Bom sábado pessoal! 

Em alguns posts informei minha vontade de largar de vez o emprego e trabalhar somente em casa como autônomo e mini-comerciante.

Hoje vou falar sobre alguns fatores que me levam à cada dia querer pedir demissão.

Antigamente (uns 20 anos atrás), a área de TI aqui no Brasil era novidade, faltava mão de obra qualificada e por isso os salários eram ALTOS e atrativos.

Hoje, o que vemos nas empresas de TI? Baixos salários, condições precárias de contratação e muita exigência para ganhar mixaria.

As técnicas AMERICANAS de TELEMARKETING e as novas tecnologias de acesso remoto fizeram com que o trabalho relacionado à TI fosse rebaixado ao nível de PASTELARIA: atendimentos remotos por telefone e ferramentas do tipo TEAM VIEWER vieram para degradar a profissão.

Quando um profissional da área de TI/programação e afins faz 30 anos, enfiam uma piróca verde em seu dispositivo anal que explode fazendo em pedacinhos suas certificações e conhecimentos. 


Ainda nos primeiros estágios consegui trabalhar à maneira antiga: ficava num departamento com uma mesa grande e apenas recebia os e-mails, abria uma ordem de serviço simples e ia direto na mesa do usuário resolver o problema.

Hoje isso virou pastelaria: um cara que presta suporte recebe uma ligação atrás da outra, é obrigado à preencher ordens de chamados ENORMES e fazer relatórios ridículos sem parar; já ví muito cara com certificações como COBIT e ITIL sofrendo na PA (posto de atendimento que consiste num pequeno cubículo de paredes de vidro transparente sem teto em que cabe apenas um monitor e mouse) prestando serviços ao estilo telemarketing...

Nas profissões relacionadas à desenvolvimento também ví e vejo muito disso: programador OBRIGADO À FAZER atendimento direto ao cliente via telefone para anotar apenas os erros e problemas informados para que SOMENTE NO FIM DO DIA sejam resolvidos! Vão empilhando os "chamados" e depois quando as ligações param um pouco começam à por a mão na massa! PQP! Absurdo!     

Os salários se você por na balança: VALOR X STRESS E DESGASTE: você percebe que NÃO RECEBE NEM 10% do que deveria receber.

E agora a pior parte: tem uns babacas que falam por aê: "Ur!Durh! Sou feliz trabalhando com TI! Você critica porque não se qualificou! Eu sou valorizado! Você é burro!Ur duhr!", esses mesmos CHUPAS-SACO depois quando fazem 30 aninhos, mesmo com suas toneladas de CERTIFICAÇÕES, ESPECIALIZAÇÕES e CONHECIMENTO são CORTADOS SEM DÓ pela empresa, são chutados como cachorros sarnentos inúteis e trocados por GAROTAS de 18 aninhos ou menos que ainda estudam na graduação e que vão receber MILZÃO e ficar felizes. Já ví muito disso acontecer na minha frente.


E para informar ao haters de plantão: tenho sim 3 certificações importantes e mesmo assim ganho mixaria e não me sinto realizado e satisfeito com minha "carreira" e sei que mais dia, menos dia vou ser trocado por um moleque juvenil ou garotinha inocente que vai ganhar R$950,00 e fazer o que eu faço de uma forma chimpazistica, porca e tosca que será alguma técnica estilo linha de montagem bem  diabólica inventada nos EUA e implementada por algum gestor puxa-saco cuckold.

Já trampei numa grande empresa de TI que da noite para o dia, na crocodilagem-sorrateira, percebeu que poderia dispensar 98% dos PICAS DAS GALÁXIAS que na época ganhavam R$6.000,00 e que só trampavam de segunda à sexta e troca-los por garotas estudantes novinhas que iam ganhar apenas R$1.200,00 e ainda trampar sábados  e feriados sem horas extras...


Não adianta pensar que com certificações, cursos, habilidades super-humanas você vai ser valorizado na área de TI: a empresa só precisa de você enquanto ela julga que seu trampo rende mais do que a mixaria que eles gastam com você seu juvenil inocente! Assim que eles percebem que conseguem PASTELIZAR um processo, uma atividade ao estilo pastelaria-telemarketing os gestores não pensam duas vezes em mandar para o olho da rua os geekezinhos e nerdinhos orgulhosos de seus certificados.

Basta ver os anúncios de estágio ou empregos de TI, programação e afins por aê: surreais com exigências absurdas e salários ridículos.

Sem falar que sempre tem a questão de que NÃO SOMOS criadores de TECNOLOGIAS: apenas imitamos e seguimos o resto do mundo, até a SÉRVIA e ÍNDIA produzem mais inovações e tecnlogias na área da computação e conexão que nós no Brasil.

Trabalhei ao lado de indianos (tanto remotamente quanto pessoalmente) que eram MASTERS em suas respectivas áreas e largaram seus empregos para abrir suas próprias empresas pois como são inteligentes sacaram que depois dos 30 anos um profissional de TI se torna DESCARTÁVEL e mesmo que siga o caminho de ser um GESTOR nunca vai passar de um mero CUCKOLDINHO CUCKOLDIZADO pelas metas da empresa, sempre sofrendo com o desemprego e recebendo ordens de MULHERES pois as empresas de TI adoram por mulheres nos cargos que estão acima da gestão.


Não estou querendo desmotivar quem almeja trabalhar na área, apenas estou relatando o que ví e viví até o momento. 

Resumindo o que penso da área:  "VIM, VÍ E BROCHEI!".

Fica a reflexão. 

Att Gerson Rav            

Homenagem: