Deus abençoe o Windows e seus usuários: ganhando 200 reais ou mais por computador bugado


Antes de eu largar o trabalho CLT e partir para essa vida com meus serviços autônomos e um micro negócio de subsistência, eu ouvia críticas pesadas por parte de parentes e conhecidos.

Me diziam que eu não ia conseguir ter disciplina para viver como autônomo, que eu não conseguiria vencer a concorrência, que o bairro estava saturado de mini gráficas, oficinas de informática e sobrinhos curiosos. 

Diziam que eu simplesmente iria morrer de fome e afundado em dívidas.

Se passaram quase 3 meses desde que sai do trabalho e não estou arrependido, cada vez mais clientes aparecem indicados por outros e já virei referência no bairro! Nem acredito nisso!

Mas para conseguir sobreviver aos sobrinhos e curiosos, você tem que ter um método e fazer o trampo o mais profissional possível, ter lábia mas sempre cumprir e honrar os acordos. 

Não basta simplesmente formatar, enfiar um Windows pirata qualquer ativado porcamente com os famigerados "crackers" e entregar para os caras e nem falar nada! Isso qualquer sobrinho faz.

Um bug do sistema "Janelas"


Para lidar com os clientes LEIGOS que fazem uso "doméstico" de computadores e notebooks, você tem que ter malícia e ser esperto, tem que colocar TUDO no papel antes de fazer o serviço e entregar, isso evita problemas futuros pois é muito comum essa situação: você formata o notebook, deixa zerado e customizado para o Windows rodar o mais rápido possível, usa uma licença adquirida com partners,  entrega uma apostila com explicações de como manter a segurança em dia do equipamento e dias depois o cara volta nervoso querendo retrabalho DE GRAÇA com o notebook novamente todo CAGADO, infestado de vírus, toolkits, malwares cabulosos, softwares piratas do tipo "netflix grátis", navegadores chineses sequestrados e pra arrombar a boca do balão o sujeito instalou mais de 8 antivírus na mesma máquina!

Uma vez que você colocou no papel SUAS REGRAS e explicou ponto por ponto para o sujeito, se ele fizer besteira e voltar, você vai ter como se defender e mostrar que o problema não é o computador mas sim O DONO do computador.   

Já vi de tudo: todos os notebooks e computadores com Windows TODOS piratas sem ativação, infestados de malwares que o próprio usuário instalou na ilusão de ter o netflix de graça, navegadores sequestrados por russos e chineses, vírus nos system 32, toolkits sinistros, 15 antivírus instalados no mesmo computador e ativados ao mesmo tempo, pacotes offices pirataços sem ativação e por ai vai. Um verdadeiro show de horrores.

Não curto muito mexer com hardware mas quando é preciso eu faço, ontem mesmo peguei um computador que tinha na RAM um inseto grudado e eletrocutado entre a placa mãe e a placa de memória!    

Bastou remover o pente RAM (que era incompatível ou inadequado com o modelo da placa mãe) , os pedaços de inseto, limpar a placa mãe e substituir a RAM velha por um pente compatível com a placa mãe e o PC ressuscitou, depois foi só recuperar o SO e configurar: em menos de 20 minutos R$150,00 no bolso.    

O segredo para ter lucro com troca de hardware: comprar peças da China ou de sucatas de informática e dar garantia de 3 meses.   

Faço isso desde que ainda trabalhava como CLT e até hoje não tive nenhum problema com cliente, muito pelo contrário: os caras sentem a qualidade do trampo prestado e ainda recomendam para seus amigos pois percebem que estão lidando com um PROFISSIONAL de verdade da área e não com um curioso que usa cds e dvds piratas.

Sempre que posso tento empurrar uma distro LINUX para os usuários, alguns gostam tanto que passam a boicotar o Windows, mas a maioria ainda prefere o sistema do tio Gates...

A maioria dos técnicos de informática que conheci fizeram apenas os cursos técnicos de montagem e manutenção, a maioria não viveu a "subcultura" micreira, não frequentou os antigos fóruns da WEB, a maioria tem preguiça ou não tem habilidade de lidar com pessoas comuns, não gostam de ler e aprender coisas novas, não sabem conversar com o usuário leigo, não desenvolveram o marketing pessoal e profissional, sem mencionar os trambiqueiros que adoram enganar e enrolar os clientes leigos.

Por exemplo: no poste em frente do meu negócio tem lambe-lambe (anúncio colado) de um sobrinho curioso que cobra "cinquenta real" pra formatar e "estalar" o pacote office+windows10: já veio ex-cliente dele trazer o notebook pra eu consertar as cagadas e  telas pretas de morte por falta de ativação... Obs: sem zueira, o lambe-lambe está escrito exatamente assim com esses erros de português... 

Cursei na área de exatas Ciência da Computação e Análise e Desenvolvimento de Sistemas, fora os cursos técnicos de curta duração. Amo informática e não fico bitolado com apenas alguns assuntos: sou louco por algoritmos, hardware, códigos, linguagens de programação, segurança, etc. Os conhecimentos e pessoas que conheci nesses cursos me ajudam muito no dia a dia lidando com pessoas e equipamentos "bugados".   

Não sou falastrão, mas quando o assunto é sobre algo que eu gosto como software, hardware ou mulher eu incorporo o Silvio Santos. 

Enfim, ficam as dicas para quem gosta e pretende trabalhar com isso de forma autônoma! E lembre-se crianças: USEM LINUX! USEM OPEN SOURCE!

Dicas:

*tenha um site sobre informática para divulgar seus serviços (o meu está na gringa), isso transparece profissionalismo;
*faça panfletos com o endereço do seu site e distribua num raio de 4 Km do seu negócio;
*converse e explique tudo para o cliente leigo: ele é apenas uma pessoa com poucos conhecimentos e merece aprender o básico para lidar com um computador;
*coloque tudo no papel e explique detalhadamente tudo o que você deve e não deve fazer e quais são os direitos do cliente e faça ele assinar;   
*trabalhe com "partners": eles conseguem licenças legítimas por preços ridículos.
*compre da China;
*Formalize seu negócio.

Att Gerson Rav