeça na realidade

Minha desintoxicação mental do mundo do trabalho digital e tecnológico em ambientes de multi tarefas com muita pressão sobre o desempenho e produção


Olá amigos do blog, como sabem, pedi demissão do meu último emprego tóxico na área de Tecnologia da Informação pois estava saturado e esgotado e precisava urgentemente voltar a viver de verdade novamente.

Passei as últimas semanas mergulhando de cabeça na realidade física, bem longe de toda aquela merda tecnológica, virtual  e infernal do meu emprego.

Senti o Sol, o frio, a natureza, senti cheiro de mato, matas, de bosta de cavalo, bosta de vaca, perfume de frutas no pé e sons lindos e calmantes produzidos pela natureza.

Hoje posso dizer que finalmente me sinto vivo novamente! Aquela sensação horrível e esgotante de estar sempre alerta num mundo virtual, sempre aflito para melhorar meu desempenho e atingir as metas impostas pela empresa, me livrei dessa merda toda! Uuuufa! Como é bom voltar a viver tranquilo amigos!!!

Sinto como se tivesse me libertado de uma prisão mesmo. Me sinto leve e com a mente calma e leve, todas as emoções no lugar novamente. 

Passei alguns dias no sítio do meu sogro na zona rural e lá voltei à ter contato com a REALIDADE.

Andei de bike em trilhas de mata desfrutando das mais belas vistas da natureza, vi animais selvagens em seus ambientes, senti aromas e cheiros naturais de mato, umidade que sobe da folhagem, aromas de frutas e muito mais.

Já em casa na zona urbana taquei a mão na terra e no esterco cuidando dos meus pés de araçás que já estão carregados de flores e dão aquelas pequenas goiabas macias e mais doces que o mel; podei meu bonsai de pitanga que já tem mais de 15 anos; lavei o meu aquário e fiquei por horas observando a quarta geração de peixinhos que crio nele.

Com tanto desenvolvimento tecnológico não é mais necessário se matar de trabalhar tanto como antigamente, mas vivemos o contrário disso: reduzem as equipes, reduzem os salários e benefícios e o trabalho que deveria ser uma benção se torna uma maldição para o homem comum escravo de metas, do relógio e do neoliberalismo. Perdemos contato com a realidade e viramos apenas números virtuais. 



No sítio do meu sogro também comi frutas no pé trepado nos galhos das árvores ou agachado no  chão como um homem pré histórico; cavuquei a terra em busca de minhocas e pesquei muito também passando horas no silêncio observando a lagoa ou rio desfrutando da calma que o som de um rio correndo nos passa.

Andei descalço, pulei em riachos, suei como um porco no Sol, gritei e joguei pedras como um homem primitivo. Peidei e caguei na hora que me dava vontade sem me importar com relógio ou situação. Fiz sexo gostoso na hora que eu queria sem me importar com nada e ninguém (temos um chalé no sítio do meu sogro afastado das outras casas de lá e deixamos nossa filha sob os cuidados deles).

Fiz longas caminhadas sozinho ou com minha mulher, suei pra caramba, senti o Sol na pele novamente, senti o ar puro matinal das matas e me senti como criança novamente e fiquei muito feliz! Meu coração desacelerou e não senti mais aquela angústia que sentia ao ter que fazer mil tarefas ao mesmo tempo em um ambiente virtual lixoso.

Aqui na cidade estou levando a vida livre da paranoia tecnológica, voltei a frequentar bibliotecas, museus, parques, longas caminhadas e conversas com amigos e parentes de forma descontraída. Enfim liberto de um estilo de vida lixo.

Só de lembrar como era um dia típico de trabalho naquele antro de exploração neoliberal me sinto mal:

*tinha que ficar de olho no Skype e WhatsApp pois a comunicação interna toda era por meio dessas ferramentas escrotas;

*ao mesmo tempo em que tinha que corrigir mil bugs de várias aplicações ainda tinha que ficar de olho nos e-mails para responder de imediato alguma questão idiota de algum gerente, gestor ou cliente;

*o telefone não parava de tocar juntos com os apps de comunicação interna: quando não era um cliente enchendo o saco com questões ou pedidos inúteis era alguém internamente enchendo o saco, isso dava uma aflição pois era um olho na tela de códigos, outro na tela de e-mail e a mente de dividindo em várias para poder responder a pessoa no telefone, outras no Skype e outros no WhatsApp;

*eu era obrigado à me dar um auto feed back! Ao mesmo tempo em que tinha de dar conta de todas as tarefas citadas acima, ainda tinha que ficar respondendo questionários extensos de auto feed back, traçando minhas metas de produção e desempenho, comparar com as do mês anterior e ainda fazer um resumo de toda essa merda para depois apresentar para o gestor de qualidade! PQP! VTNC! Que lixo é esse???

