Postando os fechamentos atrasados dos meses de junho/julho/agosto e mudanças no blog.  

Por causa dos ataques e ameaças ocorridas nos blogs, decidi que agora só vou postar os valores GERAIS que gastei com material e os valores que gerei na venda desses materiais modificados por serviços.

Não vou ficar detalhando muito, somente quando refletir sobre preço e valor de mercadorias e serviços que forneço é que serei mais detalhista.

Não quero ser um administrador de escritório: a maioria desses caras não sabem nada e vivem afogados em suas planilhas chatas... Calculo sim meus gastos e ganhos mas não abro mão da FILOSOFIA no sentido de parar e pensar nos múltiplos aspectos que envolvem a criação, concentração e dispersão de valor e riquezas. 

Ganhar dinheiro é preciso, viver somente de planilhas e estimativas não é preciso. 

Os valores ganhos com minhas atividades autônomas com TI também serão postados. 

Ao ler o último texto do colega blogueiro Viver de Construção (que demostra ser muito sensato e equilibrado em suas ideias) cheguei à conclusão que devo focar mais nos aspectos de FINANÇAS aqui no blog.

Como sabem hoje vivo de dois aluguéis, meu micronegócio informal e meus serviços autônomos em TI, ainda não posso me aventurar na BOLSA (meu sonho e meta!) ou qualquer outro tipo de investimentos.

Portanto, o que eu posso contribuir com a blogosfera de finanças? Posso passar o meu know-how e ideias sobre meu micronegócio e como consegui sair do regime CLT e como consegui obter a renda de dois aluguéis que pagam minhas contas e despesas mensais (a receita do micronegócio uso para pagar dívidas antigas).

Até alguns anos atrás eu era uma verdadeira ameba, não tinha perspectiva nenhuma, praticamente pagava para trabalhar e não esperava mais nada de bom na minha vida.

Quero incentivar quem está passando pelo que eu passei na minha dura infância e juventude pobres nível master. Se bem que quem lê o blog hoje dificilmente deve ter uma vida tão pobre e dura como eu tive anos atrás.

Acredito que os filhos sempre conseguem superar seus pais no quesito bem estar e para vocês terem uma ideia de como venho de uma família de gente hiper-pobre, minha mãe me contava que na infância dela  ela e seus irmãos catavam gomas de mascar jogadas na rua para matar a vontade de ter o doce e meu pai morou nas ruas perambulado pelo Brasil até os 12 anos com minha bisavó cigana que não aceitava os modos não nômades de viver dos parentes que eram mais cabeças abertas nos anos 70 quando fixaram residência no Sul.

BALANÇO DO MICRONEGÓCIO

Somando os gastos com material nos três meses JUNHO-JULHO-AGOSTO gastei somando tudo como materiais, energia elétrica e desgaste de equipamentos: R$450,00.

Esses R$450,00 geraram nos três meses os valores de: R$850,00 em JUNHO; R$1.300,00 em JULHO e R$900,00 em AGOSTO.

TOTAL DOS 3 MESES: R$3050,00
Ganho real: R$2600,00

Para quem não sabe o que faço no meu micronegócio pesquise no blog sobre postagens sobre fechamentos do mês.

Os valores dos aluguéis eu não computo aqui pois uso para minhas despesas domésticas mensais, tudo o que posso dizer é que meus inquilinos são muito responsáveis e até o momento não pisaram na bola e não me deram problemas.    

SERVIÇOS AUTÔNOMOS DE TI

Fechei contrato com uma distribuidora de materiais e produtos de lanchonete e todo mês vou duas vezes lá fazer manutenção geral básica ou quando ocorre alguma situação crítica, trampo tranquilo e  depositam todo mês R$500,00 na minha conta, o bom é que o escritório deles é pequeno, quase nunca dá problema, o maior problema que ocorre é quando precisam configurar clientes de e-mail num gadget novo ou a impressora dá pau e não conseguem resolver. Também não me pediram CNPJ e fizemos acordo de cavalheiros e de confiança (mas claro que fiz um contrato de papel onde assinamos termos e condições).    

Ainda não sei se vou formalizar ou continuar nesse esquema. Estou pensando os prós e contras antes de tomar uma decisão e tirar o MEI.

Nos 3 meses apareceram 3 notebooks para formatar, dois notebooks para quebrar a senha que os usuários esqueceram e duas configurações caseiras dos horríveis roteadores da TPLink.

Somando contrato da empresa com serviços freelancer:

TOTAL: R$500,00 + R$484,00 = R$984,00

dinheiro faz dinheiro e mais dinheiro produz idéias 



SOMANDO TUDO

Somando tudo o que gerei com o micronegócio+serviços de TI descontando o gasto com materias deu exatamente:

R$3.584,00

Sim, eu sei que é pouco, mas levem em consideração que é um micronegócio de SUBSISTÊNCIA, só estou esperando fazer uma reformulação, adquirir novos equipamentos para finalmente FORMALIZAR. Assim que eu me livrar de dívidas do passado vou poder fazer investimentos no meu negócio, na BOLSA e em BANCOS, por isso devoro os blogs dos companheiros da blogosfera de finanças.

Se minha mãe que só tinha o ensino fundamental poucos anos antes de morrer, já aposentada se aventurava em home-broker e naqueles fundos oferecidos pelos bancos com as orientações do meu cunhado que é corretor e conseguia uns trocados, acredito que eu que busco conhecimentos sobre finanças e administração posso ganhar muito mais.     

O mês de JULHO foi rentável porque apareceu uma encomenda de 160 envelopes-fichas personalizados de uma ONG que me contactou através de um cartão de visitas que mandei meu pai distribuir nas ruas. Deu um certo trabalho mas foi algo novo que aprendi: os cincos primeiros envelopes deram um pouco de trabalho pois o formato que pediram era SURREAL, mas pensei rápido e bolei um jeito de fazer os demais num ritmo de linha de montagem FORD e terminei muito rápido de forma fácil e divertida.

Enfim, quero mostrar para vocês que é relativamente FÁCIL colocar dinheiro no bolso seja com vendas de produtos ou serviços sem precisar assinar contrato como CLT.

Nem todo mundo que tenta consegue seguir nesse estilo de vida, eu quero ver até aonde eu chego. Já venci a etapa do medo de FRACASSAR pois minha vida inteira ouvi isso: "Seja e faça diferente e fracasse! Vai morrer de fome fora da CLT!".