Obs: o texto de hoje não ensina à programar ou desenvolver aplicativos mobile, é um texto explicativo direcionado mais para os macetes de como não ser enganado ou ter a idéia roubada por um programador PIRATA saqueador.

Em primeiro lugar, quero agradecer os leitores do blog pelas visitas e em segundo, pedir aos leitores desculpas: sei que vocês são muitos e sempre retornam (vejo através do Analytics), então PEÇO DESCULPAS pelos ADS do blog, vocês devem ter notado que agora o blog está cheio de propagandas, ISCAS e popads e ads: estou fazendo isso pois realmente preciso capitalizar algum dinheiro para poder pedir demissão pois não SUPORTO mais aquele antro de chatice e robotização em que trabalho e meu micro-empreendimento vai mal e ainda briguei feio com o meu inquilino...

Em um post futuro vou falar sobre os ganhos desses artifícios de publicidade.   

Esses anúncios não trazem nenhum perigo para seus dispositivos e computadores: basta aguardar os 5 segundos e em seguida ignorar o anúncio.


Não se engane com a cara de idiota: tem programador que é tão pilantra e pirata que se der bobeira pirateia e registra no nome dele  até o UBUNTU-LINUX 

Como desenvolver meu APP ANDROID se eu não sei programar?


Bom, vamos lá! Meu último post foi sobre meu colega e amigo de um trampo antigo que após criar e divulgar seu software na WEB conseguiu atingir a autonomia no que diz respeito à ganhar um pouco de  dinheiro sem precisar suar e caminha agora para a IF daqui alguns anos.

Nos comentários o leitor IRMÃO SANGUE levantou dúvidas sobre qual a melhor maneira de se conseguir desenvolver um APP para quem tem muita criatividade e idéias mas não sabe programar e como não ser ludibriado por programadores safados e piratas.

Vou falar apenas de ANDROID, quero deixar claro que não sou EXPERT no desenvolvimento de APPS, porém, anos na área e anos em cursos de CC e ADS, e trampando em empresas da área   inevitavelmente, a gente acaba uma hora APRENDENDO pois convivemos com isso diariamente.

Agora que estou conseguindo fazer alguma coisa na plataforma mobile (meus fortes são C e Java), para quem nem conseguia fazer aquelas calculadoras feias via tutoriais, eu bem que evoluí!




Aprendi muito com esse curso online de unity onde aprendi a fazer alguns games simples de paltaforma 2 D!

PRIMEIRA PARTE: NÃO SEI PROGRAMAR MAS TENHO UMA SUPER IDÉIA!

Para quem tem uma idéia quente para um APP mas não sabe programar, o ideal é procurar a ajuda de um programador, mas com isso, há o perigo do cara roubar sua idéia e após ele analisar sua idéia de APP dizer que não é possível desenvolver tal aplicativo e depois, na maior cara de pau ele mesmo desenvolver, registrar e comercializar o aplicativo que nasceu da sua idéia!

Para quem tem uma boa idéia, pode tentar encontrar um bom programador FREELANCER no site: https://www.workana.com/pt/home  ou tentar encontrar interessados em projetos em que as pessoas contribuem SEM COBRAR DINHEIRO por esse APP: http://goodpeopleapp.com.br/ .

Para evitar o roubo de idéias, é necessário registrar sua idéia, mesmo que seja somente em esboços, desenhos ou explicações do DESIGN do APP, pode parecer besteira, mas entre desenvolvedores também existem muitos pilantras, nem todo programador é bonzinho-miguxo-ursinhos-carinhosos-mangina, e posso confirmar isso pois já conheci caras que adulteravam os sistemas das empresas em que trabalhavam para surrupiar uns trocados.

Para um registro rápido, que pode ser feito online, sem burocracias e frescuras, podemos registrar nossos rabiscos do DESIGN do APP (fluxogramas simples ou desenhos e textos explicativos podem ser inclusos) nesse site aqui: https://avctoris.com/ .

A validade jurídica do registro no avctoris utiliza a Convenção da União de Berna (CUB),  e tem abrangência  MUNDIAL.     