*era uma enxugação de gelo eterna: corrigia um bug agora e depois em meia hora surgiam mais cinco bugs diferentes que ferravam com tudo e nem os super especialistas sabiam resolver ou sequer imaginavam  por qual motivo isso ocorria intermitentemente.  

*sempre de olho de relógio é claro que nunca conseguíamos terminar as tarefas do dia e consequentemente tinha se que levar muito trabalho pra casa, um verdadeiro escravo de micro tarefas sem fim e do relógio;

*metas, metas e mais metas de qualidade, de produção, de desempenho, de plano de carreira que a cada mês ficavam mais altas! Eu não suportava aqueles idiotas do setor de avaliação de qualidade em cima de mim me espinafrando noite e dia enquanto eu trampava! Sélouco! Era eu fazendo mil coisas ao mesmo tempo e um babaca com uma prancheta na mão me falando abobrinhas e eu só respondendo "Ahãn! Entendi! Ok! Certo! Ahãn!" Aaaaaaarg! Que vida horrível estamos levando nessas empresas amigos!!!!

Enfim, hoje posso fazer tudo isso e me "libertar" de todo aquele ambiente tóxico por pura "sorte" e um pouco de planejamento, se não fossem os aluguéis que tenho hoje não poderia fazer isso e com certeza já estaria morto ou louco. 

As empresas hoje cobram de mais e em troca pagam de menos, sua qualidade de vida fica um lixo e  no fim, se você não morrer precocemente por causa do stress e péssima qualidade de vida MENTAL que leva, vai se sentir inútil pois nossa sociedade moderna despreza os idosos, fez quarenta anos? O mundo vai virar as costas pra você, por mais que digam não é verdade e que os trabalhadores competentes sempre são valorizados não acredite, meia dúzia de pontos fora da curva não são parâmetros de sucesso para todos.

Somos escravos do neoliberalismo e ninguém percebe isso! Só vejo gente sem noção nenhuma da realidade louvando ou o Comunismo ou o Capitalismo mas nem de longe que vivemos sob esses regimes! As políticas neoliberais estão destruindo o Brasil desde os anos 90 amigos, essa ditadura do alto desempenho, da busca pela alta produção e status faz parte da estratégia neoliberal, é cad um por si e que se fodam os outros, você se mata de trabalhar, se mata em busca do aperfeiçoamento profissional e mesmo que atinge as metas impostas nunca se sente feliz ou realizado pois as metas dobram cada vez que são atingidas e se você fracassa você se culpa à você mesmo! 

Você se auto explora e se auto desumaniza em busca de metas e status que nunca vão te dar a verdadeira realização e alegria humana que é ESTAR EM CONTATO COM A REALIDADE E VIVER NUM RITMO HUMANO E SATISFATÓRIO. 

Att Gerson Ravv







  

  


17 comentários:

  1. É perceptível o como esse estilo de vida neoliberal destroi nosso corpo.

    As novas gerações vão como é aliás já estão vendo.

    Um surto de depressão, suicídio e consumo de drogas/opoides( não sei escrever) assola o EUA meca do neoliberalismo.

    ResponderExcluir
  2. Acho que a questão aí não é apenas o neoliberalismo, é o exagero.
    O discurso motivacional que induz as pessoas a se sentirem fracassadas por não alcançarem determinado resultados também colabora pra essa situação.

    Será se na Venezuela o índice de satisfação com o trabalho e situação geral de vida é positiva?
    Não devemos exageram em nenhum polo.

    ResponderExcluir
  3. O que eu sempre achei engraçado (não é uma crítica a você Gerson apenas uma mera observação) é que na minha percepção o termo neoliberalismo é uma falácia usada para denegrir os ideais liberais/libertários.

    Todos esses governos e medidas denominados pelos especialistas como neoliberais estão bem distantes do que defende a doutrina liberal. Seguem a doutrina econômica do Keynesianismo e nem de longe buscam o ideal do livre mercado (sem entrar no mérito se ele é utópico ou não).

    Esses governos criticados como neoliberais como do Brasil, dos EUA e outros por exemplo tem regulações fortes sobre a economia por parte do Estado e rola um imenso corporativismo que busca o monopólio e a cartelização dos setores do mercado. Isso é o completo oposto do que pregam os ideais liberais.

