Franjinha de Spock - blockchainsupertrader.com by Gerson Ravv

Tudo sobre TI-trabalho-dinheiro-mercado de trabalho-sistema-operacionais-computação e muito mais!

Hot

Post Top Ad

sábado, 16 de julho de 2016

Franjinha de Spock

Como eu sou? 


Em primeiro lugar gostaria de agradecer aos leitores do blog e blogueiros que acompanham minhas postagens e que comentam ou não: é legal demais essa interação!

Eu leio TODOS os blogs que estão na minha lista de preferidos e no momento só não comento neles porque estou acertando ainda minhas novas rotinas, horários e tarefas diárias para não me perder pensando que agora desfruto de uma liberdade de tempo sem limites.

Cada texto novo dos nobres amigos blogueiros que leio agregam muitos conhecimentos novos que até então eu ignorava e abrem minha mente para reflexões e auto-exames. Amo a internet por isso!

Tem alguns comentários em que o pessoal (visivelmente de juvenas)  pergunta coisas "pessoais" demais, então não publico esses comentários. Para matar a curiosidade desse pessoal vou agora listar algumas curiosidades sobre esse SER bizarro que sou eu...

Todos vocês sabem que moro na periferia de SP desde que nasci. Geralmente quando se lê "periferia" pensa-se em funk, drogas, gente estúpida, sem educação e em extrema pobreza: não meu amigo, isso mudou e está mudando. Tem muito dinheiro rolando por aqui, muita gente consumindo cultura e conhecimentos.   

Agora a periferia já tem sua própria periferia. Agora temos problemas com moradores de regiões realmente carentes que estão além da periferia da periferia.

Nos anos 80 sim, a periferia era miserável e um matadouro de gado humano, hoje ainda morre gente assassinada aqui, mas os motivos são outros, está tudo mais escondido ,planejado e "mafioso".  

Espero desmistificar um pouco a visão estereotipada que vocês tem sobre um "perifento". A maior riqueza é saber de onde você veio e saber como planejar sua vida. Valorize e lembre sempre de seus ancestrais por mais que eles tenham errado, corte os hábitos negativos herdados e desenvolva novos hábitos e práticas positivas.       

Nome

Não, meu primeiro nome não é Gerson, é um pseudônimo, até porque meu nome não é um nome comum aqui no Brasil. Meus pais tinham  horror de nomes bíblicos e nomes tipicamente brazucas do tipo: Waldisclayton, Uóshingtom, Walbescleberson ou  José, Francisco, André,etc.

Meus pais colocaram esse nome em mim dizendo que era para que eu nunca esquecesse de onde nossas famílias tinham vindo e que apesar de ter nascido aqui eu não era daqui! Vai entender isso...  

Minha avó paterna dizia que nosso país era "o vento" e que qualquer lugar é um bom lugar quando se tem dinheiro.


Minha mãe me chamava de "A Cobra", segundo ela, eu ficava sempre na defensiva (sou desconfiado ao extremo) como uma cobra e se alguém muito ingênuo me dava brecha eu ia me enroscando lentamente na pessoa até ela fazer o que eu quisesse.  



Anos de sofrimento e enganações me deixaram assim: se chegar perto demais eu ataco, se eu não atacar prepare-se para ser engolido se eu não gostar de você. 


Blog

Não sou um personagem, tudo o que escrevo aqui aconteceu de verdade: esse é segredo da ESCRITA ou técnicas de literatura que é fazer o trivial, a realidade banal cinza, sem graça  e dura virar algo legal de se ler, sentir e imaginar. 

Uma coisa é escrever: "O ovo que trouxe do galinheiro caiu no chão e quebrou." e outra coisa é: "A esfera oval que saiu da galinha, o branco receptáculo sagrado que guarda os genes de um belo Galo dominador, rolou pela mesa e sob os efeitos da aceleração da gravidade foi de encontro ao chão e sua armadura alva de cálcio frágil espatifou-se em milhões de micro pedaços espalhando proteínas e DNA para todo lado num desperdício colossal: assim se acabou a nobre descendência de um Galo dominador que comia todas as galinhas do galinheiro e eu fiquei com fome."

Frases diferentes descreveram a mesma cena, porém a segunda frase fez sua mente trabalhar mais, usou sua imaginação e memórias em outro nível.  Um país em que seu povo não produz e não consome literatura de qualidade é um país fadado a barbárie (nas garras do funk e Paulo Coelho) .

Literatura é execício mental que desenvolve várias habilidades intelectuais para quem lê e para quem escreve. 

Aparência

Quando eu era mais jovem meu cabelo era idêntico do Doutor Spock: não tinha gel, laquê ou goma que eu passasse no cabelo que de tão liso acabava por ficar como a maldita franjinha do Spock... sofri anos de bullying por causa disso pois um cara pálido de cabelo liso no meio de uma multidão de moleques com pinta de Neymar afro-indígena-europeus cinzas e marrons eu era minoria...

Mas eu zoava de volta e era muito divertido aquele tempo em que não existia essa frescura de "bullying" e "tudo é preconceito": zoavamos de volta, caíamos na porrada mas no fim estávamos mais amigos e dividindo o lanche e rindo juntos.

Hoje perdi um  pouco de cabelo no topo que ficou ralo e raspo a cabeça de 10 em 10 dias pois fica mais másculo e dá uma aparência reptiliana, predatória e hostil pois tenho pescoço e trapézios fortes.

Quer chamar a atenção com um físico reptiliano? Treine trapézio com vontade! 

Meu corpo se adapta rapidamente aos meus hábitos: basta exagerar no açúcar e ficar sedentário que engordo rapidamente e até fico tetudo em apenas 1 mês ; basta ficar sedentário e só comer o básico sem doces para eu secar e perder massa óssea e muscular em apenas 2 meses e basta voltar aos exercícios de musculação/bike e cortar o açúcar para em  4 meses emagrecer e  ganhar músculos mais salientes, igual o meu pai, temos um metabolismo bem estranho que responde rápido demais às rotinas.

Saúde

A única doença que tive de mais grave até hoje (tenho 37 anos) foi uma maldita síndrome do pânico que desenvolvi depois que aos 20 anos passei por tudo isso num ano: um sorveteiro  de rua morreu na minha frente de ataque cardíaco no momento em que me dava o sorvete,  apanhei de 4 ladrões num ônibus vazio de noite; apanhei da polícia voltando do trabalho de madrugada; quase fui esfaqueado na porta de casa por um viciado (um traficante que me salvou) e um cara atirou em mim após me assaltar mas não acertou.

Foram mais de 10 anos entre tratamentos, melhoras e recidivas mas já se passaram 7 anos que nunca mais tive os sintomas (que são terríveis).


Esporte

Não curto futebol, aliás, não entendo nada. Gostaria sim de ter crescido torcendo para um time mas meus pais nunca ligaram para futebol. Pratiquei o Hapikido durante 4 anos para ajudar no tratamento da síndrome do pânico mas parei pois vivia dolorido, com a cara e os dentes quebrados e não tinha mais saco para continuar com aqueles exercícios dolorosos de queda no solo e torções aleijantes.

Hoje pratico ciclismo e musculação moderada em casa pois quando mais novo pratiquei muito musculação em academias com um amigo que tinha um irmão que era body bulllding profissional e aprendi muito com esses dois caras.         

Vícios

Cresci num bairro em que via os pais dos meus amigos e vizinhos completamente escravizados e animalizados pelo álcool, gente morrendo cedo antes dos 40 anos vomitando o fígado no meio da rua ou infartando e esticando as canelas freneticamente após tomar uma branquinha nos botecos daqui. Isso molda sua opiniões e hábitos: não entro em botecos e não bebo nada.

Como cresci numa família em que via meus avôs e avós paternos fumando charutos, cachimbos e narguilés (na época em que ninguém imaginava que essa porcaria iria ser moda de retardado!) eu fui fumante dos 15 anos aos 23, mas fumava por prazer mesmo, plantavam fumo no quintal e aprendi como tratar as folhas para fazer um fumo seco, suave e natural, era muito gostoso mas como fazia muito mal a última vez que fumei foi aos 23 anos.  

Recentemente tirei uma radiografia dos pulmões e fiz exames de rotina e o médico disse: "Pulmão de jovem de 18 anos! Limpo!".

Religião

Não faço parte de nenhuma instituição religiosa pois atraem muita gente porra-louca que vivem na  inércia com as vidas destruídas e fracassadas: quero distância de gente assim que busca em coisas mágicas soluções fáceis para as escolhas e atitudes erradas que tiveram. Fora que fica um querendo enfiar do dedo na bunda do outro pra ver qual fede mais...

Quando tinha 6 anos vizinhos me levaram escondido numa igreja de cristãos: minha mãe descobriu e ficou sem falar comigo durante dias.