Mas...  como estamos no Brasil, o melhor é registrar o CÓDIGO FONTE no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) através de um LONGO, BUROCRÁTICO E CUCKOLDIZANTE processo de registro...  

 Para se conseguir o código pronto e o APP rodando legal,  é necessário firmar  com um programador de CONFIANÇA uma relação de contrato: após achar o cara certo, mediante contrato firmado entre as duas partes por ESCRITO deixe claro que contratou os serviços dele apenas para que ele codifique sua idéia e que após o término desse trampo, ele não tenha direito a nenhum centavo à mais com o SEU app. Muita gente subestima a importância de um CONTRATO ESCRITO E ASSINADO.

De posse do código, vá no site do INPI http://www.inpi.gov.br/ e se prepare para preencher vários formulários, enviar imagens e documentos, pagar várias taxas e esperar MUITO.

SEGUNDA PARTE: CONSEGUI O CÓDIGO E O APP! E AGORA?

Bom, agora com os registros devidamente em mãos e o APP rodando legal, o que eu devo fazer?




Depende das suas intenções ou objetivos: 

#vai distribuir GRATUITAMENTE porém com PUBLICIDADE PAGA? Então, para isso é necessário negociar com empresas anunciantes);  

#vai vender para alguma empresa ou para o governo? Nesse caso tem que ir atrás das empresas ou aguardar o governo abrir licitações ou fazer um jabazinho na prefeitura mais próxima com algum conhecido do conhecido de algum figurão da política... Obs: tem que ser FALASTRÃO para empreender dessa forma!

#vai vender na Google Play, a store de APPs do Google? Simples mas nem tanto... para que você possa VENDER seu APP na Google Play, você vai: fazer seu registro de DESENVOLVEDOR, desembolsar uma taxa "simbólica" em dollares, aguardar a análise de seu APP e reze para que o seu APP não VIOLE NENHUMA REGRA CHATA da Google Store: eu mesmo já desisti de publicar minhas criações lá pois não aceito restrições nas minhas idéias que sempre são assim, meio exóticas... e  meus apps são barrados. Por isso vendo de forma independente com parceria com amigos da faculdade e dos trampos.

#vender de forma independente: eu utilizo os sites e contas de alguns amigos de faculdade e trampo para vender meus APPS (muitas vezes não são só criações minhas), como não tenho tempo, deixo eles dando mais atenção para essa parte econômica e quando vende algum, dividimos e merréca.

Alguns programadores fazem o PACOTE completo: desenvolvem, registram e fazem o cadastro nas Stores de Apps, mas é como eu disse: você confiaria? Eu confio nos meus amigos e até porque nossos APPS não são nada demais, apenas coisas para a gente se divertir e zoar entre amigos tetinhas. Agora no caso de um APP que vai mudar algum hábito, reunir milhões de chimpas e render muito DINHEIRO, eu pensaria duas vezes antes de entregar todo o trabalho e IDÉIAS para outros caras.

Tenham em mente: TUDO O QUE EXISTE DENTRO E FORA DA MENTE PODE SER MONETIZADO, não jogue suas idéias ao vento ou na WEB sem antes REGISTRAR TUDO em seu nome ou em nome de terceiros em que você confia.

Enfim, a área de mobile APPS não vai estagnar tão cedo, quem conseguir se destacar nesse meio, pode ficar rico do dia para a noite e nem precisa saber programar: o DINHEIRO compra a inteligência de um programador que faz sua idéia tomar forma no mundo físico, imagine um APP vendido por 2 reais, a internet mundial tem MILHÕES de usuários, se pelo menos 100 mil comprar seu app, faça as contas...

Att Gerson Rav (completamente exausto e cozido por dentro por ter ficado 2 horas num ônibus lotado em SP-saí do trampo era 17:00  e cheguei em casa 20:00).



QUER GANHAR UM CUPOM DE DESCONTO EXCLUSIVO PARA UTILIZAR NO 
GOOGLE APP FOR WORKS?

CLIQUE AQUI!