    Então, observando isso tudo cheguei a conclusão de que foi um termo inventado por para ser um grande bicho papão e concentrar as críticas daqueles contrários ao sistema capitalista.

    Agora no assunto do tópico parabéns pela coragem de largar o emprego que não estava te dando condições de vida aceitáveis. Você tem que buscar o melhor para você mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liberalismo é utopico tal qual o marxismo.

      Por isso o neoliberalismo tem pitadas de keynesianismo.

      Excluir
    2. Na verdade o que se tem atualmente é keynesianismo com supostas pitadas de liberalismo e muitas vezes nem isso.

      Excluir
  4. O homem pode tentar mas ele faz parte da natureza, tentamos viver de forma artificial mas nosso corpo não foi programado para tal por isso o câncer aumenta e até mesmo depressão

    ResponderExcluir
  5. Não existe neoliberalismo.
    Neoliberalismo foi um termo usado pela esquerda social para desinformar e desacreditar os novos liberais sobre a terceira via que estava ainda por se implementado ( 1960).


    O que pessoal chama de neoliberalismo em termo econômicos se chama : Corporacracia, Desenvolvimentismo , capitalismo de compadrio, capitalismo de estado etc etc etc


    A economia mundial gira em torno deste arranjo há pelo menos 100 anos desde a criação dos primeiros bancos centrais: Recomendo o livro do Keynes para entender como funciona o sistema econômico moderno.

    Economia: Keynesianismo ortodoxo, Keynesianismo heterodoxo.

    Metas: Centralizar toda informação financeira e bancaria num sistema de tecnologia integrado.

    - Você como mero escravo tributário e do consumo.
    - Bancos controlam sua renda por meio de crédito score.
    - Empresas como campos de concentração aonde você gera números para DRE) semestral e trimestral. 50% da folha vai pagar Impostos ( ICMS),( PIS), ( Cofins), ( IRPJ), ( Impostos indiretos) , 30% gastos 10% dividas 3 10% é o lucro real.80% da arrecadação do governo vem de grandes empresas.

    O estado fornece crédito por meio de política chamada campeões nacionais ou patrocinadores do sistema. Em troca fornece leis e crédito abaixo dos valores de mercado para empresas comprarem seus concorrente e cartelizarem o mercado. Em troca de financiamento para campanha governamental.


    Recomendo um vídeo antigo do professor falecido joser munir nasser que explica como funciona o sistema moderno.

    O vídeo foi feito em 2004, agora pega tudo que foi dito e aplique aos dias atuais.

    Diferença entre liberalismo e neoliberalismo.

    https://www.youtube.com/watch?v=572M-MarDss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Mestre, usei o termo neoliberalismo para esse keynesianismo moderno que parece querer voltar no tempo, sei lá, mas acredito que nada justifica essa hiper-exploração e precariedade do trabalho, sei lá, a produtividade hoje é super alta mas a concentração de riqueza está insana, antigamente pelo menos era possível trabalhar, pagar as contas e planejar o futuro e se dar alguns presentes, hoje sobrevivemos com migalhas e olhe lá! E esses ideais liberais e anarcocapitalistas se mostram mais insanos ainda pois uma coisa eu digo: a natureza humana é exploratória e carrasca por natureza, não existe consenso e bom senso entre ambiciosos e concentradores de riqueza, liberar tudo seria um grande caos, tá certo que nos moldes atuais o Estado é um lixo quase inútil que suga boa parte da riqueza e não devolve, mas querer o fim dele e das associações como sindicatos e entidades fiscalizadoras seria lançar o povo na máquina de moer carne dos keynesianos capitalista que sempre estão em busca de lucros ao estilo mais degradante possível; já vi como a terceirização está destruindo tudo, emprego tem, mas é tudo um lixo. Na última empresa em que estive vi como não funciona na prática essa tão falada "liberdade de negociação" entre trabalhador e capitalista: não havia negociação de verdade! Apenas diziam que o acordo "de cavalheiros" seria trabalhar sem folga e sem remuneração extra dobrada nos dias de folga e quem não aceitasse que caísse fora! E os meus colegas imbecis aceitavam sorrindo!!! Como assim??? É essa a flexibilidade e liberdade tão proclamada pelo liberalismo??? O povo ainda não está preparado para o liberalismo, o povo não sabe o que é melhor para ele.

      Excluir
  6. Contabilmente como funciona.

    O socialismo não funciona porque é impossível calcular preço sem um sistema de mercado. Não havendo mercado não há preços , se não preços não existe calculo econômico eficiente, e sem calculo econômico o governo cria um gestor que vai dizer o que você vai produzir , onde quando e como.