Tenho um pequeno altar em casa para a adoração da Deusa Kali dos hindus que representa as forças naturais e da mente,  a morte ou destruição/renovação de tudo: no fundo isso é a única coisa que existe: a mudança, a morte e destruição de tudo o que existe e ainda vai existir.      

Como não uso nenhuma substância para aliviar a mente das ansiedades humanas tenho que acreditar em algo, canto e faço pequenos aartis (rituais simples), mas nada de fanatismo e não compartilho com ninguém e não faço proselitismo, é algo pessoal e íntimo.

Minha avó materna tinha sobrenome judeu que não herdei, até estudei as obras de Maimônides, conheci judeus e rabinos mas não curti... Fazer parte de uma comunidade e ter milhões de obrigações religiosas para mim é um fardo muito pesado para se carregar. Estou bem assim sozinho.

Sexo

Nunca sai com GPs, nasci pobre e na periferia mas nunca tive problemas em atrair mulheres e sou muito exigente: para levar uma mulher para a cama tenho que gostar do cheiro dela, tenho que conhecer melhor, saber seus hábitos, gostar da voz dela.

Muitas casadas, mãe solteiras e até noivas já me perturbaram muito querendo intimidade sexual e dispensei, sempre tive em mente: minha vida já é difícil, agora imagine colocar essa criatura perturbada na minha vida?

Demorei para casar e quando casei... você já sabem o que aconteceu aqui!  

Reconheço que tenho um bom papo pois consigo desenvolver uma boa conversa sobre qualquer assunto e sou muito receptivo e bom ouvinte mas não sou um falastrão ordinário: as mulheres independentes de suas raças e condições sociais gostam de caras assim para sexo casual ou aventuras curtas; principalmente caras como eu que sempre estão desinteressado em sexo com elas.

Tenho uma "amiguinha", 32 anos, carreirista e independente nota 8,5 que é bem legal, bom nível, gosta de literatura, bons filmes e cultura em geral, de vez em quando, quando podemos nos ver rola uns carinhos ou uma transinha gostosa bem molhada sem compromisso, sem cobranças ou canalhices típicas de paulistas enamorados que vivem a farsa de um namoro infernal baseados em interesses financeiros...

Ela tem o mundo dela, eu tenho o meu, somos completamente diferentes no quesito "vida social", mas nos entendemos muito bem entre quatro paredes em cima de uma cama e é isso que importa.

Gosto Musical

Não curto rádio ou pop music: parei de ouvir música em rádio em 2002: de lá para cá só tem lixo, antes os artistas pops faziam trabalhos de qualidade com conteúdo e muita ARTE, hoje temos esses lixos pirotécnicos: Lady Gaga, Beyounce, Rihanna e o funk brasileiro...

Em casa escuto muito de Bach as Goldberg Variations tocados por Ton Koopman no cravo e  Os Caprichos de  Niccolo Paganini interpretados por  Itzhak Perlman.

Sei ler partituras e toco violino e violão como amador desde os 7 anos. Meus pais sempre se preocuparam com minha educação musical e mesmo sem poder pagar sempre tive professores de música (vizinhos, gente da família ou programas de aulas grátis dados pela subprefeitura do bairro ou associação de moradores do bairro).

Política

Parei de votar em candidatos e partidos quando o Lula sucedeu o FHC, não espero nada de bom de políticos, do Estado ou do Governo...

Voto nulo, branco ou simplesmente falto e depois justifico. 

Infelizmente fui convocado para ser mesário pela terceira vez... Como eu odeio isso! PQP" VSF! VTNC!

O problema nem é ser mesário, o problema são os outros 4 carniças que geralmente ficam comigo na sala: os 4 são petistas e ficam falando bem do PT e da Dilma o dia inteiro: duas fracassadas eternamente desempregadas com 30 e poucos anos sustentadas pela aposentadorias das mães e dois professores idiotas de humanas formados em uniesquinas...   

Detesto de coração ser mesário...

Passatempos

Na juventude joguei  muito video-games e hoje NÃO SUPORTO 5 minutos de jogo... Sei lá, acho que enjoei. 
Prefiro brincar  numa caverninha úmida e quentinha ou fazer alguma coisa para transferir dinheiro para o meu bolso em troca de produtos ou serviços.   
Leio muito (já tive em casa mais de 2 mil livros físicos) e gosto muito de caminhar ou andar de bike tomando Sol sentindo o vento na cara.

