domingo, 25 de março de 2018

Ativação do Windows 10 - licenças e problemas de ativação

Tudo o que você precisa saber sobre ativação do Windows 10 antes de levar seu PC em um técnico fuleiro 

Olá amigos! O texto de hoje será sobre ativação do Windows e licenciamento.

Um belo dia você liga seu PC com Windows 10 e um BUG colossal ocorre e o negócio não funciona mais ou funciona com travamentos monstros e bugs chulézentos, você como leigo que não pode perder tempo pesquisando no Google sobre solução de bugs e que também não tem tempo ou paciência para ligar no suporte da Microsoft e ter que fazer manualmente os processos que eles recomendam, você decide então levar seu PC em uma assistência técnica do seu bairro ou cidade.

Antes de levar seu PC bugado em algum técnico formatador de Windows, é necessário saber algumas coisas importantes para que  não seja enganado e perca seu licenciamento do sistema ou tenha uma edição incorreta e incompatível com seu hardware instalada.




Verificando a edição do seu Windows

A maioria dos problemas referentes à ativação do Windows 10 que voltam da assistência técnica em quase 100% dos casos é causado por que o técnico chulé instalou uma edição diferente da licença original que o usuário tinha ou tem.


Muitos usuários de windows sequer sabem que existem diferentes versões do Windows 10 indicadas para usuários com perfis de usos diferentes:

*Home: edição indicada para usuários domésticos que usam programas triviais do dia a dia: pacote Office, navegar na Internet, programas básicos, etc. Indicada para hardwares medianos ou básicos.

*Home Single Language: a mesma indicação da versão Home, porém, essa edição somente suporta um único idioma não sendo possível alterar o idioma (até consegue mas tem que fazer uma gambiarra colossal). 

*Pro: edição indicada para usuários de programas pesados (engenheiros, matemáticos, etc) ou desenvolvedores, analistas de sistemas; para rodar a versão PRO é essencial possuir um hardware poderoso com um processador robusto e placas de memória RAM eficientes, não adianta comprar um PC que veio projetado para suportar a edição básica HOME e depois meter um PRO pesadão: seu hardware chulé vai surtar e enfartar. 

*Enterprise: edição indicada para empresas, versão enxuta e otimizada do windows 10 que geralmente é adquirida por via de acordo com a Microsoft que configura a edição de acordo com os usos que a empresa deseja, edição desenvolvida pensando na performance geral do sistema priorizando rapidez e produtividade.

Licença de Pro somente ativa a edição Pro, licença de Home somente ativa edições Home e assim por diante, não adianta comprar uma licença do Windows 10 Pro e tentar ativar seu PC chulézento que veio da loja com o Windows 10 Home instalado...



Para saber a edição do seu Windows 10, faça assim:

Clique com o mouse no Iniciar do Windows e depois em configurações (a roda dentada), vá em SISTEMA e depois clique em SOBRE: vai aparecer qual é a edição/versão do seu Windows 10.

Anote em um papel a edição que aparece na tela.



Verificando sua licença do Windows 10

Outro ponto que usuários desconhecem: os tipos de licenciamento do Windows.
A Microsoft disponibiliza diferentes tipos de licenciamento de acordo com o uso do sistema:

*FPP: licenças compradas separadamente para ativar o sistema. Sabe aqueles cartãozinhos com uma chave serial impressa neles? Atualmente quase não se encontra mais para vender esses cartões, sendo mais comum a compra pela WEB e o usuário recebe a licença por e-mail


*OEM: licenças de fábrica. Sabe aquele seu PC que você comprou em loja de geladeira que você parcelou em 48 vezes com juros no carnê? Esse PC vem da fábrica com uma licença OEM que somente é válida naquele equipamento em questão, ou seja: não adianta pegar sua chave serial desse PC e tentar usar em outro PC: não vai ativar em outra placa mãe. 

*GVLK, MSDN ou Licença por Volume: licenças adquiridas por grandes empresas ou instituições de ensino para ativar trocentos equipamentos de uma vez. Esse tipo de licença NÃO É COMERCIALIZADA NO VAREJO. Licenças adquiridas em lote por empresas que tem contrato com a MICROSOFT. Geralmente essas licenças possuem um tempo para expirar. Alguns técnicos fuleiros instalam esse tipo de licença e usam um programa SAFADO chamado ATIVADOR KMS PICO que nada mais é que um simulador do servidor de ativação cobrando valores irrisórios se comparadas com as licenças de uso doméstico: cobram entre 50 e 200 reais em uma licença do Windows 10 PRO quando na verdade a licença de uso doméstico perpétua  custa mais de 800 reais. Usuários domésticos com um Windows 10 ativado por KMS são surpreendidos quando os servidores reais da MICROSOFT fazem uma varredura preventiva de fraude bloqueando a licença GVLK inutilizando o KMS e desativando o Windows 10 que o técnico chulé ativou de forma fraudulenta.