    EX: Se o governo decidir que precisa de armas você vai ser obrigado a trabalhar numa fabrica. etc


    Após saber que o socialismo utópico não funciona ocorreu uma reclassificação da proposta . O novo socialistas ou terceira via se uniram aos banqueiros e industriais para fazer uma política de controle social e monetário.


    E como funciona isso na prática? O estado concede privatizações para empresas de empresários associados ao regime em troca de leis e regulações para proibir entrada de novos concorrentes ( Se dúvida de mim abra uma empresa e tente burlar as patentes, regularizar ela no ambiente tecnológico. O estado lhe fornece o meio judicial de barrar qualquer concorrente por meio de regulamentações e controle de preços( Cartéis oficiais)


    Após entrega este sistema para um grupo de capitalista( Corporações) O partido arrecada por meio de impostos ( 40% ou 50%) da DRE. Parte incide sobre receita bruta e parte incide sobre lucro.

    Em troca de maior faturamento ( Concorrência baixa estas empresas podem contratar mão de obra farta e barata fornecida pelo sistema educacional estatal que ensina você a ser escravo tributário.

    Após feita incursão das empresas esta te contratam para bater metas de faturamento em troca de um salário baixo.

    E porque este salário é baixo?

    - As margens do setor de tecnologia são baixas por causa que boa parte do hardware e insumos são importados ( logo existe impostos grande na importação de tecnologia e desenvolvimento).

    Após este estagio a empresa tem que pagar todos impostos na receita bruta e após isso funcionários, aluguel etc.


    Segundo fator: Porque os salários caem ?
    Excesso de mão de obra ( Bolha de formados).

    EX: Uma empresa com as mesmas 800 vagas há 20 anos trás pagaria pelo menos duas vezes mais do que nos dias atuais. Tudo isso porque o número de pessoa formadas em tecnologia da informação era bem mais limitada. Após uma democratização da educação a empresas continua com as mesmas 800 vagas . Logo número de candidatos por vaga é 5 ou 10 vezes maior, consequentemente os salários caem e exigência aumentam.

    A mão de obra qualificada é praticamente destruída.


    Terceiro motivo downsizing:
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Downsizing

    Possíveis Consequências Negativas






    OBs: Se você é da área de exatas recomendo estudar contabilidade, nesta área tu vai entender tudo que estou falando claramente.

    Vai entender o porque da degradação do ambiente de trabalho até achatamento de margens e cartelização do mercado por players financiados pelo governo.


    A saída é você virar autônomo e correr riscos !
    OBS: Já adianto que a maioria vai desistir ou fracassar. Trabalho como autônomo há pelos menos 3 anos. Porém existe um preço a pagar : E este preço é você viver muito abaixo das suas posses porque não sabe quanto vai ganhar no próxima semestre.

    Além disso tem que investir no mercado como forma de capitalizar e fazer reservas para tempos de vacas magras.

    Tem dias que trabalho 12 horas e tem dia que mal chego trabalhar 6 horas por dia.


    Então o caminho é este trabalho duro , racionalidade e ousadia.





    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns trabalhos que visavam analisar os resultados da implantação de uma estratégia de downsizing, concluíram que nem sempre os objetivos traçados são alcançados. Em alguns casos, observam-se consequências negativas.Alguns fatores que são prejudicados com a implantação do downsizing são[2]: o ambiente trabalho, que acaba por ter perdas significativas de lideranças, cooperação entre pessoas e áreas; perda de eficiência interna, que é resultante da perda de experiência e memória empresarial; comprometimento da eficácia organizacional, por redução do espírito empreendedor da organização e insegurança dos remanescentes da organização; relações de trabalho são agravadas em organizações que passam por estratégias de downsizing, tendo estudos demonstrados um aumento significativo em reclamações trabalhista, incidência de doenças e acidentes de trabalho, e a imagem externa' também pode ser comprometida e a demissão em massa, pode nem sempre ser vista com bons olhos pelos investidores (The Economist, 1993a)


      Porque ocorrem downsizing constante no setor de TI?

      Olha para os 3 motivos acima: A estrutura sendo pesada e as margens baixas as empresas visando sobreviver recorrem para downsizing frequentes expondo seus funcionários a excesso de carga trabalho, horas extras, baixa remuneração etc.

      Resumo larga mão desta área e tome rédeas de sua vida, mas tenha em mente que tudo tem um preço e você vai precisa estar dispostos a pagar.




      Excluir
    2. Esse liberalismo pregado pela escola austríaca nunca existiu nem existirá.