Enfim, esse SOU EU! 

Att Gerson Rav

     












15 comentários:

  1. O oposto do que eu pensava lendo seu blog kkkkkk

    A maioria dos caras de T.I que EU CONHEÇO são anti social pensei q vc fosse tambem, fosse timido pra chegar em mulher e tal.

    Tenho uma curiosidade ao seu respeito, quando vc era mais novo vc não pensava em montar o seu negocio e empreender? já que era desvalorizado no seu trampo, se pensava o que te impedia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou introvertido sim mas no sentido de não curtir falastronice, baladas, barzinhos e conversas fiadas. Quando uma mulher se interessa por mim ou eu me interesso por ela e ela me dá brecha tenho assunto suficiente para passar horas conversando e elas gostam, pena que na maioria das vezes é mulher casada, mãe solteira ou pinguças de fim de semana, aê não dá né. Me relacionei sexualmente com poucas garotas pois como disse sou muito chato e exigente. Não sou horroroso, tenho 37 anos mas me dão menos de 25 anos. Cresci vendo meu pai traindo minha mãe por isso não aprovo esses esquemas de se envolver com casadas ou compromissadas, sei lá, não consigo.

      Tem um texto em que contei como meus pais sufocaram minha vontade de ser comerciante. Sim, eu sempre pensava em abrir um negócio mas não tinha dinheiro e idéias viáveis e além do mais, 15 anos atrás esse bairro aqui sofria com violência num nível absurdo e eu tinha medo demais.

      Excluir
  2. "Leio muito (já tive em casa mais de 2 mil livros físicos) e gosto muito de caminhar ou andar de bike tomando Sol sentindo o vento na cara." EU EU EU EU EU EU EU. Tenho cerca de 50 livros e caminho bastante sozinho(Solvitur Ambulando) Neste exato momento estou em uma lanhouse em Ánapolis a 4 horas,era oara eu estar visitando uns parentes mas não consegui ficar 30 minutos com eles. O povo não consegue ficar 1 segundo sem som alto no carro e sem falar alto. Aqui não consegui conciliar sombra e silêncio kkkkkkkkkkkkkkk Eu não sou antissocial mas não suporto mta pertubação e pessoas falando apenas sobre a vida dos outros, sem ao menos chegar a uma conclusão.
    Cara li em algum lugar q aprender latim melhora sua estrutura linguistica e outras faculdades mentais... vc sabe se é verdade? já ouviu falar em algo a respeito?
    Anon Vesgo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, aprender a gramática do Latim ou qualquer outra língua realmente desenvolve o raciocínio e a linguagem. Fora que é muito interessante descobrir as origens da língua que falamos. Tive aulas de linguística com o professor Guilherme Fromm (pesquisem no Google sobre os trabalhos e artigos dele) que dizia que a maior porcaria que o MEC fez foi eliminar as aulas de LATIM das escolas e faculdades.

      Excluir
  3. Olá gerson,o que você acha das altcoins?estou pensando em investir em ethereum,já que perdi o bonde do bitcoin e hoje ele está caro demais,fiz um cadastro na poloniex e estou estudando essa opção,boa sorte no seu empreendimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale em moedas virtuais! Perdi muito dinheiro com a porcaria do LITECOIN. Não coloco muita fé nessas coisas. No fim a única que tem valor é trabalho vivo, feito no aqui e agora. Sou de TI e não acredito em CRIPTOGRAFIA 100% segura e coisas virtuais. Um dia essa onda de "virtualização" de tudo vai passar.

      Excluir
  4. Ola Gerson,

    Gostei muito de conhecer um pouco mais sobre seu perfil, legal mesmo.

    Bacana a parte das mulheres, e de fazer exercicios, eu pensei que voce fazia juz ao nome do blog 'Gordo Tetinha'.

    Video Games tambem ja gostei muito, mas nao consigo jogar mais que 5 minutos tambem.

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ia publicar esse texto mas é tanta gente e haters me chamando de MENTIROSO, FAKE e PERSONAGEM nos comentários que eu bloqueio que resolvi publicar. Não tenho culpa se muita coisa CABULOSA aconteceu na minha vida: não sou um MENINO DE PRÉDIO ou criado em CONDOMÍNIO FECHADO COM PLAYGROUNDS COLORIDOS... Aqui onde moro vemos coisas e passamos por experiências que beiram o BIZARRO e ANIMALESCO desde o berço. Aqui apanhamos de ladrões e da polícia,aqui não existem regras que não são distorcidas e as pessoas vem de todas as partes do país e do mundo.

      Excluir
  5. Eu sempre imaginei os caras de TI que manjam programação uns seres foda. Lendo o seu blog e alguns relatos pela net vejo que TI é só mais um tipo de escravidão moderna.
    Falando sobre passatempo, sempre fui doido para ter um playstation e hoje que consegui ter um, acredite, é raro as vezes que jogo...vai entender.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sujeito da área de TI pode ter habilidades e ideias geniais mas uma vez que foi carimbado e numerado numa planilha de RH vai ter que se sujeitar à rotinas improdutivas, apenas vai virar um hamster adestrado correndo numa roda em troca de ração. Acho que é isso em quase todas as profissões.

      Excluir
  6. Betas o q vcs acham dessa massificação do cuckoldismo hoje em dia entro em sites pornograficos e vejo milhares de vídeos cuckold um dia desses eu vi um vídeo escroto o marido vestia uma calcinha fio dental e tinha postura submissa , e sua esposa cavalgava com uma cara de satisfação na rola de um negão dotado e em intervalos de tempos o cuckold chupava a xota arregaçada daa esposa e e chupava a rola do negão o q acha dessa situação moderna gostaria da opinião dos betas

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, minha opinião pessoal: não curto e não entendo a cabeça de caras que curtem isso; esse cuckoldismo mais escrachado acho que só nos EUA rola mais, aqui no Brasil só gente da elite que busca alívio nessas práticas para fuga do tédio e vemos um tipo de cuckoldismo mais "disfarçado":a mulher casada ou namorada um belo dia diz que quer dar um tempo na relação e então com a permissão do corno passa à dar pra todo mundo que encontra pela frente e depois de uns 3 meses volta pro cara e posta mensagem de amor no facebook e todos ficam felizes... vejo muito disso na vizinhança e trabalhos que tive. Tinha um vizinho que ia levar a mulher na casa do ricardão e depois ficava bebendo na calçada chorando...

      Excluir
    2. Cara, uma vez vi um, achei a cena muito triste: O cara deixa a esposa ter relação com outro homem, e o suposto marido, barrigudo, baixinho, meio careca, ficava lá olhando a cena, com uma latinha de cerveja na mão, se masturbando, de bermuda e chinelo de dedo.

      Achei muito triste isto, como que pode né? Que mundo é este que vivemos.

      Uma coisa destas pra mim é inaceitável.

      Abraço

      Excluir
  7. Temos bastante coisa parecida, sou mais novo uns anos, mas tb me dão uns 10 anos a menos, nunca contei os livros que tive no total, mas passavam fácil de 500, mas tive que doar/desfazer por ter mudado x vezes nos últimos anos, inferno carregar tanto livro.
    Ultimamente to bem misantropo, ontem passei o dia sem ver ou ouvir ninguém, e fico de boas, enquanto tem gente que quer ficar rico pra viver a vida louca, queria comprar uma ilha deserta e morrer em paz kkkk.
    Ainda curto video gaYmes,mas nunca fui do tipo que perde o dia jogando, 1h por dia já ta otimo. Por outro lado, filmes/cinema já tenho pouca paciência, principalmente esses desenhos da Pixar, sei que são de qualidade mas não tenho saco de sentar pra ver, ainda que curta HQs e etc
    VC definiu o eleitorado do pt, como se diz no twitter, não existe petista de graça.
    Minha atividade física são o kettlebells, recomendo muito pra quem não tem tempo ou curte academias como eu.

    Sobre o lance do cuckoldismo ai, isso ta ampliado pelos interesses escusos, existe cuckolds? Sim, mas são bem menor que parece, veja só, tem uma pesquisa americana que 16% das mulheres dizem ser feminista, olha só 16% vs 84%, mas como a mídia, políticos e "intelectuais" tão no holofote parece que é o contrário, disso VC pode aplicar em tudo que tentam nos enfiar a força

    ResponderExcluir
  8. Sobre sua enquete:

    1- Pobreta
    2- Roger da Cidadezinha
    3- Profeta Final
    4- Zé Mobral
    5- FDM

    ResponderExcluir

Comentários liberados, porém, se exagerar e postar discursos de ódio, preconceitos e spam vai levar bam! Att Gerson Ravv

Post Top Ad

Your Ad Spot