*Licença digital: quem tinha uma licença original do Windows 7, Windows 8 e Windows 8.1 e atualizou o sistema para o Windows 10 com o update gratuito oferecido entre 2015/2016 obteve uma licença digital gratuita do Windows 10 vinculada em sua conta de e-mail usada para fazer LOGON no sistema. 

Para saber a chave de ativação do seu Windows 10 faça assim:

Abra o PROMPT de comando como adiministrador (pesquise a palavra PROMPT nas pesquisas do Windows e depois clique com o botão direito do mouse sobre a palavra e escolha a opção de executar como administrador). Com o prompt executando como administrador copie e cole o comando abaixo e  pressione ENTER, se tiver uma chave de ativação ela vai aparecer na tela, anote num papel e guarde:

wmic path softwarelicensingservice get oa3xoriginalproductkey

Se preferir, pode baixar e instalar esse programa muito eficiente e leve que busca na BIOS e registros as chaves do Windows e de outros programas:

https://www.nirsoft.net/utils/produkey_setup.exe

***Seu antivírus pode sinalizar que ele é perigoso mas pode confiar, é apenas um falso positivo.

Com sua chave anotada, consulte o suporte da Microsoft para saber que tipo de licenciamento sua chave possui.

Para saber mais sobre licenças, acesse: https://technet.microsoft.com/pt-br/ee872872.aspx

Não use essas porcarias se preza por segurança, estabilidade, odeia políticos corruptos  e respeita o trabalho de desenvolvedores e engenheiros de sistemas. Se não tem grana para comprar licenças originais, então use sistemas Open Source que sejam gratuitos para não ter dor de cabeça e prejuízo no futuro.




Não seja enganado por valores baixos de licenças! Não seja otário!

Lembrando que qualquer pessoa pode baixar a imagem de instalação do Windows 10 no site da Microsoft SEM CUSTO ALGUM, porém, para poder ativar deve ter ou obter uma licença original comprando ou fazendo parte de algum programa que oferece licenças para estudantes ou funcionários de instituições e escolas que possuem parceria com a Microsoft.

*Sempre desconfie se encontrar em algum site, assistência técnica ou loja virtual oferecendo licenças do Windows 10 por valores irrisórios. Uma licença original do Windows 10 custa entre 400 e poucos reais a edição HOME e uns 800 e poucos reais a edição PRO.

*Na dúvida, compre direto do site da Microsoft ou de um de seus parceiros (as grandes lojas de varejistas por exemplo). Nada de comprar licenças em sites furrécas desconhecidos, Mercado Livre (fique longe do Mercado Livre!) e sites estrangeiros que quase ninguém conhece e que vende licenças ao preço de banana.

LEVANDO O PC AO TÉCNICO

Agora livre da ignorância  tecnológica, sabendo a versão do seu Windows e sabendo que tipo de licenciamento possui, leve seu PC sem medo ao técnico e supondo que ao seguir as instruções acima descobriu sua edição e licenças originais como Windows 10 Home com licença de fábrica, deixe claro para ele: 

"Escuta aqui chinelão, possuo um Windows 10 HOME com licença genuína de fábrica OEM, portanto, não me venha instalar um WINDOWS 10 PRO ativado com KMS PIRATÃO após formatar meu PC!"

Não se deixe enganar por técnicos chulés que somente sabem formatar o PC, busque conhecimento e mostre ao mundo que você tem consciência e responsabilidade.

Att Gerson Ravv 



4 comentários:

  1. Ótimo post.

    Algo aparentemente simples mas muito prejudicado pela falta de informação correta. Cansei de ver clientes leigos sendo passados para trás por técnicos e vendedores malandros. E não só na versão do Windows como também na parte de hardware.

    Esse KMS PICO não é um tipo de vírus, malware, algo do tipo? Uma vez coloquei essa porcaria para ativar o Office e meu navegador ficou bugado, abria páginas estranhas de anúncios a cada clique e trocou a página de busca padrão para o yahoo. Tive que formatar a máquina.

    Obrigado pelas informações Gerson, continue com seu blog, sou leitor assíduo. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O KMS simula uma conexão com os servidores de ativação da Microsoft. Mas muitas vezes esses kms vem com trojans, vírus e malwares. Por isso não compensa usar esses artificios malandros. Abraço man!

      Excluir
  2. Na boa Gerson, com essa crise e o preço estratosférico de tudo, esses ativadores são o melhor custo beneficio para o povão do chimpazil, até em lojas especializadas de informática eles colocam um win piratão, pois a microsoft exige uma instalação por dispositivo, isso é totalmente fora de nosso padrão,o unico lugar que trabalhei com sistemas originais foi na Vale do Rio doce - CVRD- aqui em Vitoria /ES, no resto piratex com força, vírus vc pode pegar em qualquer url, compensa sim esses artifícios malandros, para de mimimi, concordo com vc totalmente em relação a versão, pois se o cliente ainda tiver o adesivo com o serial, não custa nada fazer um serviço decente pra ele, fora isso mimimi total, abraxxxxxx guerreiro, segue o jogo.

    ResponderExcluir

Tá tudo liberado por tempo limitado. Aproveite! Volte sempre! Somos amigos! Att Gerson Rav