      E só estudarem como o estado intervia já na revolução industrial, o estado americano foi interventor o japonês,alemão e etc.


      Liberalismo austríaco é o novo marxismo.

      Excluir
    3. "impossibilidade do socialismo"? Este "problema do cálculo econômico" já foi refutado por Oskar Lange, Piero Sraffa e, mais recentemente, por W. Paul Cockshott e Allin Cottrell. As refutações de Lange foram, eventualmente, contestadas por outros economistas, mas, tirando o próprio Hayek, não vi nenhuma tréplica aos trabalhos de Sraffa e muito menos aos de Cockshott.

      Vou passar, de novo, a ligação para os trabalhos de Cockshott. Não para você, que pelo jeito só se interessa em ler o que se publica no Instituto von Mises; mas sim, para os eventuais leitores que tenham interesse no assunto e entendam um pouquinho de matemática.

      http://www.dcs.gla.ac.uk/%7Ewpc/reports/standalonearticle.pdf

      http://www.dcs.gla.ac.uk/%7Ewpc/reports/berlin.ppt

      http://reality.gn.apc.org/econ/mfs.htm

      http://www.ecn.wfu.edu/%7Ecottrell/socialism_book/calculation_debate.pdf

      Excluir
    4. Incrível como simpatizantes do socialismo amam um discursinho passivo-agressivo recheado de indiretinhas infantis.

      Discordar do cara na cabeça dele é não saber matemática e não gostar de ler fontes contrárias.

      Ta serto kkkkk

      Excluir
  7. É muito mimimi, direita ou esquerda nesse país de terceiro mundo vai ser sempre pra roubar e explorar os chimpanzés que vivem aqui, essa nação tem um povo tão merda que não luta por nada, brasileiro não sabe o que é cidadania ou ter direitos, ja se acostumou com índices de violência nas alturas, com tudo caraço, com desemprego, brasileiro adora encher o saco com mimimi de merda, a maioria fica sentada no sofa esperando algum "deus" de alguma religião lixo ter misericordia e mandar um raio divino pra resolver tudo e proteger a gente, o que mais tem é revoltado on line, ou neguinho querendo fazer revolução no Instagran, a burrice humana é incrível, é uma raça que sempre comete os mesmos erros de forma cíclica, alem de ser extremamente egoísta, gananciosa e hipócrita essa raça realmente deve ser a imagem e semelhança de quem a criou, ontem chimpas, os humanos acabaram com todos recursos do planeta para esse ano ou seja, vai ter que usar as reservas, o que vcs não conseguem entender é que enquanto o ser humano for essa merda nada vai melhorar e vamos ter sempre um eterno mimimi.

    http://conexaoplaneta.com.br/blog/dia-da-sobrecarga-da-terra-recursos-naturais-do-planeta-para-2018-se-esgotam-neste-1o-de-agosto/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Rafael, enquanto a gente se mata brigando defendendo ideologias, o donos do mundo dão risada e faturam muito em cima da gente, patrocinam ideologias novas que na verdade visam facilitar seus poderes de concentração de poder e riqueza extraídos de nossa ignorância e idiotice.

      Excluir
  8. Zona rural é muito bom para o psicológico, te deixa calmo, nessas férias fui ao Piauí visitar fazendas localizadas na floresta dos cocais, onde pretendo empreender e produzir alguma coisa e gerar riquezas. Mas, na cidade é onde é feitos os negócios, de certa forma, as metrópoles se formam quando os produtores da região se encontram para comercializar a produção, logo,é um local bastante impessoal e reina egoísmo, percebia isso quando andei por algumas capitais, os habitantes estão sempre com aquele semblante de ansiedade por pressa em cumprir suas obrigações no trabalho, a maioria tem mais de um emprego, se um complica nosso tempo, imagina dois ou até três, resumindo, não são lugares apropriados para ser um lar, só para negócios, só os mais abastados possuem um pouco de conforto nas grandes cidades. Penso em um modo de conciliar em ter uma vida de morador do interior metrópoles apenas para fazer negócios, ainda tem pobre que se orgulha de viver em grande cidade, não procura aproveitar do acesso aos bons cursos que estão nas capitais e vive moribundo em subempregos num local com alto custo de vida.

    Abraços Gerson, sempre com boas postagens para refletir.

    ResponderExcluir
  9. A vida no campo é muito boa por um tempo, mas logo os confortos da civilização moderna fazem falta.

    ResponderExcluir

Comentários liberados, porém, se exagerar e postar discursos de ódio, preconceitos e spam vai levar bam! Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot